quarta-feira, 21 de março de 2018

LÁ VEM O BRASIL DESCENDO A LADEIRA

Sabe por que o Brasil não muda? Porque o Brasil não quer mudar. Toda vez que um vento mais radical começa a soprar, logo surgem os mesmos de sempre para que tudo continue o mesmo de sempre. Isto está acontecendo neste exato momento no STF, em que parte dos ministros quer reverter o entendimento de que condenados em segunda instância possam ir para a cadeia. Nos EUA e na França, eles já vão em cana depois da primeir ainstância; só por aqui é que se pode entrar com recursos e mais recursos até o crime prescrever. Mas, sob a desculpa da constitucionalidade e sei lá mais o quê, alguns meritíssimos mudaram de ideia, claro que para proteger Lula ou outros de seus mentores. Cármen Lúcia, dessa vez, não está dando show de covardia: ao contrário, a presidente do Supremo tem se portado muito bem. Mas talvez não baste. É bem possível que a questão volte a ser discutida no plenário, e o resultado é imprevisível. O Brasil continuará rolando ladeira abaixo? Ou Rosa Weber irá nos salvar no último segundo?

18 comentários:

  1. Cármen Lúcia, deu um show de covardia com Aecio Neves .O Supremo já teve sessões ridículas, mas essa foi historicamente ridícula. Porque depois de 12 horas de discussão e votações a presidenta do STF tentou fazer de conta que não estava votando de forma seletiva

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na prática, o resultado da votação no STF legalizou a corrupção no Brasil
      No Brasil, nem crime pego em flagrante (como foi o caso do "helicoca") é alvo de investigação se o meliante for do PSDB ou comprado pelo governo Temer.

      Excluir
    2. Só lembrando que PSDB é ESQUERDA, amiguinhos das 15:08 e 15:08. Quem relativizou o crime no Brasil foi a agenda da esquerda, que ajuda a "organizá-lo" desde que o pacto foi firmado no presídio Cândido Mendes, na Ilha Grande. Não tentem distorcer os fatos, reproduzindo dados parciais. A chapa que elegeu Dilma era um acerto entre PT e PMDB, e o PSDB não passa de um representante da malfadada social-democracia, a porta de entrada light para um caminho que leva inevitavelmente a desastres como esse em curso na Venezuela.

      Excluir
    3. Não venha falar mal da social democracia e dar o exemplo da Venezuela. A social democracia é o sistema mais certo, veja os casos da Suécia e da Noruega! E não venha dizer que o PSDB é de ESQUERDA agora, pois sei muito bem,analisando como e o que escreve, em quem o senhor votou nas eleições passadas e sim, foi o Aécio! (eleitores do Aécio tinham algo em relação a Cuba e a Venezuela).
      Nick

      Excluir
  2. CARMEN LUCIA, É CORRUPTA, VENDIDA E NAO REPRESENTA A JUSTIÇA AQUI NEM EM LUGAR NENHUM!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se alguem ainda duvidava do nanismo juridico desses membros, eu nunca tive duvidas. Esse Supremo que reputo como consequencia dos golpistas da coalizão, guarda um legado do PT que optou por colocar a mão na merda. Resultou nisso, cortaram suas mãos da equação, restou a merda de sempre dos golpistas da coalizão.

      Excluir
  3. No fim vai dar tudo certo: a revisão deste entendimento vai salvar o Lula, e vários dos MDBistas que estão presos ou em vias de. Um pacto nacional, para o bem da mesma elite de sempre, esteja ela travestida de esquerda ou direita.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 15:49, Se liberarem Lula, Bolsonaro leva no primeiro turno. Aí os lacradorxs vão chorar no banho. Isto se terra, ar e água não intervirem antes, pois o recado já foi dado.

      Excluir
  4. O único vento radical que a camarilha aceita vem da esquerda.

    Quantos são os partidos e as narrativas que defendem "desencarceramento", progressão de pena, direitos humanos (dos manos), desmilitarização das polícias, centralização da segurança pública e outros tipos de ataques ao povo? Quantos são aqueles que perseguem quem defenda abertamente posicionamentos liberais e conservadores? Quantos são os meios de comunicação que se esforçam na construção de falsas narrativas para enaltecer heróis de barro? Quantos defendem a destruição completa da cultura, da língua bem falada, do texto bem escrito e do domínio pleno da matemática pelo povo? Quantos são os defensores de teorias educacionais equivocadas? Quantos estão empenhados em dizer que homem não é homem, mulher não é mulher, criança deve exercer a sexualidade, funk é cultura e "favela is beautiful"? Quantos são os membros da elite que pregam a desordem, o consumo de drogas, a liberação do aborto, mas se protegem em condomínios, dispõem de caríssimos planos de saúde caso "a viagem" dê ruim e criam seus filhos e netos dentro do mais tradicional conceito de família? Quantos moradores de bairros nobres, com renda mensal garantida por fartos investimentos financeiros, ou por gordo financiamento estatal, ou mesmo por dinheiro de corrupção, defendem o horror venezuelano, trabalham pela regulação sufocante de todas as esferas da vida, propagam a tese do "golpe", descumprem a lei e perseguem policiais pretos e pobres? Quantas são as ONGs, Organizações e Fundações que dizem representar coletividades, mas apenas se dedicam a impor suas narrativas de cima para baixo? Qual a abertura da indústria cultural, das universidades públicas e das artes em geral a qualquer discurso não alinhado com a esquerda?

    As perguntas são muitas, se cada membro da elite pensante as respondesse com honestidade, não estaríamos nesse abismo sombrio.

    TF

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A pessoa não cansa! E igual a esquerda das narrativas falsas, porém a narrativa falsa da esquerda é mais bonitinha e menos raivosa que a dele! Narrativa falsa por narrativa falsa fico com a da esquerda!
      Nick

      Excluir
    2. Ao contrário de Nick, eu fico com ele, pois a narrativa da esquerda é criminosa, assassina e covarde, usando do pretexto de proteger pobres e minorias e só usufruir das maravilhas que essa bandeira proporciona. Tenho muito desprezo e medo da ditadura de esquerda que não tolera quem pensa diferente. O Psol é visto como um partido fofo, mas vai ver quem eles sãobde verdade e quem apoiam. Virou clichê falar de Venezuela, mais uma tentativa deles de tirar o foco na destruição que sua ideologia é obstinada em implantar. Não acho os partidos mais à direita nem um pouco competentes ou confiáveis, mas eu estaria sendo a pior das pessoas se algum dia eu apoiasse algum politico do Psol, PCdoB e da gangue que se diz partido PT.

      Excluir
    3. @ tia defu nta hahahahahahahahahahahahahahahahahahahaahaha
      I used to think like that when i was at your age
      hahahahahahahahahahahahahahahahahahhahahahahahahahahahaha

      Excluir
    4. 15:55 boneca desagradável chegou a hora de alguém dizer que a senhora é um horror, acreditando que essa sua verve insana vá mudar alguma coisa, cansando a todos nós. Se toca querida, aqui é Vapt Vupt. Sabe quem tem tempo aqui para atender seu ego: Ninguém!

      Excluir
    5. Kkkkkk acabou com a tia defu nta kkkkkkkkk

      Excluir
  5. Cansado de esquerda direita e vice versa e blá blá blá, tudo isto não nos levou a nada, só ao fundo e ainda caindo para o fundo do abismo!Só daqui a décadas e mais décadas e talvez, este país possa melhorar, não estaremos mais aqui!

    ResponderExcluir
  6. E o bate boca entre Barroso e Gylmar?

    FOI LYNDO!@@@!!

    https://www.youtube.com/watch?v=eJHg6jKC2EE

    ResponderExcluir
  7. O bosta do PSOL, ao ser contra intervenção militar no Rio, ao ser contra qualquer coisa que mexa com suas favelas-exibições, significa que também foi contra as operações do exército brasileiro no Haiti sob comando da ONU?
    Adoraria que alguém elucidasse mais esse vácuo de coerência desse partidinho.

    ResponderExcluir
  8. O Mio Babbino Caro

    If 6 was 9

    (White Collared conservative flashing down the street)

    E por que o Brasil não quer mudar?
    Porque ele não quer olhar no espelho e prefere continuar a acreditar nos inventos de sua própria imaginação.

    ResponderExcluir