sexta-feira, 2 de março de 2018

VOLTEI A GOSTAR DE MULHER


E assim, sem mais nem menos, meus ouvidos entraram em (mais) uma fase francesa. A princípio achei que era só uma extensão local do meu período cisgênero na música, pois os homens seguiram dominando minhas playlists. Nomes curiosos como Lomepal, Chaton e Feu! Chatterton, que fazem um pop moderninho. Um pouco menos original é a banda Pendentif, que acabou se impondo como a minha favorita - e os vocais são femininos! Nunca tinha ouvido falar deles e me surpreendi com seu segundo álbum, "Vertige Exhaussé", que se encaixa na rara categoria bom-do-começo-ao-fim. OK, vai soar bobo para alguns, mais j'adore. Et je m'en fous.

Um comentário: