sábado, 30 de junho de 2018

UNIVERSO EM TRANSIÇÃO

A modelo Ángela Ponce tentou representar a Espanha no concurso de Miss Mundo de 2015. Não ficou nem entre as dez primeiras colocadas, mas não desanimou. Ontem, a bela sevilhana alcançou uma vitória mais expressiva: será a candidata espanhola no próximo Miss Universo, um certame que já fez parte do império de Donald Trump. O regulamento antediluviano proíbe que concorram mulheres casadas ou com filhos, mas não diz nada sobre transexuais. E é claro que é bom para a imagem do concurso aumentar a diversidade, tantas são as críticas que recebe desde o advento do feminismo. Duvido que Ángela conquiste a coroa, mas sua presença já é um baita avanço. Afinal, nem o universo é imutável.

7 comentários:

  1. O Mio Babbino Caro
    Meça: Tamanha!
    Já está de manhã "e" nem o sarro arranha a Espanha. Berro por seu Berro "e" quero que você ganhe rs

    ResponderExcluir
  2. Achei hiper legal. A Espanha, apesar da rainha q Tem, muitas vezes surpreende. Não ganha o Universo. Torcida prá linda Mayra, Amazonas Brasil Universo.

    ResponderExcluir
  3. Sai concurso de biquíni, entra competição de tamanho de rola.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pessimista, este concurso é outro e pelo seu mau humor acho que vc não ganha.

      Excluir
  4. Nossa! Ela tá muito bonita nessa foto!

    ResponderExcluir
  5. Os comentarios dos IG's de miss são horriveis...
    as mulheres que concorreram com ela ficaram super emocionadas, felizes...e os gays super odiando, não há respeito entre o vale!!

    ResponderExcluir
  6. Se não houver uma grande surpresa, o esquerdista López Obrador tem todos os números para ser o próximo inquilino da residência de los Pinos, sede da presidência em MEXICO.

    ResponderExcluir