quinta-feira, 22 de novembro de 2018

PARTIDO SEM ESCOLA

Devemos comemorar a indicação de Ricardo Vélez Rodríguez para a pasta da Educação, só porque ele não era o favorito da bancada obscurantista? O futuro ministro tem sólidas credenciais antipetistas, mas até agora não encontrei nada dele defendendo que gênero e sexualidade não sejam discutidos nas escolas (o que não quer dizer que ele não defenda). Mas pelo menos o colombiano não é como o procurador Guilherme Schelb, o indicado "dos sonhos", segundo o Infeliciano. Por outro lado, Vélez é ligado a Olavo de Carvalho... Pois é, não durou nem 24 horas a ideia de termos um moderado como Mozart Ramos em um ministério tão importante para o futuro do Brasil. Por enquanto está avançando a Escola Sem Partido, ou melhor: o Partido Sem Escola. Viva o partido, abaixo a escola.

ATUALIZAÇÃO: Ricardo Vélez defende SIM o fim da educação sexual nas escolas. Apertem os cintos, vem aí uma enxurrada de adolescentes grávidas, pais fujões, doença venéreas e estupros em geral. Pois é: quem é contra a educação sexual nas escolas, é A FAVOR da pedofilia. Simples assim.

21 comentários:

  1. Esse "ministro do Bolsonazi já defende a escola sem partido e que não haja debate de gênero nas escolas

    ResponderExcluir
  2. A esquerda tentou emplacar o Mozart, via imprensa, mas não rolou. Quem conhece Bolsonaro sabe que Olavo era (e sempre será) sua primeira opção para a educação, todos sabíamos (menos os analistas que nada analisam) que o ministro seria o nome indicado pelo intelectual mais influente da atualidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mozart Ramos só é de esquerda para quem está à direita de Mussolini.

      E Olavo de Carvalho só influencia os asnos.

      Excluir
  3. Moderado, não. Mozart seria um radical da democracia e da educação. Um ótimo quadro mesmo para as esquerdas... Ficaremos na vontade...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Um ótimo quadro mesmo para as esquerdas"

      Fico admirado, 00:16, com a tentativa tosca de emplacar o Mozart. Vocês realmente acreditavam que Bolsonaro abriria mão do embate cultural?

      Leiam Olavo, pois está claro que muitos não têm ideia do quão complexa e ambiciosa é a direita que chegou ao poder.

      Ignorar e desconhecer o oponente é o primeiro passo de uma derrota acachapante.

      Excluir
    2. O Bozo, por um breve momento, realmente pensou no Mozart. Esse momento de lucidez foi abatido pelos obscurantistas.

      Ambiciosa, sem dúvida que essa direita é. Complexa... há controvérsias. Olavo só é respeitado por seus minions. No mundo acadêmico, na mídia, entre as pessoas realmente preparadas, ele é considerado um bufão.

      E agente sabe como acabam os fascistas, néam?

      Excluir
  4. OFF: Até as 9 da manhã de ontem, já tinham sido feitas mais de 6 mil inscrições para o Mais Médicos. Há o risco de não sobrar vagas para a segunda fase do programa.

    Mesmo assim, houve uma morte:

    Morreu a narrativa dos esquerdistas que falavam que sem os médicos cubanos o Brasil ia se ferrar.

    Descanse em paz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só acho estranho esse pessoal não ter feito sua inscrição antes do fim do convênio com Cuba. Será que estavam esperando o homi assumir pra colocar em prática toda essa brasilidade e patriotismo?

      Excluir
    2. 12:50 Há uma grande quantidade de médicos recém formados pelas faculdades que surgiram nos últimos anos. Fora isso, há quase vinte mil brasileiros que estudaram no exterior, aguardando pela segunda fase do programa. Sem contar que o PT causou o desligamento de inúmeros profissionais, para que fossem substituídos pelos cubanos: muitas prefeituras pequenas preferiram deixar de pagar os salários de médicos reais, para se beneficiarem do programa federal.

      Excluir
    3. 12:50 As inscrições só abriram depois da quebra unilateral de contrato, feita por Cuba.

      Excluir
  5. 90% das vagas do Mais Medicos foram preenchidas por pessoas habilitadas. Chupa, esquerdopatas!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Onde elas estavam esse tempo todo?

      Excluir
    2. Segundo o Anônimo das 18:49, estavam sendo formados pelas faculdades que surgiram nos últimos anos. A outra parte, de acordo com ele, quase vinte mil brasileiros que estudaram no exterior, estavam aguardando pela segunda fase do programa. Falta ele compartilhar de onde retirou essa informação.

      Excluir
  6. Esse Olavo ainda é pior que os evanjas, porque os evanjas pelo menos já se apresentam como fanáticos religiosos, o Olavo tenta passar uma imagem de intelectual laico, de filósofo, quando na realidade nem terminou o Ensino Fundamental,vivia de fazer mapas astrais, consultas astrológicas,até resolver virar "filósofo" conservador

    ResponderExcluir
  7. Fico me questionando de onde vem todo esse ódio que alguns comentaristas despejam aqui. Essa imensa dificuldade de aceitar que outro possa ter um ponto de vista diferente do seu, sem ser taxado de esquerdista ou doente mental. Os comentários superficiais, a maioria deles sem base alguma em qualquer pesquisa séria. E ainda se autodenominam democratas. Não sei se rio ou se choro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esquerdista é um doente mental.
      Entre rir ou chorar, nenhum dos 2: se mate.

      Excluir
  8. Volta Dilma! Volta Lula! Volta Palocci! Tanta gente boa! Que absurdo!!!!!

    ResponderExcluir