sexta-feira, 5 de outubro de 2018

PAROU, MAS NÃO DEU PARA TRÁS


Dessa vez, Pabllo Vittar não foi longe demais. "Não Para Não", seu segundo álbum, é quase que o volume 2 de "Vai Passar Mal", o primeiro. Esse novo trabalho é mais variado musicalmente, mas não mexe no time vencedor. As letras não precisam da voz de uma drag: poderiam ser cantadas por qualquer diva pop, e eu acho que é aí que mora o segredo do sucesso de Pabllo. Mas, como eu digo na minha coluna de hoje no F5, ele/a consegue ser política apenas por ser o que é. Num país que caminha a passos largos rumo à Idade Média, é alentador ter uma figura como essa na TV e no hit parade. Animado, bem produzido e cheio de chicletes sonoros, "Não Para Não" carece de palavras de ordem contra a boçalidade que ameaça nos engolir. Mas dá para o gasto. Hoje em dia, ficar no mesmo lugar já é um avanço e tanto.

9 comentários:

  1. Pablo vittar eh uma poc sem vergonha de ser poc. Como eh compositora, tem vida longa pela frente. Nao esquecamos de outros artistas gays tbm pq na hora do vamo ver sao eles que nos representam mesmo: jhonny hooker, filipe catto, jaloo, liniker, rico dalasam, gloria groove... Pra todos os gostos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Johnny hooker só representa as bixas muito erradas.

      Excluir
    2. Antes uma gaya errada que nenhuma gaya.

      Excluir
    3. Ainda bem que não estamos em falta de gaya certa.

      Excluir
    4. Já ganharam as eleições de 2018???

      Ou vão ficar SÓ nas "gayas"?

      Excluir
  2. Entendo, reconheço e aplaudo todas as questões citadas no texto. Mas, musicalmente é ruim demais. Consegui ouvir 2 músicas e meia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sao 3 musicas boas:
      Todo dia
      Ko
      Corpo sensual

      ;)

      Excluir
  3. Que bosta de som. Há dez anos eu usufruo, aqui, da cultura avantajada do Tony. Muito bem cuidado o corpo do garotão, sensacional a cabeleira, mas não sabe cantar nem compor, é menos que amador. Nesse mundo deturpado a música é a última coisa que nos resta. Precisa ser bem tratada.

    ResponderExcluir