quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

A ARMA DO NEGÓCIO

Durante muito tempos, os EUA foram os únicos países do mundo dito civilizado que facilitavam a posse e o porte de armas. Fuzis são vendidos em supermercados e há pouca fiscalização sobre quem compra: é um resquício da luta pela independência do país, quando empunhar armas (contra os ingleses) virou cláusula da Constituição. O resultado é um lobby rico e poderoso que barra qualquer tentativa de controle, mesmo sendo raro o mês que não tenha um massacre em alguma escola. Agora Israel e Itália, ambos governados por partidos de direita, estão entrando para esse clube perigoso. E o Brasil? Eu votei contra a venda de armas em 2005, e não me arrependo. Mas também concordo com tudo o que diz o Joel Pinheiro da Fonseca, que escreve ótimas colunas na Folha e tem um canal no YouTube muito interessante. Portanto, faço dele as minhas palavras. Só gostaria de acrescentar que eu duvido que haja uma corrida às lojas: aposto que não tem tanta gente assim disposta a desembolsar pelo menos quatro paus num revólver simplezinho. Por outro lado, deve ser mais que o suficiente para fazer um estrago - inclusive nelas mesmas.


18 comentários:

  1. Acorda sua anta! Eu fui uma vítima do golpe, tive a minha vida destruída (diversas vezes, a primeira eu tinha 20 anos) e depois durante o golpe, quando fui parar num hospício e até hoje não me recuperei do trauma porque queriam ROUBAR NOSSO PETRÓLEO E CONTINUAR NOS ROUBANDO ATRAVÉS DA DÍVIDA PÚBLICA, não se engane quem colocou esse mentacapto fantoche no “poder” está aí pra isso. Lucrar com a destruição da vida e matar quem atrapalha. O pior está por vir. Mulheres são inimigas, trabalhadores são inimigos, nativos são inimigos, políticos honestos são inimigos, crianças são inimigos. VIVEMOS NUM INFERNO!! Ou a gente prende essa gente faz uma revolução ou vamos continuar nessa distopia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hã, você entendeu o texto direitinho?

      Excluir
    2. O ex hóspede do hospício aí em cima define bem a esquerda ultimamente: paranoia com pitadas de agressividade! PS.: gozado que a gente se loga mas o post aparece como "anônimo". Luiz Canto

      Excluir
  2. E o STF no caso Queiroz, vai ter post sobre ? Nick

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos ver. Fux se amarrou em uma firula jurídica e suspendeu o processo, não o cancelou (nem teria poder para isso). No meu entender, o juiz está interpretando a lei do foro privilegiado de modo errado, mas eu não sou advogado. O curioso é que foi o 01 quem pediu essa suspensão - justo ele, que disse ter todo o interesse em esclarecer isto logo.

      Ah, e o 02 e o primo? As ações do Vale se desvalorizaram!!

      Excluir
    2. Conta esse bafo do 02 direito aí

      Excluir
    3. 13:10 Vamos ao ponto: o Queiroz movimentou 1,2kk num ano. Isso dá 600k que entrou e 600k que saiu. Ou seja, recebeu em média 50k por mês. O cara ganha 23k de salário. Os outros 27k seriam oriundos da venda de carros. Queiramos ou não, qualquer negociante mequetrefe de carros lida com bem mais que isso num mês. Ou seja, não vejo razão para a oposição queimar tanto cartucho: soa como implicância e alimenta a tese de que a imprensa perseguiria "injustamente" os Bolsonaro.

      Ademais, e muito mais sério, por que a grande mídia ainda não deu a devida repercussão ao gravíssimo caso dos 500 BILHÕES do BNDES, da lista divulgada ontem?

      Excluir
    4. Comércio de carros deixa uma trilha de documentos. Onde estão esses papéis? Ahã.

      A lista do BNDES não era novidade. Os casos ali apontados já eram conhecidos - alguns, inclusive, tinham aparecido em balanços das próprias empresas.

      Ah, e o PT está fora do poder federal há quase três anos, sabia?

      Excluir
    5. Tony, NESTA SEMANA teve petista de carteirinha sendo destituído de cargo estratégico no governo federal. As universidades públicas e a grande midia seguem apinhadas de esquerdistas. O poder de fato não é definido por quem ocupa a cadeira da Presidência da República, o tal do deep state é quem manda de verdade.

      Excluir
    6. Ainda bem, não é mesmo? Já pensou, a Bozolândia ocupando tudo?

      Excluir
  3. Cara, tá na cara que esse país é governado pôr acordoes. 60 mil morrendo todo ano PRA UM BANDO DE CANALHAS LUCRAR

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. SEMPRE foi assim.


      O Tempo Não Para
      Cazuza


      Disparo contra o sol
      Sou forte, sou por acaso
      Minha metralhadora cheia de mágoas
      Eu sou o cara
      Cansado de correr
      Na direção contrária
      Sem pódio de chegada ou beijo de namorada
      Eu sou mais um cara

      Mas se você achar
      Que eu tô derrotado
      Saiba que ainda estão rolando os dados
      Porque o tempo, o tempo não pára

      Dias sim, dias não
      Eu vou sobrevivendo sem um arranhão
      Da caridade de quem me detesta

      A tua piscina tá cheia de ratos
      Tuas idéias não correspondem aos fatos
      O tempo não pára

      Eu vejo o futuro repetir o passado
      Eu vejo um museu de grandes novidades
      O tempo não pára
      Não pára, não, não pára

      Eu não tenho data pra comemorar
      Às vezes os meus dias são de par em par
      Procurando agulha no palheiro

      Nas noites de frio é melhor nem nascer
      Nas de calor, se escolhe: é matar ou morrer
      E assim nos tornamos brasileiros
      Te chamam de ladrão, de bicha, maconheiro
      Transformam o país inteiro num puteiro
      Pois assim se ganha mais dinheiro

      A tua piscina tá cheia de ratos
      Tuas idéias não correspondem aos fatos
      O tempo não pára

      Eu vejo o futuro repetir o passado
      Eu vejo um museu de grandes novidades
      O tempo não pára
      Não pára, não, não pára

      Excluir
  4. Quero ver as brigas de transito como vao ficar agora

    ResponderExcluir
  5. Joel Pinheiro da Fonseca: me leita! ❤️

    ResponderExcluir
  6. O Mio Babbino Caro
    E, no entanto, diferentemente do PT Bolsonaro vem cumprindo o que prometeu.

    ResponderExcluir
  7. Joel é meu crush, Tônya!!!

    ResponderExcluir
  8. As taxas de homicídios de São Paulo são Maqueadas !!! Há fraudes nos Boletins de Ocorrência e sigilo e restrição das ONGs na verificação.

    ResponderExcluir