terça-feira, 31 de julho de 2018

BOI SONADO

A participação do Bolsonazi no "Roda Viva" de ontem provavelmente vai ter impacto zero sobre seus números nas pesquisas. Os asnos que apoiam o candidato devem ter achado que ele lacrou, mitou, divou com suas respostas, muitas vez malcriadas. Por outro lado, duvido que ele tenha conseguido um mísero novo eleitor sequer. A entrevista serviu mais como um ensaio geral, para percebermos onde estão os pontos fracos que podem ser explorados nas próximas vezes. Bolsonazi estava visivelmente tenso, com expressão abatida no começo; riu aliviado no final, quando percebeu que escapara com vida. A bancada era formada por jornalistas de renome, todos de algum veículo da grande mídia. Faltou alguém mais alternativo, ou mesmo o Marcelo Tas - que, segundo a Cristina Padiglione, pode ter sido vetado pela assessoria do deputado-milico. Na quinta-feira ele irá ao programa "Central das Eleições", da Globo News, onde terá que enfrentar jornalistas mais habituados a fazer entrevistas na TV, como Míriam Leitão, Cristiana Lobo e Fernando Gabeira. Tomara que o confrontem mais pesado em temas como racismo - no "Roda Viva", deixaram barato a afirmação de que "fazer piada com negro não é ser racista". Assuntos mais específicos, como a erradicação da febre amarela, também são ótimos para o "mito" expor seu total despreparo. De qualquer forma, sinto que falta agressividade à imprensa brasileira. Vai ver que foram os anos de ditadura que deixaram nossos repórteres meio acabrunhados quando encaram políticos. Que inveja da TV americana, onde não são raros os enfrentamentos no ar, ao vivo.

15 comentários:

  1. Resolvi assistir o roda viva com Bolsonazi. Ele não é despreparado como político, É despreparado como pessoa. Por isso está tão bem nas pesquisas: Tem o mesmo conhecimento raso e surtado de seus eleitores.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato, a identificação é imediata, infelizmente!

      Excluir
  2. Tony, ele falou o que o eleitorado dele quer ouvir...nesse ponto foi bem sucedido.

    ResponderExcluir
  3. O Mio Babbino Caro
    O fato é que essa porra tem fôlego para ganhar as eleições sem Lula. E isso tudo é pela porra de brincar de direita quando qualquer cego poderia ver aonde aquilo tudo iria dar e deu. Então que se foda!
    Continuo a saber qual meu papel na história.

    ResponderExcluir
  4. Rodrigo Fernandes31 de julho de 2018 12:37

    Poxa Tony porque não falou de mais um famoso que saiu do armário ,o Marcelo Augusto em vez de falar desse idiota do Bolsonazi se ele não conseguiu nenhum novo eleitor não há nemhum perigo maior com o tempo ele será desconstruído só tem 8 segundos de TV e não resistirá a um debate com o Cirao da Massa que além de ser temperamental como ele ,é muito inteligente ,diferente do Bolsonazi,e sobre o Marcelo Augusto dizem as más línguas que foi namorado do Gugu Liberato

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo o mundo gls todo sabia do marcelo e tb da historia do gugu

      Excluir
    2. O país caindo e a outra querendo comentário sobre uma poc que eu tive pesquisar no Google para saber quem é. Vi discos bregas e participações no programa do DIDI. Está de parabéns.

      Excluir
    3. Porque vc deve ser bebezinho ainda,toda bee com mais de 30 anos,suspirava pelo Marcelo Augusto nos anos 90,e ele continua mto gostoso até hoje,loiro,alto,forte,é meu boy magia,amei ele ter se assumido

      Excluir
    4. Vai dizer que ele e seu boy não são uns delícias?

      https://www.metrojornal.com.br/entretenimento/2018/07/31/ator-marcelo-augusto-aniversario-ao-lado-namorado-e-dos-pais.html

      Excluir
    5. Pois é o Marcelo continua gostosão era galã e continua, que bom que assumiu, e manda uma banana p sociedade ridícula que temos por aqui.

      Excluir
  5. Eu tenho medo de onde o Bolsonaro chegue. Não por ele, mas pelo que representa: machismo, sexismo, conservadorismo. Não vejo um Brasil melhor com isso. Pior ainda eh dele cair e assumir um vice tipo Magno Malta. As pesquisas não revelaram Trump pq as pessoas tinham vergonha de assumir o voto em Trump. Mas vamos dizer a verdade: cada povo tem o governante que merece.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falou tudo 19h21. Povo burro, semianalfabeto, que vive sem condições dignas mas dá graças a deus porque aqui isso se chama "classe média", merece isso mesmo. E daqui a 4 anos estarão se agarrando a um outro boçal qualquer de novo, e o ciclo se repete.

      Excluir
  6. Eu também assisti, os jornalistas achei todos uma bela porcaria de jornalistas, fazendo perguntas idiotas, como se estivéssemos nos anos 60 e 70, eu quero atualidade, estamos em 2018, e em um país todo fudido pelas péssimas administrações passadas e presente independente de partido.E a pergunta que fica, e se ele ganhar?

    ResponderExcluir
  7. Exatamente. Agressividade. Ou sendo bem sincero mesmo, preparo e culhões. A imprensa brasileira falha grave no mais básico dos papéis: dar contexto e ajudar o leitor/espectador à formar uma opinião. Impressionante a passividade dos jornalistas face à maior ameaça à nossa democracia.

    ResponderExcluir
  8. Tony não fale mais desse idiota,qualquer pessoa civilizada sabe que esse indivíduo é um merda total e levará o país ao caos caso seja eleito,se vc disse que ele não conseguiu nenhum eleitor sequer e que ficou nervoso,foi mal na entrevista,apesar de não ter sido confrontado com temas pesados,então para que escrever sobre esse bosta?

    ResponderExcluir