terça-feira, 30 de janeiro de 2018

IL BISCIONE TI VA MANGIARE

As grandes cidades italianas gostam de criaturas míticas para representá-las. Roma tem a loba de Rômulo e Remo; Veneza tem o leão de São Marcos; Nápoles tem a sereia Partenope. E Milão tem o biscione, que significa cobra grande no dialeto local e se pronuncia "bichone", o que sempre faz meu Beavis & Butthead interior rir de nervoso. O biscione está por toda parte: nos muros do Castello Sforzesco, em todos os prédios públicos, no logo da Alfa-Romeo. E é de uma incorreção política admirável: o que ele tem na boca é uma criancinha, algo que lhe renderia acusações de pedofilia se fosse inventado hoje. Nham!

7 comentários:

  1. O Mio Babbino Caro
    Che Bello viaggiare!!!!
    Vamos ficar com a versão de uma serpente azure, dando à luz um ser humano.

    ResponderExcluir
  2. Já deu aquela voltinha no brasão no chão da galeria Vitorio Emanuelle?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Siiiim! Pisei com o calcanhar nas bolas do touro e girei três vezes.

      Excluir
  3. Bichone... Não sei se conseguiria segurar o riso ao escutar isso. Explica aí. Para que tripudiar em cima das bolas do touro???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também não catei essa coisa das bolas bovinas.

      Excluir
  4. Amo uma biscione com um grande biscione entre as gambas ♥‿♥

    ResponderExcluir