domingo, 15 de julho de 2018

XOXOTAS REVOLTADAS

Os jogadores ficaram putos e o estádio inteiro vaiou, mas o Pussy Riot foi épico. Não só as reivindicações do grupo são justíssimas (veja o vídeo até o final), como elas ainda humilharam duas entidades perversas - a FIFA e Vladimir Putin - de uma só tacada. Bem que algumas delas podiam estar amanhã em Helsinki, onde o presidente russo vai se encontrar com seu lacaio, o bebê laranja chorão.

ATUALIZAÇÃO: O vídeo original foi tirado do ar pela FIFA, que alegou violação de direitos autorais por ele conter imagens do jogo. O Pussy Riot então preparou uma nova edição, mais curta, que é a que aparece agora neste post. Vamos ver quanto tempo sobrevive.

7 comentários:

  1. All the things she said,
    All the things she said,
    Running through my head,
    Running through my head

    ResponderExcluir
  2. Se fosse nos EUA já tinham sido assassinadas como o Martin Luther King ou a princesa Diana, o Putin é que é muito coração mole.

    ResponderExcluir
  3. E a fifa já conseguiu bloquear o vídeo que você embutiu aqui, reclamando direitos autorais.

    ResponderExcluir
  4. Ofuscou a Copa da Russia todinha.

    ResponderExcluir
  5. O Mio Babbino Caro
    Se o Pussy Riot não reivindicam quem vai reivindicar rsss

    ResponderExcluir