terça-feira, 8 de janeiro de 2019

O SHOW NÃO TEM QUE CONTINUAR

Duas semanas atrás, a Folha publicou uma matéria minha sobre a crise eterna do "Video Show". No texto, eu me perguntava se o programa em que trabalhei entre 2013 e 2014 ainda tinha salvação. Não teve: a Globo acabou de anunciar que a última edição do "Video Show" irá ao ar nesta sexta. Foi quase en passant, no meio de um e-mail anunciando novas atrações. E assim termina um pedaço da história da televisão brasileira, depois de 35 anos ininterruptos. Torço para que meus amigos que ainda estavam lá sejam reencaminhados para outros programas da casa: eu não tive essa sorte, depois que o Boninho reassumiu o comando da atração. Mas tenho orgulho do período que passei no Projac. Aprendi para caramba, me diverti outro tanto, e fizemos muita coisa de que realmente me orgulho. Verdade que não fomos bem de audiência, mas ainda dávamos mais Ibope do que essas últimas fases. Em homenagem a esse capítulo da minha vida, reproduzo aí em cima o logo daquela época, o melhor que o programa já teve. Vá em paz, "Video Show".

6 comentários:

  1. Eu sempre achei impressionante como a Globo tinha material para fazer um programa que era unicamente sobre si mesma. Um verdadeiro meta-programa. E se não fosse pela audiência, ainda continuaria.

    ResponderExcluir
  2. Uma vítima da internet e da mentalidade engessada da Globo.
    O videoshow mostrava os bastidores das novelas e das celebridades mas não percebeu que há muito essa demanda é suprida diretamente pelo Cast, através de instagram e outros, instantaneamente.
    Videoshow ficou sem assunto já que não quis aderir à fofoca baixo nível dos concorrentes...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é que o "Video Show" não quis: ele não pôde.

      A Globo e suas empresas afiliadas não podem falar mal de seus próprios contratados. Inclusive foi por isto que terminou o Ego, o site de fofocas do G1.

      Excluir
  3. A Globo falando da Globo, ainda tem o Canal Viva, o Faustão, o Altas Horas. Sem contar os canais-parasita e programinhas de fofoca que vivem de comentar a Globo. Os mais jovens simplesmente não assistem mais aos canais abertos, o SBT ainda dá muita grana ao SS que vende a mesma coisa ruim do mesmo jeito e não está muito preocupado em mudar, assim como a Record e suas novelas bíblicas e por aí vai. Acho que ninguém sabe pra onde a coisa vai com certeza. A Globo é uma grande empresa , tem investido em novas plataformas e canais mas a sua importância já não é a mesma.

    ResponderExcluir
  4. Sabe qual foi a pá de cal no Vídeo Show? Aquelas duas apresentadoras arrogantes, sempre com ar de feminazi lacradora. As donas de casa de certa idade não suportavam ouvir a voz delas. Iam todas assistir ao programa da Cátia Fonseca, incluindo euzinha quando terminava o lerê mais cedo.

    ResponderExcluir
  5. A Globo nasceu e vive até hoje da ditadura

    ResponderExcluir