quarta-feira, 24 de outubro de 2018

A NOVA SHIRLEY BASSEY

Um ano atrás, li em algum lugar que Conchita Wurst havia se aposentado. Thomas Neuwirth tinha se cansado de interpretar o personagem. Até que, no começo deste ano, elx revelou ser HIV positivo, depois de ser ameaçadx de chantagem por um ex-namorado. A admissão fez com que fraulein Wurst se erguesse, aham, feito uma fênix renascida das cinzas. E sua nova façanha é nada menos do que um álbum gravado com Sinfônica de Viena. "From Vienna with Love" quase que só tem covers de clássicos, além de dois temas de James Bond. Conchita também mergulha no repertório de Dame Shirley Bassey - e se sai bem, como se pode ouvir no vídeo acima. E o dueto com Pabllo Vittar, é para quando?

5 comentários:

  1. O Mio Babbino Caro
    Nessa foto tá parecendo a imagem veiculada como de Jesus...
    Citar Pabllo vittar causa um anticlímax na história.

    ResponderExcluir
  2. Usar 'x' no lugar do artigo é a última fronteira da rendição à idiotia patológica.

    Desliguem as máquinas, senhores, o paciente sofre de morte cerebral.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também não gosto. Mas, neste caso, eu estava me referindo a Thomas Neuwirth e a Conchita Wurst ao mesmo tempo. Por isto usei o x.

      Excluir
    2. Também não gosto desse hábito de alguns militantes, espero que se restrinja a escrita coloquial.
      Se a pessoa mudou de gênero, chama pela grafia do novo gênero, mas abomina esse “x”, não tem nem como se pronunciar isso.
      E pior, é quando vemos jornalistas que gostamos, escrevendo assim, é para desligar as máquinas mesmo...

      Excluir
    3. Kkkkk tendeu nada mesmo

      Excluir