quarta-feira, 29 de agosto de 2018

COMIGO NÃO, VIAAADOOO

Foi só a Netflix anunciar para breve a série brasileira em animação "Super Drags" para a Sociedade Brasileira de Pediatria se manifestar contra. O programa, que ainda nem estreou, seria uma grave ameaça às crianças. Só que tem um detalhe: "Super Drags" não é para crianças. A classificação indictiva é 16 anos, como o provocativo teaser acima deixa claro. Como disse o Pedro HMC, que me passou a dica: talvez os dirigentes da SBP devessem se consultar com membros da Sociedade Brasileira de PSIQUIATRIA, para tratar da própria homofobia.

9 comentários:

  1. Para mim, a Sociedade Brasileira de Pediatria soltou a nota acreditando em fake news que rodaram por ai dizendo que o desenho era voltado para crianças. Sim muitos pediatras (e médicos) são burros a ponto de cair em fake news.
    Logicamente, essa "propaganda gay" iria transformar todas as crianças em gays. Como bem sabemos, todo homofóbico acha que todo mundo quer virar gay, só não o vira por opressão. Se a opressão acaba, todo mundo vira gay. Ai, como "gay não tem filho" a humanidade deixa de existir...
    Obviamente a Netflix, esperta, tá só aproveitando a situação para divulgar mais a sua animação. Se não tivesse dado esse rolo, não estaríamos aqui falando sobre esse assunto. Eu, pelo menos, nem saberia da existência dessa série.

    ResponderExcluir
  2. Os membros da SBP devem ter lido artigos da American College of Pediatricians (uma entidade conservadora)ao invés de terem lido artigos da
    https://en.wikipedia.org/wiki/American_Academy_of_Pediatrics
    Nick

    ResponderExcluir
  3. Sugiro mandarmos reclamação para a SBP para eles se tocarem que estão lendo artigos de uma entidade que de científica não tem nada
    Nick

    ResponderExcluir
  4. Não me "encanto" com o universo drag, nunca assisti episódio de RuPauls, mas adorei o teaser da animação e acho que vai ser engraçada, vou assistir!
    Nick

    ResponderExcluir
  5. O Mio Babbino Caro
    O Brasil se tornou um inferno com a articulação dos estúpidos conservadores e reacionários. A qualquer mínima manifestação fora de suas cartilhas se arvoram como à enfrentar um monstro de 7 cabeças.
    Isso uma hora vai passar mas até lá.
    Isso que dá brincar de ser de direita e alimentar esses animais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom mesmo foram os anos de Lula e Dilma, presidentes que proporcionaram tantos avanços pra causa gay, não é mesmo? Às vezes acho que certas gueis vom suas vidas fantasiosas são piores que os homofobicos.

      Excluir
  6. Além do mais, se a série tivesse uma classificação mais branda, o que de tão ruim as drags poderiam fazer pras crianças, hein? Povinho que não sabe mais o que fazer...

    ResponderExcluir
  7. Sei lá porque, eu ainda não tenho assinatura do Netflix, apesar de todo o movimento "jornalístico" (nos cadernos de entretenimento) que dizem que sou uma besta quadrada e antiquada por esse fato.
    Porém, apesar da dublagem meio fraca desse vídeo, essa animação até que pareceu interessante.

    ResponderExcluir
  8. Esse teaser tá hilário e contundente

    ResponderExcluir