terça-feira, 11 de dezembro de 2018

GUARDIÕES DA GALÁXIA

Primeiro os minions pagaram um mico do tamanho do King Kong. Promoveram uma intensa campanha online para que o Bozo vencesse a enquete da revista "Times" (segundo eles), que perguntava ao público quem deveria ser a Pessoa do Ano. A tigrada não sabe que o título não é um prêmio: como já foi dito, Hitler, Stálin e o aiatolá Khomeini foram Pessoas do Ano da Time. Aí saiu o resultado da pesquisa, e o Solnorabo ficou em oitavo lugar: em primeiríssimo, a banda de K-pop BTS, muito mais relevante para o mundo moderno. Hoje saíram as Pessoas do Ano para valer, escolhidas pela direção da revista. E agora a derrota dos seguidores do mito foi total: os eleitos são os chamados Guardiões - nada menos do que os jornalistas que enfrentam a guerra contra a verdade que os obscurantistas vêm travando. Entre eles está o saudita Jamal Khashoggi, morto no consulado de seu país em Istambul. Também foi citada Patrícia Campos Mello, da Folha de S. Paulo, que revelou o esquema de financiamento ilegal de mensagens pró-Bozo pelo WhatsApp. Todos eles sofreram ameaças e alguns pagaram um preço altíssimo por isto, mas ninguém se calou. Uma imprensa livre e ativa é o melhor antídoto contra a maré de desinformação que quer nos engolir. É bom já ir se acostumando: o jornalismo vai continuar fazendo seu trabalho.

11 comentários:

  1. A imprensa livre e ativa também vem sofrendo sérios questionamentos, não é mesmo? Questionamentos justos, de excessiva parcialidade, baixa qualidade dos veículos, etc...
    Mas, sem dúvida, imprensa livre é fundamental.
    Off topic: e o Oscar que demitiu Kevin Hart por tweets homofóbicos de uma década atrás? Justo ou exagero? nem sei...

    ResponderExcluir
  2. Por essas e outras que só leio Süddeutsch Zeitung

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. The Guardian dahrling The Guardian dahrling

      Excluir
  3. Só leio A Tribuna de Sinop

    ResponderExcluir
  4. Já eu leio carta capital, veja, o antagonista, forum, etc. Prefiro os de centro-esquerda, por eu mesmo estar alinhado a esse pensamento. Porém leio de tudo!
    Nick

    ResponderExcluir
  5. Em Campinas o dono do jornal de maior circulação da cidade foi preso. Estava envolvido num esquemão de corrupção. É preciso separar o joio do trigo. Infelizmente tem muita gente ruim no meio jornalístico. Um grande exemplo? Joice Hasselmann

    ResponderExcluir
  6. Outro exemplo? Patricia Campos Mello

    ResponderExcluir
  7. Eu dividi uma citação de um jornalista Nova Yorkino de 1883 e fui censurado pelo blogueiro que lhes escreve. Fiz, recente, protesto!

    Um absurdo.

    (Pero MUI terrestre!)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jura? Faz tempo que eu não recuso nada seu, Mono. Manda de novo para eu analisar.

      Excluir
  8. Bloquear Mono, a Feia, é jogo baixo. Isso não vale... tô contigo, Mono! Força! Censura nunca mais!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Senta no rabo, HORRENDA.

      Aqui vai então:

      https://en.wikiquote.org/wiki/John_Swinton

      https://desmontandoababylon.wordpress.com/2016/02/19/somos-prostitutas-intelectuales-discurso-del-periodista-john-swinton-en-el-banquete-del-gremio-de-prensa-en-new-york-ano-1-880/

      Que se publique.

      Excluir