domingo, 25 de fevereiro de 2018

O SOLTEIRÃO CONVICTO


Logo no começo de "Trama Fantasma", o personagem de Daniel Day-Lewis - um costureiro britânico com o nome admiravelmente pornô de Reynolds Woodcock - diz ao objeto de sua paquera que ele é um "confirmed bachelor" (solteirão convicto), um eufemismo aristocrático para bicha. A moça então pergunta à queima-roupa por que ele nunca se casou. "Por que não quero enganar ninguém", responde Woodcock. Mesmo assim, o jogo de sedução entre ambos continua, e eu fiquei esperando o momento em que ela o flagraria beijando o chofer ou o jardineiro. Mas "Trama Fantasma" foge do óbvio. No meio da produção deslumbrante, há um agudo estudo de uma relação que só é doentia para quem não está nela. Os vestidos são suntuosos, mas me pareceram antiquados para a década de 1950, quando se passa a história. A música é deslumbrante, mas toca sem parar, como num melodrama das antigas. Tudo isto é de propósito, claro - o diretor Paul Thomas Anderson não dá ponto sem nó. Inspirado na vida pessoal do espanhol Cristóbal Balenciaga ("o mestre de todos nós", segundo Christian Dior), ele urdiu um filme quase claustrofóbico, um universo contido em si mesmo. Acho Day-Lewis um ator overrated e até irritante, mas o figurino de Woodcock se encaixa nele feito um modelito de alta costura. Lesley Manville tem uma única cena, quase muda, que justifica sua indicação ao Oscar de atriz coadjuvante, mas a verdadeira protagonista é a ex-garçonete Alma (nenhum nome é por acaso), vinda de um país não-nomeado da Europa e dona de uma personalidade mais forte que seu porte racé. "Trama Fantasma" não se parece com nada do cinema atual, nem com os filmes anteriores de Anderson. É creepy, esquisito, belo. Uma agulhada.

18 comentários:

  1. Em português se diz "solteirão convicto" para 'confirmed bachelor'.

    ResponderExcluir
  2. Sim, é uma expressão mais comum. Vou trocar. Obrigado

    ResponderExcluir
  3. O Denner no Brasil, que tinha um jeito espalhafatoso, tem uma história parecida, não?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parecida com o que eu achei que ia ser "Trama Fantasma", não com o que o filme de fato é.

      Excluir
  4. Vou ver com certeza, deve ser daqueles filmes inesquecíveis . 14:28 só de vc lembrar do Grande, Glorioso , Inesquecível Denner Pamplona de Abreu já merece cumprimentos.

    ResponderExcluir
  5. retomando as resenhas como se deve - até que enfim hein tonya

    ResponderExcluir
  6. O mio Babbino Caro
    Com uma resenha tão fluída e elegante como esta a produção fica em débito contigo Rs
    Como é bom poder ter vivido um tempo onde o glamour era verdadeira. Por falar em Denner vi o fechamento dessa era, no lançamento do livro de Maria Stella Splendore.
    Hare Rama!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Babu, quando a gente usa "tempo", o correto é usar quando e não onde. Não fique brava.
      Quanto ao filme, achei o melhor de todos os indicados, de longe o único que tem algo relevante a contar.

      Excluir
    2. Não, não fico bravo, principalmente quando se percebe sinceridade na troca que se dá, porém é tranquilo o desejo de de expressar, lá em um momento, da forma que se sente. Não costuma FAIA rsrs
      Tenha meu carinho!

      Excluir
  7. Adorei! Todos ganharíamos bem mais se o blogue fosse só sobre resenha.

    ResponderExcluir
  8. Só as alopradas ficam adorando suas "resenhas" ! Pelo Amor de Deus ne?!!!!!
    Aprender escrever seria um bom começo! Evitar termos em inglês já que não conheces a língua uma outra dica e evitar o simplório e lugar comum.
    No post anterior admite que não sabes nadinha de fashion e no seguinte é uma expert, please ne matusquela!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Relaxa, Tony, essas macacas raivosas batem no teclado com os pés para se expressar. Apesar de gostar da direita kirkiana, culpo Defu por ter aberto a porta do inferno.

      Excluir
    2. Amor, se acostume a pessoas que não pensam como vc, chamar se macacas raivosas não vai fazer com que elas desapareçam, seu poder de digitação não chegou a tanto ainda.

      Excluir
  9. Tony no geral não tem boas analises sobre as interpretações de Daniel Day-Lewis. Paciência. Acontece. Day-Lewis é ator de grande calibre.

    ResponderExcluir
  10. Ô babaca das 3:23. Se vc não gosta do blog, não gosta do q ele escreve, não gosta de como escreve etc etc etc ...tá enchendo o saco pq? Devem existir outros prá descerebrados como vc. Outra coisa, como vc é todo ...Não me agrada isso, não me agrada aquilo...VAI DAR MEIA HORA DE CÚ Q PASSA! BOM proveito.

    ResponderExcluir
  11. É isso ai Lorenzo!! Gente chata mal comida, mal amada que ninguém ouve nem em casa e nem no trabalho vem aqui mostrar sua pseudo-intelectualidade tentando ser mais inteligente que o dono do blog querendo atenção. Não curte, cai fora e não enche o saco!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Força Tarefa do Tony entrou em ação, quero ver quem aguenta com Nóiz kkk

      Excluir