quinta-feira, 4 de outubro de 2018

RASGA CORAÇÃO

Dois candidatos a deputado pelo partido do Bozo rasgaram as placas simbólicas que renomeavam uma praça no centro do Rio como "Marielle Franco". A intenção de ambos era só causar reboliço nas redes sociais e alavancar suas candidaturas, portanto nem vou citar seus nomes aqui. O mais chocante é constatar, DE NOVO, o despudor da extrema-direita em espalhar fake news e deturpar narrativas. É a mesma turma que inventou que Marielle era mulher de traficante e que teria sido morta em um acerto de contas entre a bandidagem. Marielle, na verdade, lutava contra as milícias que dominam muitos bairros cariocas e, muito provavelmente, foi assassinada a mando delas. Uma gente tão poderosa que, seis meses depois do crime, a investigação ainda não produziu resultados concretos. Mas nada disso importa para os autoproclamados "cidadãos de bem", que usam a violência para se impor. Este é o meu maior medo de uma vitória do Bozo: nem tanto pelo que ele irá fazer, pois será tolhido pela oposição, pelo Judiciário e pelas próprias limitações, mas pelos minions, que se sentirão mais empoderados do que nunca. Ainda faltam dois turnos. #EleNão!

32 comentários:

  1. Basta empurrar o Haddad para o segundo turno e o pesadelo vai se tornar realidade. No reinado do Bozo a lampadada será a norma.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Segundo Ibope e Datafolha, os mais de 20% do PT são praticamente intransferíveis. Restaria a Ciro os votos de Marina (insuficientes) e Alckmin (acho mais fácil que passem para o Coiso). A não ser que as pesquisas estejam muito erradas, havendo segundo turno, será Haddad X Bonoro.

      Excluir
    2. Esses dois boçais aí são bem o tipo que enquadrava o Chico no Leblon.
      É só aguardar o 2°. Turno para rir.
      #ELENÃO

      Excluir
  2. E só eu achei que o Bozo da camiseta tá com orelhas de Mickey?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem um terceiro lá atrás: Canalhas!!!!!

      Excluir
  3. Gente. Tem que ser Ciro no segundo turno. Haddad e Bolsonaro não!
    Qualquer um dos dois ganhando geraria uma oposição mais agressiva e teríamos quatro anos tumultuados pela frente. Ninguém merece isso. Ciro não é o candidato dos sonhos mas é a única alternativa contra o Bozo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A plano econômico do Ciro seria mais desastroso que o do PT, fora que Haddad é muito mais preparado e equilibrado.

      Excluir
    2. Querido/a das 14:23, vou desenhar especialmente para você. Preste atenção, tá? Já passamos do ponto em que se podia discutir quem é melhor do que isso ou aquilo. A questão é este cenário Bozo versus PT. Goste ou não, irracional ou não, existe uma coisa chamada antipetismo, e que é muito forte. Apostar no PT é eleger o Bozo, simples assim. Haddad já perdeu para o Dória exatamente por causa disso. Dilma por pouco não perdeu para o Aecim exatamente por causa disso. Você precisa mesmo de um terceiro exemplo de como isso pode acabar muito mal, e de como aquele que você menos gostaria de eleger vai acabar se elegendo POR SUA CAUSA? Pense, criatura!

      Excluir
  4. Esse seu medo é o meu tbm,principalmente da polícia, q pode se achar livre pra bater e torturar quem quer q seja. Sei q eles ja fazem isso hoje mas pode piorar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 13;27 Principalmente dos Pitbull e trogloditas.

      Excluir
  5. Com certeza não foi a milicia, o "poder"da milicia não é nada comparado ao poder do capital financeiro e dos donos do país que rapinam a sociedade como um todo, tratam o pobre e todos nós como inimigo, retiram 500 bilhões por ano através da dívida pública, e humilham 200 bilhões. Nas palavras do mestre Jessé Souza:
    A falsa consciência, que permite a dominação simbólica/afetiva do oprimido pelo opressor, se materializa, hoje em dia e antes de tudo, na “fragmentação da consciência”.

    A consciência fragmentada é aquela que não reconstrói mais os vínculos de compreensão entre os fatos dispersos que observa. É como na nossa mídia venal. O problema não é apenas que se deixe de veicular as informações. O problema é que elas, quando veiculadas, o são sem qualquer conexão com a totalidade maior, que é o que torna qualquer fato singular compreensível.

    Pior. Como não existe reflexão abrangente, os fatos pululam como se fossem casuais e arbitrários, reforçando o medo e a insegurança que sentimos frente a tudo aquilo que não compreendemos.

    Assim o medo e a insegurança, consequência da violência física e material bestial da execução da vereadora Marielle Franco, é ampliada e aprofundada pela violência simbólica cujo produto principal é a fragmentação da consciência do público. A Rede Globo nada de braçada neste mar revolto.

    A Globo, no comando do processo simbólico/afetivo de tornar opaca a rapina econômica do País pelo capital financeiro, tenta se apropriar do assassinato nos seus próprios termos: como violência abstrata e generalizada que só pode ser combatida por mais violência, desta vez concreta e concentrada, antecipando o segundo passo do golpe em curso.
    Se o interesse predominante é a rapina econômica da população e das riquezas do País, a forma política e cultural que o saque assume são constitutivos do sucesso ou fracasso da empreitada. Daí o conluio entre a Rede Globo e a Lava Jato ser a face mais visível do processo golpista. A forma política do golpe é o estado de exceção consubstanciado na supremacia da Lava Jato sobre a constituição e seu ataque seletivo e sem freios a inimigos políticos e aos direitos fundamentais.

    A forma cultural do golpe, por sua vez, é a apropriação do moralismo de fachada, como justificativa do sequestro da soberania popular, e da linguagem pseudo-emancipadora, que logra iludir partidos e movimentos sociais capturados pelas lutas identitárias da lógica do “dividir para reinar”, típica do capitalismo financeiro.

    Como o sacrifício da legalidade foi realizado em nome de um combate da corrupção que só fez aumentá-la aos olhos de todos, a primeira fase rósea do conluio Globo/Lava Jato que derrubou a presidenta e fez o PSDB renascer das cinzas em 2016 acabou. A tentativa de quebra do consenso democrático/constitucional de 1988 não acarretou, como previsto, uma estigmatização das esquerdas, mas a radicalização da sociedade como um todo.

    ResponderExcluir
  6. Ninguém contou para eles que cidadão de bem não depreda patrimônio público? Só vagabundo faz esse tipo de coisa. Ah! E esse tipo de coisa na época da ditadura dava cadeia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adoro comentários inteligentes e humorados assim!

      Excluir
  7. Não concordo, a placa estava ali de forma irregular, podendo causar confusão entre turistas e pessoas que não conhecessem bem a região. Tirando o sensacionalismo grosseiro, eles não cometeram nenhum crime ou ato infracional. Quanto a não solução do terrível crime de Marielle, 98% dos assassinatos no Brasil não são solucionados. Inquérito inconclusivo por nossas bandas é regra, não exceção.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Idiota das 14h16. O assassinato em questão não é apenas mais uma estatística. Pense no como e no porquê dela ter sido morta. E dois canalhas tentando se promover rasgando a placa, com direito a selfie e tudo, é indigno até mesmo para gente da sua laia.

      Excluir
    2. A gente paga esse povo pra que? Pra botar pobre e/ou preto na cadeia??

      Excluir
    3. A gente paga esse povo pra que? Pra botar pobre e/ou preto na cadeia??

      Excluir
  8. O Mio Babbino Caro
    Fora as piadinhas sobre as bichas voltando pro armário que já estão rolando. Nem nos piores pesadelos o pessoal do pato imaginavam que o plano úrdido em seu seio daria tão certo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos parar com essa mania de jogar a conta do Bozo em quem reclamou da Dilma?

      A imensa maioria dos que votam no Bozo é ANTIPETISTA. O PT, que roubou para caralho e afundou o país na recessão, é o culpado número 1 pela ascensão da extrema-direita (mas não é o único).

      Excluir
    2. Reclamar de um político eleito é totalmente diferente de apea-lo do poder pelo motivo alegado no caso. Contribuindo para chegar à situação atual.

      Excluir
    3. "é o culpado número 1 " Na na ni na não. Pt é culpado, quem pediu impedimento é culpado, fiesp é culpada, psdb que fez um mea culpa é culpado e quem vai votar nele é culpado pela ascensão do mesmo. Não tem nada de ser número 1 não, pois muitos avisaram que isso ia acontecer mas teve gente que não quis dar ouvidos!
      Nick

      Excluir
    4. É o culpado no. 1 porque a maioria dos eleitores do Bozo nem é tão fã assim dele, mas é antipetista roxa.

      Excluir
    5. Eles poderiam escolher outra opção! Mas tem um meme na net que explica que isso não basta para os "anti-petistas", porque NO FUNDO eles SE REFLETEM no discurso de ódio do Sónabolsa!!!

      Era só escolher o Ciro Gomes, que ganhariam do PT facinho... Mas NÃO! Vão para o EXTREMO.

      Da direita!

      No país que mais MATA gays no mundo, eles vão votar no cara que FALA que "filho viadinho tem que levar porrada até aprender a virar homem!"

      Excluir
    6. 19:36 Antipetista roxo. Vão ter que procurar tratamentonos ou continuem roxo para muitos não diz nada problema totalmente deles.

      Excluir
  9. O PT saiu ainda mais forte do impeachment. O mesmo nao se pode dizer do PSDB e da Marina Silva que perderam a oportunidade e estão pagando hoje. O tucanato vai ruir até em Sao Paulo. O fato eh que o PSDB nunca soube ser oposição de verdade e Marina, ah, Marina...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O PT saiu mais forte? Há controvérsias. Perdeu de lavada a Prefeitura de S. Paulo, e periga perder essa eleição também. Sem falar na bancada do Congresso, que deve encolher bastante.

      Excluir
    2. PT é o único que tem 20% de eleitores que votam no partido. O resto não.

      Excluir
    3. 17:47 Perdeu a Prefeitura naquele mento que todos estavam embriagados pelos coxinhas, perdeu para a turma e o calor "do Alexandre Frota", MBL, duvido que isso aconteceria hoje.

      Excluir
    4. Di boa!
      É muito votar no PT depois de tudo. Só para os comprometidos, fortes e "seguros".

      Excluir
  10. NÃO ACREDITE EM FAKE NEWS... Mesmo. Tá?http://escrevalolaescreva.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Esta ridícula performance destes dois pitboys é apenas mais um exemplo da Bolsonarização do Mal

    ResponderExcluir
  12. To lendo aqui que o da direita na foto foi secretário de direitos humanos de nilópolis.
    É dose.

    ResponderExcluir