sexta-feira, 7 de setembro de 2018

ANDRADE

Eu gosto do Fernando Haddad. Não votei nele em 2012, mas mudei de ideia em 2016. Foi um bom prefeito de São Paulo. Descuidou um pouco da zeladoria, é verdade - mas saneou as contas da cidade, o que é uma façanha e tanto. Haddad é, de longe, o quadro mais preparado do seu partido (é só conferir seu currículo). Além do mais, as acusações contra ele são ralas e têm cheiro de eleitoreiras. Claro que a reboque vem o PT e sua sanha por propinas, sítios e triplexes. Mas sou infinitamente mais propenso a votar no "Andrade", como dizem alguns nordestinos que mal o conhecem, do que em Lula, dono de um discurso divisivo. E voto nele sem piscar se for ao segundo turno contra o Bostonaro. Mas vai ser uma ironia e tanto se, depois das passeatas de 2013, do impeachment e da ascensão da direita raivosa, o mesmo partido que venceu as últimas quatro eleições presidenciais vencer mais esta também. Não era bem isso o que eu queria, mas ainda é melhor do que um protofascista no Planalto.

41 comentários:

  1. Essa fanfic sobre Haddad ter sido um "bom prefeito de São Paulo" é de rolar de rir. Menos, Tony, bem menos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prove o contrário, por favor.

      Excluir
    2. 15:09 Saiu da prefeitura com o SEGUNDO MAIOR índice de rejeição da história recente, só superado por Celso Pitta (o poste do Malluf)

      Excluir
    3. Saiu com rejeição por que foi na época do impedimento, anti-petismo radical e em uma época que MBL ainda passava credibilidade pra quem acreditava neles, como o Tony acreditava (movimento anti-corrupção , que na verdade se descobriu que é para apoiar corruptos conservadores).

      Excluir
    4. No MBL eu nunca acreditei, porque uma das primeiras fotos que eu vi do Kim Kataguiri mostrava ele ao lado do Eduardo Cunha

      Excluir
    5. Haddad saiu com baixa popularidade porque, dentre outras burradas, suas ciclofaixas foram uma estupidez urbanística sem tamanho, principalmente nos bairros mais distantes do centro. Sem contar os custos mal explicados.

      Anyway, estou com o coração apertado pelo Tony. Depois do atentado contra Bolsonaro, como se a candidatura do bandido não fosse suficiente, ficou evidenciado quem são os mocinhos da história nacional. Nosso blogueiro predileto é uma pessoa boníssima, mas com uma grave dificuldade em avaliar o mundo real: deixa-se levar por narrativas sem base, etéreas. O preço a se pagar por uma evidenciada inclinação artística, o mal das almas sensíveis.

      Excluir
    6. Bostonazi, mocinho? Com um vice que disse na GloboNews que “heróis matam”, se referindo aos torturadores?

      Excluir
    7. Ah, a narrativa da "tortura"...

      Perguntinha: como obter informações fundamentais de terroristas altamente treinados que matavam, explodiam, assaltavam e sequestravam em nome da "causa", para impor uma "ditadura do proletariado"? Quem foi o herói dessa história? Marighella? As pesquisas da Comissão da Verdade mostram que as décadas de regime militar no Brasil mataram menos que a esquerda na Nicarágua, nos últimos meses! É quase impossível travar um combate sem baixas. E elas ocorreram de ambos os lados. Por isso foi declarada a anistia, para viabilizar a democracia.

      Ninguém na direita em poposição de comando ou destaque quer um novo 1964. Se quisessem, já o teriam feito. Infelizmente, a esquerda está tentando uma ruptura a todo custo: até o evidente financiamento de um assassino. Ou um desempregado teria grana para bancar viagem a um clube de tiro em Florianópolis, hospedagem por duas semanas em MG, lap top, celulares, alimentação e advogados de ponta que surgiram do nada? Ou um mero "maluco" teria se formado em pedagogia, sido filiado por anos ao PSOL e saberia o ponto mais fatal para esfaquear alguém. Não digo que ele seja completamente normal, mas tudo indica que há mais gente envolvida. Para a felicidade de TODOS, o ato não matou o candidato. As consequências, aí sim, seriam terríveis.

      Excluir
    8. É assim que começa: surge a narrativa de que não foi tão mau assim e que havia um objetivo maior, a derrocada do comunismo. Daqui a pouco estarão relativizando cada perda de um direito fundamental, em nome da segurança e da estabilidade, até nos transformarmos em Gilead.

      Excluir
    9. Ao anônimo das 11:14, até compro parte de sua narrativa de grupos de esquerda terem sido financiados pela URSS, do mesmo modo que o regime militar era financiado pelos EUA. Se não existiu ditadura e tortura então avisa a CIA e ao governo dos EUA porque eles que liberaram arquivos dizendo que existiu e eles financiaram!

      Excluir
    10. "Gilead", foi inventada por uma feminista marxista gramicista da escolar alemã de blá blá blá, esse marxismo cultural que está em impregnado na TV e que vai destruir as famílias por mostrar relações homossexuais e adultério!
      Nick

      Excluir
  2. Também gosto do Haddad. Mas meu voto no 1o turno é para quem estiver com maior intenção de voto e não for Bolsonaro, Alckmin ou Amoedo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Penso como vc, com a diferença que o Alckmin tb pode ter meu voto...

      Excluir
    2. O Alckmim e um bolsonaro esclarecido...mas é um Bolsonaro.
      G-

      Excluir
  3. Pronto para o ataque da "direita raivosa" que visita seu blog desde o impedimento?
    Nick

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos falar da esquerda raivosa que dá facada e vcs aplaudem?

      Excluir
    2. Você me viu aplaudindo algo? Só me atenho aos fatos: não vi sangue, se recuperou rápido de mais, é o candidato que vai resolver a segurança do Brasil, mas não conseguiu garantir a própria, etc.

      Excluir
    3. Não gosto de espalhar mentiras, mas analisando tudo: não ter sangue, fotos hospital, recuperação rápida, advogados pagos, para mim foi armação da própria direita isso e não da esquerda ( pois esquerda mesmo de raiz como vocês mesmo dizem em seus comentários, derruba aviões, e não facadinhas)
      Nick

      Excluir
  4. Nesse cenário eu prefiro votar em branco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. voto em branco diminui o nro. de votos necessários para Bolsie vencer no primeiro turno

      Excluir
  5. Depois de perceber que as jornadas da CIA ou junho foram uma farsa, que deram um golpe pra nos roubar através da dívida pública, pra roubar nosso direito de educar nossos filhos com o lucro do pré sal, que vivemos numa distopia, que tivemos um recorde de assassinatos políticos nos últimos 5 anos, que o scare tactic de falar que tinha uma crise e lojas estavam fechando é uma farsa, que não existe “economia”, mas sim uma realidade de uma elite da rapina que destruiu a nossa dignidade, democracia, para drenar a riqueza de todos pro próprio bolso....O povo de uma forma ou de outra vai se rebelar, e no final querido quando o gigante “acordar” essa briga vai ser militar e nós já ganhamos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 22:38 Qual parte de "os profissionais da violência somos nós" você não entendeu? :*

      Excluir
  6. Tony, como leitor antigo fico um pouco chateado em ver você assumir essa fanfic de que os nordestinos chamam Haddad de Andrade. Sabe que tem TV e internet em todo lugar, né? Minha mãe tem 77 anos e mora no interior da Bahia, a quase 700km de Salvador. Usa computador e smartphone, lê muito apesar de só ter feito o curso de magistério disponível à epoép dela. Jura que vc acha que ela e muitos outros nordestinos não sabem quem foi o prefeito da cidade onde seus filhos (como eu) moram?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não falei que TODOS os nordestinos chamam o Haddad de Andrade. Mas que bom, então, se for fanfic.

      Excluir
  7. O Haddad é uma Dilma de calças.
    Só mais um fantoche da agenda do Lula que já sabemos não ser nada boa.
    Sinto um medo igual dos eleitores do Bolsonaro e do Lula, seja este último disfarçado de Dilma, Haddad, Beira-mar ou Bozo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem dera a Dilma tivesse sido um fantoche do Lula. Mas ela só fez o que quis, e fez muita burrada.

      Excluir
  8. Fatos curiosos a serem observados: esquerdistas usaram de violência para impedir alunos de assistirem ao filme do Olavo, atentaram contra a vida de um senhor de idade em frente ao Instituto Lula, mataram um cinegrafista, atacaram estudantes com a camisa do Bolsonaro em universidades públicas, boicotaram reuniões da direita nas mesmas universidades, agrediram inúmeras vezes o Arthur do Val, deixaram o candidato a deputado estadual Galdino (apoiador de Bolsonaro) em coma, atentaram contra a vida do candidato mais bem colocado nas pesquisas e se surpreenderam quando o agressor, em vez de ser espancado até a morte, foi contido e levado às autoridades policiais, mesmo após a tentativa de homicídio com cunho político.

    Olhando o retrospecto fica claro qual espectro político prega e pratica a violência e a discriminação. E não somos nós.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. “Nós” não inclui o vice que diz que “heróis matam”, se referindo aos torturadores? Faz-me rir. Para não chorar.

      Excluir
    2. Ao anônimo das 06:19, em seu discurso dá para ver claramente que não sabe diferenciar militantes raivosos de esquerda de quem vota na esquerda!

      Excluir
    3. Vou mais além, se esses "esquerdistas" fizeram isso cabe as pessoas atingidas meterem um processo neles!

      Excluir
  9. Eu também gosto do Haddad, mas torço para que ele não esteja no segundo turno. A rejeição ao PT é muito grande. Creio que os outros candidatos tenham mais chance de conquistar votos daqueles que não querem votar no Bozonaro e nem no PT e que fatalmente anularão o voto se o segundo turno for entre os dois.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este é um bom ponto. Haddad é quase tão polarizador quando o Bostonazi, e já vi muita gente razoável dizer que prefere votar no PSL para não ter o PT de volta ao Planalto.

      É também por isto que eu vejo até petistas dizendo que vão votar no Ciro, que teria chances de uma vitória mais contundente contra o Bozo no segundo turno.

      Excluir
  10. O Mio Babbino Caro
    EU NAO DISSE!!!

    ResponderExcluir
  11. Tony, me ajuda. Eu sou carioca e vou votar no Paes porque qualquer um perto dele parece um Obama. Nossa. Nem tem como comparar. O Rio hoje parece que nem tem prefeito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vote no Paes e durma tranquilo: é de longe o melhor candidato a prefeito do Rio. E não é só por serem horríveis os demais candidatos, pois ele tem qualidades como administrador e não é burro. Sabe que pode ter carreira política longa e ascendente em um estado com seus antigos líderes na cadeia.

      Excluir
    2. Paes fez coisas terríveis, como a ciclovia que desmoronou no mar e matou várias pessoas. Também estava ligado ao grupo do gangster Sérgio Cabral. Mas, dada a concorrência, é mesmo a melhor opção para o Rio neste momento.

      Excluir
  12. Haddad até pode ser um cara legal, mas vc leu o plano de governo dele? Me refiro especificamente a censura que o PT quer adotar sob o nome de controle social da mídia, como uma vingança a imprensa, e a perseguição ao ministério publico, especificamente à lava jato.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fernando Haddad é a minha 6a. ou 7a. opção de voto. Antes dele eu votaria no Álvaro Dias, no João Amoêdo, talvez até no Geraldo Alckmin. Mas ainda prefiro o Haddad ao Bostanazi.

      No mais, o "controle social da mídia" (vulgo censura) sempre esteve nos planos do PT. Nos 13 anos em que o partido esteve no poder, tentou algumas vezes implantar o tal controle - e sempre deu com os burros n'água, mesmo tendo maioria no Congresso.

      Se Haddad for eleito, duvido que também tenha essa maioria. Vai ser ainda mais difícil reestabelecer a censura. Isso é mais papo para mobilizar a militância do que proposta concreta.

      Tem aquele ditado em inglês: "better the devil you know". Prefira o diabo que você já conhece.

      Excluir
  13. Tony, por favor, você que é tão rempli d’un tas de choses, caia na real: o Andrade está fazendo chocante papel de imbecil nessa campanha, um doutor em marxismo como mero moleque de recados. Envergonhado ao pagar mico com chapéu de cangaceiro propaganda da TV ou por discursar abobrinhas lulistas, esse cara não pode ser presidente. Até o Solnorabo deve ser melhor presidente que ele!

    ResponderExcluir
  14. É inacreditável e absolutamente ESTARRECEDOR que pessoas esclarecidas votem no PT! Temos o que merecemos! Seremos a próxima Venezuela e aí quero ver como ver as discussões...

    ResponderExcluir