sábado, 7 de abril de 2018

PRAIA DE LAOCIANO

Sabadão em Luang Prabang, e o que é que tem para fazer? As famílias daqui costumam encher um cooler de breja e refri para fazer piquenique nas cachoeiras de Kuang Si, a melhor praia do Laos. São quatro quedas d'água espetaculares, que caem em piscinas azul turquesa por causa do cobre na composição do solo. Em algumas dá para nadar e mergulhar, mas eu fiquei de resguardo porque o dia hoje nasceu meio nublado. No caminho até lá, duas atrações imperdíveis: uma fazenda de borboletas e um santuário de elefantes. Na primeira, aprendi que o ciclo médio de vida de uma borboleta é de apenas cinco semanas, e que elas pousam nas pessoas atraídas pelo nosso cheiro. Na segunda, sim, eu andei de elefante. Me julguem. Mas os bichos - todas fêmeas de meia-idade - me pareceram bem tratados, e afetuosos com os peões. Os passeios ajudam a mantê-los, já que cada um consome cerca de 400 quilos de verduras, frutas e cana-de-açúcar todo santo dia. Voltei para a cidade comendo alga do Mekong frita e temperada com gergelim, um snack tradicional daqui. Estou me acostumando.

16 comentários:

  1. Julgando então: elefantes asiáticos são dóceis porque na juventude passam por um processo de adestramento à base de terror, onde são literalmente "quebrados" e subjugados ao estado de servidão. Não é bonito, não é moralmente aceitável e na próxima oportunidade vc deveria resistir à tentação. Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Corto absolutamente TODAS as pessoas partidárias dos "direito dos animais" do meu círculo íntimo. Como sempre digo: no dia em que os bichos se reunirem para definir o próprios direitos E DEVERES, serei o primeiro a respeitar. Por enquanto só enxergo ideólogos que querem impor padrões de comportamento a partir de suas fantasias histéricas.

      Excluir
    2. 14h34 Não sou "partidário dos direitos dos animais", embora admire quem o seja. Só comentei sobre uma crueldade corriqueira, que talvez o dono do blog desconhecesse. Eu não escrevi esperando uma resposta dele, e muito menos a sua, e não estou tentando convencê-los de absolutamente nada. Se tem alguém aqui com algum tipo de fantasia histérica, é você. Ou a outra doente das 9h26, que saiu falando em "gênero", sabe-se lá porque.

      Excluir
  2. Como assim vc designou gênero pro paquiderme? Vc já devia saber que gênero é aprendido. Eu ia citar alguém que acha que animais não tem gênero, melhor não.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Procure uma instituição de ensino.

      Excluir
    2. 09:26 Não espere racionalidade e habilidade cognitiva da esquerda. Eles não são sensíveis a incoerências. Se fossem, largariam a militância vermelha.

      Excluir
  3. Eu andei quando fui à Tailândia também, Tony, e escolhi um lugar que trabalha com resgate de elefantes. Eles não colocam nada por cima, é bareback mesmo... valeu pela experiência, mas não faço mais. Quando fui à Índia, delcinei desse passeio.

    ResponderExcluir
  4. "Para tornar as coisas menos confusas, os estudiosos costumam distinguir entre “sexo”, que é uma categoria biológica, e “gênero”, uma categoria cultural. O sexo se divide em masculino e feminino, e as características dessa divisão são objetivas e permaneceram constantes ao longo da história. O gênero se divide em homem e mulher (e algumas culturas reconhecem outras categorias)" Harari, Yuval Noah; Sapiens, Uma Breve História da Humanidade.
    Nick

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 1) Gênero é construção social; sexo não é.

      2) Após serem desmascarados pelo item (1), os ideólogos de gênero resolveram dizer que sexo também é construção social.

      É sobre o item (2) que se desdobra o debate atual, mas Nika, aliado a seu analfabetismo brejeiro, posa de João-sem-braço, citando livros que não leu, ou não entendeu.

      Brasil, Pátria educadoUra.

      Excluir
    2. Eu li a parte desse livre que me interessou- pois sou gay e a parte que ele fala sobre homossexualidade e gênero me interessou. Li outras partes também. E sim, não li o livro todo, mas isso não me desqualifica de comentar a parte que li. E outro dia vi um documentário com a temática de gêneros e transexualidade na gnt. Sobre o debate no canada . E uma pessoa trans disse que ela adora ser trans também porque elas desafiam qualquer teoria que qualquer um tenha sobre gênero. Nick

      Excluir
    3. Ao "Brasil, Pátria educadoUra."
      1-O Tony disse no post:"todas fêmeas de meia-idade", designou o sexo.
      2- Veio alguém que, por análise do que pessoa escreveu, dá pra perceber que é de direita dizendo: "Como assim vc designou gênero pro paquiderme? Vc já devia saber que gênero é aprendido" (ironizando uma teoria, que a direita brasileira julga ser de esquerda).
      3- Se é sobre o item 2 porque a direita não fala sobre "ideologia de sexo" em suas críticas, mas continuam falando de "ideologia de gênero" ? Se você mesmo, que julgo ser de direita, afirma que "Gênero é construção social"?
      4- Não sou especialista em gênero. Só sei que os gays já fomos (figura de linguagem-silepse, não erro de português) tratados como doentes em outras épocas. E se uma pessoa acha que que é homem/mulher, macho/fêmea devemos respeitar! E que tenham banheiros com gênero neutro (ou como as pessoas "diferentes" de nós acham que deve ser), porque usamos banheiro pras fazer necessidade (independe de gênero/sexo). E que sim, seja discutido o assunto nas escolas, a discussão é importante! Eu sei que sou homem e gay, e se uma pessoa sabe que ela é uma mulher nascida corpo de um homem ou outra coisa, cabe a ela e somente ela saber o que é. Não cabe a mim e nem a você.
      Nick

      Excluir
  5. Nossa. Eita povo revoltado...

    ResponderExcluir
  6. Que lugar exótico!!!!

    ResponderExcluir
  7. Deu muita vontade de ir pra lá agora

    ResponderExcluir
  8. O Mio Babbino Caro
    Ferias nos submete a cada situação
    ...borboletas pousada no nariz. Bunbum em dorsos de Elefantes...sentimento de Marajá e mergulho em piscinas turquesa. Eta grotão de pedra...licença, proteção e agradecimento...

    ResponderExcluir