quarta-feira, 30 de janeiro de 2019

LIGA PRO MEU AGENTE


Para mim, a melhor coisa da Netflix é o acesso a séries produzidas fora dos Estados Unidos. As americanas chegam aqui pela TV paga, mas as que vêm de lugares como a Islândia ou a Turquia não têm outra janela no Brasil. Meu crush atual é "Dix pour Cent" (ou "Call My Agent", se a sua interface estiver em inglês), um grande sucesso na França. Os dez por cento do título se referem à comissão que um agente de talentos recebe dos contratos assinados por seus clientes. Sim, agente de talentos: uma profissão que é comum em Hollywood e na Europa, mas ainda não se firmou por aqui. Isto quer dizer que "Dix pour Cent" só tem inreresse para quem curte os bastidores do showbiz. Não tem tiroteio nem máscaras de Salvador Dalí. Mas tem participações especiais de muitas estrelas do cinema francês: Isabelle Adjani, Juliette Binoche, Isabell Huppert... Cada episódio é estrurado em torno de uma delas, que fazem os papéis de si mesmas e enfrentam problemas baseados em casos reais. Enquanto isto, os próprios agentes vivem tramas de novelão, com direito a filha bastarda, lésbica poderosa e moça sonhadora que se torna atriz. Estou completamente viciado, e termino hoje a terceira temporada.

5 comentários:

  1. Assisti as 3 temporadas em uma semana. Amei!!! Será que vai ter uma quarta temporada?

    ResponderExcluir
  2. Tem legendado em português?

    ResponderExcluir
  3. Assista Shtisel, Tony!
    Uma série incrível contando a vida de pessoas ordinárias com o detalhe que sao haredis, judeus ultraortodoxos. Vale a pena pela humanidade e sensibilidade com a qual cada personagem é abordado e sem falar no rabino Kive Shtisel (Michael Aloni) que vai virar seu terceiro marido com certeza!

    ResponderExcluir