quinta-feira, 3 de janeiro de 2019

O ROSA E O AZUL

Juro que eu tento mudar de assunto. Que eu quero ser mais pop, como me cobrou um leitor. Mas, pelo menos nesses primeiros dias do novo governo, não está rolando. Hoje a ministra Damares bradou aos quatro ventos que "é uma nova era no Brasil: menino veste azul e menina veste rosa". Não, pastora, isto é uma velha era, que remonta ao reinado da rainha Vitória. Porque foi naquela época que se determinou que as cores dos quartos de bebê seriam rosa para as meninas e azul para os meninos. Antes disso, o rosa até era considerado masculino, sabia? Porque é um tom do vermelho, a cor do sangue, que remete à bravura e à coragem "inatas" dos homens. Ou seja: tudo construção cultural. Tudo IDEOLOGIA DE GÊNERO. Tudo um esforço hercúleo para que as crianças se comportem de acordo com o que eles acham condizente com o sexo biológico. E o mais patético é que... não adianta nada. Quem for viado será, quem for sapatão será, quem for trans também. O triste é que serão na surdina, no armário, sofrendo para que esses fanáticos achem que estão agradando a um deus que nem existe. Mas do lado das guei estão as pessoas com cérebro, coração e alguma cultura, que sabem que rosa e azul são só cores. Que só dizem o que quisermos que digam.

("O Rosa e o Azul", de Renoir, está no MASP. Aposto que Damares nunca foi lá.)

22 comentários:

  1. Vamos ver o quão os brasileiros irão dar de corda para esse povo!

    ISSO SIM É QUE EU "QUERO" VER! Porque se derem, SE MERECEM.

    Eu sempre achei esse país ridículo.

    ResponderExcluir
  2. Em quem será que o leitor que pediu pro Tony ser mais pop votou? Quem acertar ganha uma mamadeira de piroca cheia de suco de laranja!

    ResponderExcluir
  3. Posicionamento democrático = aceitar ser governado por seu adversário.

    A ausência do PT e do PSOL na posse do Bolsonaro e a histeria da impresa falam muito sobre a esquerda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. SE MANCA ridícula!

      Bolsonaro: "Sou favorável à tortura. Só vai mudar com guerra civil, matando uns 30 mil"

      https://youtu.be/TSftYsWKo7g

      Teve que apelar para uma "fakeada" para SUMIR dos "debates".

      Mas esses brasileiros MERECEM essa família ridícula.

      Pois depois que tiraram o PT do poder, enfiaram as panelas TODAS NO CU.

      Mesmo com MALAS DE DINHEIRO esfregados nas caras deles pela TV!!!

      Excluir
    2. Eu critiquei PT e PSOL por esta criancice num post da semana passada. O assunto aqui é outro.

      Excluir
    3. Me desculpe mas CRIANCICE é essa BAIXARIA aqui:

      https://youtu.be/N4F5Y3qCPDk

      Esse cara é uma "piada" de MUITO mau gosto.

      Excluir
  4. Queria saber o que você achou do discurso do ministro Ernesto Araújo. Sério.

    https://youtu.be/prT5npDcDhY

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Achei la fin de la piquée.

      Excluir
    2. Tamo fudido: O que é aquilo. O que seria motivo de vergonha o cara enaltece ensinar ave-maria em tupi pra índio. Misturar amargamente e torto Paulo com Renato Russo coroando tudo com Raul Seixas???
      Celso Amorim me ajuda aqui!

      Agora: Não é que o Paulo Guedes quase me convence que vergonha rsss







      seixa

      Excluir
  5. Na mosca. Você deveria escrever um artigo sobre a ideologia de gênero do novo governo lá na Folha. É importante explicar isso para o grande público para que percebam o quanto seus governantes são idiotas.

    ResponderExcluir
  6. O azul e rosa é pra você esquecer do laranja! esquecer de perguntar CADÊ O QUEIROZ

    ResponderExcluir
  7. Essa mulher é ridícula como toda essa gente que acha legal bater continência. Me lembra quando o Lula falou para um garoto que tênis é esporte de rico. Parece que quanto mais tapado e preconceituoso melhor o cara vai na política.
    Tony, vc já assistiu "O Paradoxo da Igualdade". Está no YouTube. É uma visão bem interessante sobre gênero. Gostaria de saber a sua opinião caso tenha assistido ou venha a assistir.

    ResponderExcluir
  8. Estamos numa DITADURA muito estranha essa lei do Itamaraty a eleição foi uma fraude, e o Netanyahu vindo ao Brasil? Hmmmm isso tem cara de fanáticos religiosos no meio. O Brasil grande defensor da Palestina. Acho quem a gente sabe quem estava hackeando a Dilma né?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 21:27 Assim vc estraga a brincadeira.
      G-

      Excluir
  9. O Mio Babbino Caro
    É admirável a coerência deste Governo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O PT também era coerente. Roubalheira em todas as instâncias!

      Excluir
    2. Ah tah! O PT "inventou" a corrupção no BraZil.

      Nem mesmo a "institucionalizou", pois todos eles se VENDEM ao maior preço.

      Lá fora são tudo chamada de PUTAS.

      Acha que é sem motivo? E que isso só ocorreu "pós-PT"??

      PATÉTICOS. FIQUEM AÍ APOIANDO UM BOÇAL HOMOFÓBICO ESCROTO.

      ROUBO POR ROUBO PREFIRO MENOS HIPOCRISIA.

      AS M-A-R-I-C-O-N-A-S!

      (TUDO Pré-PT e Pós-PT)

      Excluir
  10. Fiquem alimentado as polêmicas da Damares e não reclamem quando ela alçar voos maiores. Era uma vez um deputado maluco que falava coisas bem piores e deu no que deu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. MAs o deputado fazia/faz a linha truculento, ela se faz de abilolada (porém tb é uma escrota) e brasileiro tem uma queda para truculência!

      Excluir
    2. Vai ter outra "fakeada"?

      (Foi tudo muito bem pensado. Não se iluda.)

      Excluir
  11. É isso aí Tony! ������������

    ResponderExcluir
  12. Tony vc leu a reportagem da Folha, "Associação entre Israel e conservadorismo de Bolsonaro preocupa alguns judeus", tem alguns exemplos sobre o (não) conservadorismo israelense bem interessantes e que causariam ojerizas em bolsominions. Diz a matéria: "A orientação oficial do Ministério da Educação diz: “Suavizar a divisão acentuada entre a aparência aceitável de ‘meninos’ e ‘meninas’, encorajando a aceitação de cores de roupas mais diversificadas para ambos os sexos, estilos mais variados de roupas, manutenção do corpo e estilos de movimento menos polarizados e aumentando a gama de escolha e auto-expressão de meninas e meninos”.

    ResponderExcluir