domingo, 13 de maio de 2018

EU SEI QUE NÃO SE AMA SOZINHO

Eu me encantei pelo Eurovision em 2009, depois de ler uma matéria no "New York Times" sobre o festival. Aí descobri que a Televisión Española transmitia a final para o Brasil, e me converti. Desde então, o Eurovision virou assunto recorrente aqui no meu blog, e também na minha coluna no f5 - meu sétimo texto sobre o concurso já está no ar. Não tenho muito mais a acrescentar: apesar de realizada em Lisboa, a edição deste ano não gerou uma música antológica, e as candidatas que se atropelaram na reta final empalidecem diante de "Amar pelos Dois", que ganhou participação de Caetano Veloso no intervalo. Mas foi divertido acompanhar o espetáculo de ontem pela segunda tela. Facebook e Twitter já estão cheios de brasileiros que aderiram ao Euro, e rola até briga. Ano que vem o festival se transfere para Israel, com tensão política e tudo. Se eu ganhar na loteria, ou se finalmente tiver meu talento reconhecido, lá estarei em pessoa.

24 comentários:

  1. Respostas
    1. Ô. Casado e feliz há mais de 27 anos, só trabalho no que eu gosto, acabei de chegar de três semanas na Ásia... que vidinha.

      Excluir
  2. Só descobriu o Eurovision em 2009? Dalida também só depois de bem crescido.
    Sua filiação ao sindbicha ainda tá com várias pendências, hein?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dalida eu me apaixonei quando ela morreu, em 1987. Lá se vão 31 anos.

      Excluir
    2. E não fala de RuPaul’s drag race. Snif.

      Excluir
  3. Não faz a pobrinha! Se o sr quiser ir pra Israel ano que vem, poderá ir. Eu nunca prestei atenção no evento e continuo não me intweressando, mas adorei o que o evento fez na cidade. Tinha um clima der verão/fim da copa do mundo, muita gente na rua, as torcidas com bandeiras e figurinos temáticos. Lisboa tava uma delicia....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por que as "estrangeiras" adoram dar depoimentos sempre quando podem exibir sua condição de imigrante? Elas devem achar que agrega valor.

      Excluir
    2. Alem de agregar valor elas são finas e ricas! E na sua maioria sao JOVENS!!!!! Enquanto isso a sra fica ai no subúrbio ... se torturando com o sucesso das poderosas!!!!
      Bye

      Excluir
  4. Não ligue não querido Tony. Essas bibas q te criticam , ofendem e desprezam queriam ser e ter tudo q vc é e tem. E elas não são amadas ou fazem uma boa putaria a pelo menos quinhentas encarnações. Prossigamos Amore...

    ResponderExcluir
  5. Foi incrível!!!! Caetano e Salvador simplesmente arrasaram !!!! Mais de 200 milhoes de viewers!!! A midia internacional os consagraram.Foi muito emocionante ve-los cantando.
    Pura música!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ain ainda essa velha baiana sendo assunto, vo gomita

      Excluir
    2. Vecchia a sra vo gomita as tripas pois a velha baiana ta arrasando e vai continuar arrasando por um bom tempo, e pra sra ficar mais doente ainda: ele é milionário!!!
      Enquanto isso a sra só no buzao e picando cartão!
      Inveja manda lembranças!!!!!

      Excluir
    3. Gentem, vamos parar com essa bobagem de que quem critica algum artista é porque está com inveja?

      Acho que o 01;24 foi grosseiro, mas ele tem todo o direito de não gostar do Caetano. E não gostar não significa ter inveja. Eu não gosto da maioria dos cantores sertanejos, e nem de longe gostaria de ser como eles.

      Excluir
    4. É complicado isso. Se alguém fala: "vou vomitar" ao ver um casal homossexual se beijando, ao meu ver pelo menos, está cometendo um crime de ofensa grave. Por isso, acho que o fato do 01:24 não gostar do Caetano (tb não gosto) não é motivo para agir com truculência contra a figura dele. Da mesma forma que dizemos que homofóbicos são gays enrustidos entendo da onde o 11:58 tirou a ideia da inveja...

      Excluir
    5. Palmas pro Tony em saber e ensinar como se lida com critica, gostemos ou não.
      Ao Timão eu diria que criticar um artista, ainda que de forma pra vc grosseira, pode significar apenas uma posição sobre a obra e a carreira dele, não a pessoa física.
      Foi o que aconteceu com Zeca Camargo que criticou o endeusamento a um artista semi desconhecido e acabou condenado a pagar por ofensa.
      Ok essas interpretações se resolvem na justiça, por isso mesmo que devíamos evitar ser juízes e sair decidindo que tudo que se fale é ofensa, quando nos desagrada.
      Sejamos adultos e maduros, do contrário estaremos criando uma liberdade de mentira, a mesma que muitos aqui acusam os conservadores de querer implantar.

      Excluir
    6. 21:47 Uma coisa é dizer essa música não presta outra coisa é chamar o cara de velha baiana e dizer que vai vomitar. Isso não é critica ao artista e sim a pessoa.

      Excluir
    7. 01:24 Definitivamente brasileiro não suporta sucesso alheio.

      Excluir
    8. E por acaso ele é uma jovem baiana? E velha é ofensa? E vomitar pode ser uma forma de dizer que não engulo a obra dela.
      Vcs estão muito fresquinhas. Seu lider falou que Pelotas exporta viado e vcs continuam o amando.

      Excluir
  6. Gente, quanta bateção de cabelo essa do Chipre! Podiam ter ganhado!

    ResponderExcluir
  7. Já era hora do Brasil ter um festival desses, não? Imaginem um festival com muitas luzes, leds, pirotecnia, cantores funk 'who?' junto competindo com cantores sertanejo mais 'who?' ainda, com direito a um feat inesperado do Latino com Pabllo Vittar, e outras aleatoriedades, além de vez em quando alguma musica emplacar no mercado fonográfico. O eurovision, no final das contas, só serve pra mostrar que a televisão europeia dá de dez a zero na brasileira, até mesmo no entretenimento. Dar até uma tristeza de ligar no Faustão ou na Sônia Abrão depois de assistir o ESC.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Confesso que eu já pensei no óbvio: adaptar o formato do Eurovision para o Brasil. Cada estado mandaria um representante, os estados não podem votar em si mesmos, e o estado que ganhasse seria a sede do festival do ano seguinte.

      Excluir
    2. Acho que um festival assim no Brasil, devido a interesses comerciais, só iria ter ganhadores de cantores vindo de Minas/Goiás, São Paulo ou Rio.

      Excluir
  8. Fiquei triste com a candidata portuguesa ter acabado em último. Ela era uma das minhas favoritas. Música e voz muito bonitas! Por que acha que ninguém mais gostou, Tony?

    ResponderExcluir