terça-feira, 27 de novembro de 2018

"TIMES" QUE ESTÁ GANHANDO

Os minions estão em polvorosa, porque o Bozo aparece entre os 55 nomes listados pela revista "Time" como candidatos ao título de "Pessoa do Ano" (não é mais Homem, atenção) - ao lado de luminares como John Chu, diretor do filme "Podres de Ricos", olha só que honra. Galera está pedindo votos para o mito no Twitter, mas antes deveria saber que...

1) O título não é um prêmio. A Pessoa (ou grupo de pessoas) do Ano é aquela que mais influenciou o noticiário, para melhor ou para pior. Hitler, Stálin e Khomeini foram Pessoas do Ano da Time.


2) Não é o público quem escolhe. A decisão final cabe aos editores da publicação. Além do mais, a "Time" não funciona feito o "BBB". Portanto, não adianta votar mil vezes no Bonoro. Fora que dá para saber de onde vêm os votos...

3) Ah, sim, claro: é "TIME", no singular, e não "Times" como está na hashtag que a minionzada inventou, talvez confundindo com o "New York Times". Mas esperar o quê de gente que não lê jornais nem revistas e só se informa pelo WhatsApp?

Aviso eu ou avisam vocês?

17 comentários:

  1. Se o recalque não escorresse pelas bordas deste post, ele seria capaz de incomodar. Do jeito que está, não rolou.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Recalque, minion? É tô é rindo alto da ignorância de vocês. Vai ler a Times, vai.

      Excluir
  2. O Mio Babbino Caro
    Bolsonaro e seus eleitores são uma das coisas mais infames que a "Pátria" coberta de Infâmias já sofreu. E para desgosto das bichas mínions locais. Diferente do apoio ao golpe, agora Tony e eu estamos do mesmo lado
    O que eu sempre soube que era isso que ao final iria acontecer. Tanto que Já nem opino demais. Tony diz por mim.
    Eleitores do Bozo!!!(kkkkkkk).

    ResponderExcluir
  3. O pior é que se ele for escolhido vão todos os idiotas comemorar e usar isso como um trunfo independentemente do teor da matéria e do como ele será retratado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Duvido muito. A nível mundial, o príncipe saudita MBS influenciou mais o noticiário.

      Excluir
  4. A parcela de quem não está nem aí pra política e pra quem odeia o Bolsonaro, eh muito maior que a destes alucinados. Se excluirmos os robos e boots entao...

    Entendam, Bolsonaro foi eleito presidente APESAR de suas convicções, não por causa delas.

    A mulher nao vai voltar pra cozinha, o negro nao vai voltar pra senzala e a bicha não vai voltar pro armario.

    Infelizmente na historia pra se dar dois passos pra frente, se dá um passo pra tras. Sempre foi assim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acreditava nesse seu segundo parágrafo... Agora, já não sei se existe tanto “pesar” entre os eleitores dele, acho que tem muita gente que acredita nas convicções dele e finge o contrário!
      MAs tenho fé, espero que eu esteja errado e você certo!

      Excluir
  5. O mais absurdo é o Lula ser processado pela doação de 1 milhão de reais. E a Dilma ser processada também. Absurdo!!!!!!!!! Onde esse país vai parar???? Vcs não vão comentar isso?
    Quero o Lula subindo a rampa com o Maduro esperando ele e uma holografia do Chavez ao lado!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  6. Eu acho que deveria ser o Lula, a Dilma e o Palocci na capa. E a edição toda dedicada ao maior golpe já dado a um país democrata.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Notícia de quase três anos atrás? A revista se chama TIME, não OLD TIMES.

      Excluir
  7. Os 3 juntos? Já foram capa?

    ResponderExcluir
  8. Vi um programa sobre a Coreia do Norte. Que país!!! Não tinha UM papel jogado nas ruas. Se Lula se perpetuasse no poder, certamente, em pouco tempo, estaríamos como eles. Não acha, Tony?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, não acho. Lula nunca teve ambições totalitárias.

      Excluir
  9. Sério??????? Acho que me enganei então.... que coisa.... como sou burro!!!

    ResponderExcluir