sexta-feira, 5 de outubro de 2018

LIBERDADE PARA A BORBOLETA


Eu era pequeno demais quando "Papillon" virou filme pela primeira vez. Queria ser pequeno agora, para ter perdido a segunda versão. O que supostamente foi a mais espetacular fuga da cadeia de todos os tempos (hoje se sabe que Henri Charrière inventou muita coisa) se converteu em uma sentença de duas horas, tão divertida quanto uma temporada na solitária. Os personagens são mal construídos, as motivações são pífias e o esconderijo do dinheiro, que tantas piadas rendeu em 1973, é jogado na privada, hahahaha. Rami Malek até que está bem no papel que foi de Dustin Hoffman, mas Charlie Hunnam consegue ser tão inexpressivo quanto Steve McQueen, só que sem o carisma deste. Fuja!

2 comentários:

  1. Ahh ta!!!! Mui pequenhinha !!! About 17 years old si si mui pequenha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 13, em outubro. O filme era proibido para menores de 18.

      Excluir