segunda-feira, 17 de setembro de 2018

SOON-YI OR LATER

Já defendi tantas vezes o Woody Allen, aqui no blog e na minha coluna no F5, que não vou ficar me repetindo. Só um pouquinho: nunca acreditei que ele teria abusado de sua filha adotiva Dylan quando esta tinha apenas sete anos. Muito mais plausível é Mia Farrow ter plantado uma lembrança falsa na cabecinha da garota, machucada que estava por ter sido trocada por outra filha, Soon-Yi. Esta semana a sempre discreta coreana finalmente abriu a boca, em uma longa entrevista para o site Vulture. Leia, se você entende inglês. Só acrescento que concordo com tudo. E que estou puto com a Amazon, que cancelou o lançamento do novo filme de Woody, "A Rainy Day in New York". Que, para aumentar minha dor, tem Timothée Chalamet no elenco.

12 comentários:

  1. O Mio Babbino Caro
    Nunca percebi esse caso como um abuso. Assim como aqueles casos que professoras se relacionam com aluno, são presa e cumprindo a pena se casam com o mesmo ex-alunos e constituem uma família...a vida tem lá seus desígnios.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O caso de Woody e Soon-Yi não tem nada de abuso. Ela tinha 22 anos quando se juntou a ele. O que se discute é se Woody teria abusado ou não de Dylan quando esta teria sete anos de idade.

      Excluir
    2. Tbm acho pouco provavel e com todo esse histórico, resta pouca credibilidade a Mia Farrow.
      G-

      Excluir
  2. Aliás, o seu Timóteo foi bem hipocrita quando disse que ia doar o chachê recebido pelo filme por conta dessas acusações. Perai.... essa história roal a anos, vai dizer que ele não sabia de nada quando aceitou fazer...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade. Fiquei bem desapontado quando ele fez isto, provavelmente por sugestão de seu agente. Quis ficar bem na foto e revelou uma certa fraqueza de caráter. Mas continua sendo uma teteia...

      Excluir
  3. O cara casou com a própria filha. Daí vem as questões: esperou mesmo ela ficar adulta? E a esposa, trocada? Fora a questao discrepante da idade neah. Woody allen parece um velho babao, nao um coroao gostoso pra ficar zanzando com uma ninfetinha.


    Eu nao queria que isso acontecesse na minha familia e acredito que a maioria das pessoas também nao. Isso nao eh um caso de amor. Foi, na melhor das expectativas, uma paixao proibida. Na pior, pura loucura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Soon-Yi Previn, como o próprio nome diz, não é filha de Woody Allen. Ela foi adotada Por Mia com seu marido anterior, o maestro André Previn. E tinha 22 anos quando começou a namorar Woody. É creepy? Claro que é. Mas não é crime.

      E o que está se discutindo aqui não é o amor entre Woody e Soon-Yi. Eles estão juntos há 26 anos. Sim, hoje ele é um velho, com 82 anos (e nunca, jamais, em momento algum foi um coroa gostoso). E ela já tem 47. Ninguém tem nada a ver com isto.

      Excluir
  4. Fora que a Mia Farrow nunca é cobrada, por exemplo, pelo pessoal do #MeToo a respeito do apoio irrevogável a Roman Polanski

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mia tem um passado bem atribulado. Jovenzinha, ela "roubou" André Previn, que era marido de uma de suas melhores amigas. E também declarou que Ronan Farrow não é filho biológico de Woody, e sim de seu ex-marido Frank Sinatra (de fato, o garoto é luro de olho azul e não se parece em nada com Woody Allen).

      Excluir
    2. Kkkkkkk Esse Tony... tá parecendo Leão Lobo! Rs

      Excluir
  5. Nesse caso já estou como a Glória Pires faz tempo.

    ResponderExcluir
  6. Woody Allen foi investigado por dois estados por mais de um ano, a menina passou por exames físicos, nove psicólogos e nada foi comprovado, tanto que o Woody nem foi indiciado. Acho que parece ser mais um caso de alienação parental por vingança por parte da Mia.

    ResponderExcluir