sábado, 23 de dezembro de 2017

BENVINGUT MERLÍ

Comecei a ver "Merlí" no carnaval, quando a série virou moda no círculo selecionado que eu frequento. Aí, lá pelo quarto episódio, meu marido achou que estava chato e voltou a desencavar vídeos sobre o Império Romano no YouTube. Precisei que ele viajasse por toda uma semana para terminar a primeira temporada, e agora me pergunto: por quê? Por que levei tanto tempo para ver Bruno e Pol finalmente se beijando, no capítulo nove? Além das cenas de viadagem com nois-magia*, a saga do professor de filosofia que come as mães de todos seus alunos problemáticos é extraordinariamente bem escrita e interpretada - e ainda por cima é falada em catalão. Ah, e a segunda temporada (das três que existem) estreia dia 29! E vem mais pegação por aí, como se pode ver no gif acima. Fica, Catalunha, vai ter bolo.

(*nois: garotos en català!)

13 comentários:

  1. "a saga do professor de filosofia que come as mães de todos seus alunos problemáticos"

    Tony, vc tem seus momentos mágicos <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Professor vai ser indiiciado?

      Excluir
    2. Por comer as mães, que são maiores de idade?

      Excluir
    3. Por assedia-las.

      Excluir
    4. Merlí não assedia. Merlí seduz.

      Excluir
  2. Eu deixo para assiatir quando a Disney comprar o studio desse seriado e o transformar num blockbuster da ditadura gay que inequivocamente surgirá num futuro próximo... Jajajajajajaja!

    ResponderExcluir
  3. Aproveitando o espaço, desejo a você e seu marido, Feliz Natal! Muito obrigado e Saúde!

    ResponderExcluir