terça-feira, 3 de abril de 2018

A GALINHA VOOU NA COSTA RICA

A Costa Rica tem problemas muito mais sérios do que a iminente implantação da ditadura gay no país. No entanto, foi o casamento ente pessoas do mesmo sexo o principal assunto do segundo turno das eleições presidenciais do país, ocorrido no domingo. As pesquisas previam uma disputa voto a voto entre o candidato do centro-esquerda, Carlos Alvarado, e o pastor evangélico Fabricio Alvarado (apesar do mesmo sobrenome, os dois não são parentes), que fez campanha pregando contra o Vale dos Homossexuais. Só que o Carlos A. acabou vencendo por 21 pontos perentuais, uma vitória acachapante. Que confirma, mais uma vez, a fama de voo de galinha da extrema-direita, que cacareja muito mas mal consegue sair do lugar. Vamos ver até onde ela vai nas nossas eleições.

26 comentários:

  1. Tudo que a direita precisa no Brasil é de uma disputa sangrenta, pois, se não levar, estará definitivamente no jogo. Ainda que a centro-esquerda ganhe a eleição no Brasil, a direita não voltará para o armário.

    Sendo específico, Bolsô já tinha Paulo Guedes no front liberal, agora tem o
    príncipe Luiz Philippe de Orleans e Bragança, representante máximo do conservadorismo com pedigree, ao seu lado. Isso não é pouca coisa.

    Cuidado, Tony, com comparações rasas, o Brasil não é a Costa Rica, lá eles não tiveram mais de uma década de PT e o principal setor da economia (o agronegócio, no nosso caso) não estava praticamente fechado com a direita. Fora isso, nossas FFAA são profundamente anti-esquerda, a imprensa tradicional está desacreditada e com queda acentuada de leitores, a violência segue endêmica enquanto progressistas defendem "desencarceramento" e há a ausência completa de um nome viável a menos de nove meses do pleito.

    Simplificações tolas e xingamentos contra a família Bolsonaro não têm funcionado até agora. Vale mesmo a pena dobrar a aposta? Ou a oposição acorda, ou vai chorar no banho.

    ResponderExcluir
  2. Aeeeeee! E dizem que a Costa Rica é o “1º mundo” da América Latina. Agora ficou mais rica.

    ResponderExcluir
  3. O Mio Babbino Caro
    Tô de cara com a falange da extrema direita aqui da casa tem momentos que parece que só temos o Nick
    e o João, de qualquer forma, que a Costa Rica sirva de exemplo pra essa cambada...Um Amorim no Governo do Rio, seria um luxo hein! Haddad em São Paulo ohhh Zero o Game rsss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Luxo pra babuina é gente de partido que rouba e destrói o Estado. Parabéns pela incapacidade de enxergar um palmo além da sua ideologia e desejar no poder sua turma cafajeste, enquanto por aqui todo dia vem com papinho fake de ain o país não sabe votar, ain como os outros são idiotas.

      Excluir
    2. Leio o Babbino e identifico o exato comportamento de torcida irracional que derrubou a esquerda. A direita agradece :)

      Excluir
    3. 09:41 Calma filhinha, o que vc não supõe é que pelo fato de ser viada abuso e muito da transcendência que isso me permite contínuo a adorar Keynes...e Vidal, quanto à direita, conheço uma Senhora que cuida dela.
      (Surpreso por você até hoje não ter percebido isso Mio Babbino)
      Oh!

      Excluir
  4. Numa eleição em que concorreram Alvarado e Alvarado (apesar do mesmo sobrenome, os dois não são parentes), ganhou Alvarado com uma vitória acachapante! Puxão de orelha, Tony!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tens toda a razão. Obrigado, já consertei.

      Excluir
    2. Te adoro, nem precisava ter tornado público o comentário.
      O intuito foi só fazer uma observação mesmo

      Excluir
  5. Honrado pelo meu comentário (perdido no outro post) ter servido de inspiração para esse post aqui! :)

    ResponderExcluir
  6. Feliz e com inveja dos costa-riquenses. Povo de sorte. Ao contrário de nós, que temos pelo menos um populista em cada lado do espectro (Ciro e Bolsie), e mais um amontoado de "liberais" (Meirelles, Temer, Alkmin) brigando pela presidência.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha Bolsie: gostei! Achei feminino, recatado, de família! Ficou perfeito! :)

      Excluir
    2. Melhor comentário! Porém entre os populistas votaria no Ciro e entre os "liberais" votaria no Alkmin. Claro, se Lula não participar das eleições e se só tiverem esses no pleito!
      Nick

      Excluir
    3. Nunca duvidei que "Nick" fosse eleitor de Lula. Nunca.

      Brasil, Pátria educadoUra.

      Excluir
    4. "educadoUra" mesmo, pois já afirmei em vários comentários meus que entre esses candidatos que estão ai voto Lula ou Dilma se estiverem no páreo e se mesmo AFIRMANDO isso você só foi perceber que "Brasil, Pátria educadoUra." é uma frase que serve pra mim e pra você.
      Nick

      Excluir
  7. "Só que Alvarado acabou vencendo por 21 pontos perentuais, uma vitória acachapante."

    Os dois chamam Alvarado. Pelo resto do post acho que quem ganhou foi o Carlos? rsrsrs

    ResponderExcluir
  8. Só gente doida tá mais preocupada com a vida sexual e amorosa alheia do que com a condições de saúde, educação, segurança e econômica do local onde vive.

    ResponderExcluir
  9. Na minha opinião a extrema-direita não vai pra frente porque, assim como a extrema esquerda, não tem um líder que realmente acredita piamente naquilo que prega. Só um cara esperto tentando enganar bobo fanático. Qualquer democracia é feita para ser bem resistente a mudanças sejam elas boas ou ruins. Só bobos acham que vai ter um super herói que vai resolver todos os problemas de um país em 4/5 anos. Ninguém (mesmo que realmente queira, o que não é caso de nenhum de nossos pré-candidatos) consegue resolver os problemas daqui de forma que essa solução possa ser realmente sentida em 4 anos e garanta uma reeleição. Por isso, todo mundo prefere investir em obras de infraestrutura, assistencialismo ou medidas midiáticas (que só chamam a atenção, mas que não vão resolver porra nenhuma no longo prazo) que possuem um alto retorno no curto prazo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 15:39 O problema é que "extrema-direita" não passa de pencha criada pela esquerda que se acha pensante. A direita radical não existe oficialmente no Brasil. Bolsonaro é imensamente mais conciliador que, por exemplo, um Le Pen (pai). Quem fala em "extrema-direita", também fala em "golpe", chama Lula de herói, saúda o governo de Maduro, desqualifica e persegue qualquer posicionamento liberal ou conservador. Esse erro de análise tem sido a causa da derrocada dos progressistas, que perderam o contato com a realidade e se restringem a pautas elitistas e totalitárias

      Excluir
  10. A esquerda só terá alguma chance quando topar um debate ideológico profundo com a direita e VENCER. Gritar, cuspir, fraudar o sentimento nacional sobre mortes mal explicadas, impor narrativas falseadas, juntar meia dúzia de farrapos movidos a mortadela, desdenhar do coleguinha e apelar para o próprio brilhantismo (cof-cof) não tirarão os vermelhos do buraco. Sem, por exemplo, vencer um Olavo de Carvalho no debate de ideias (as vitórias do velho têm sido, essas sim, acachapantes), não adianta imaginar que irão segurar a revolução conservadora que toma conta do Brasil. #fikadik

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aiaiai, um olavista por essas bandas!
      Nick

      Excluir
    2. Onde que as vitórias do Olavo de Carvalho tem sido acachapantes? Só nas timelines de seus devotos. No mundo real, a maioria das pessoas nem sabe quem é esse cara.

      Excluir
    3. Eu ainda acho que ele é um fake.

      Excluir
    4. Tony, pesquise pelos números de livros vendidos pelo Olavo e cite outro intelectual que trate das mesmas temáticas e que tenha o mesmo alcance, no Brasil atual. Fingir que ele não é relevante é apenas um truque construído pela mídia autorreferente e decadente. O pior cego...

      Excluir
    5. 06:22 Melhor um cego que não quer ver do que um cego que acha que enxerga...

      Excluir