terça-feira, 7 de novembro de 2017

TALENTOSO, PERO DESCONHECIDO

Este aí ao lado talvez seja o melhor anúncio de revista brasileiro de todos os tempos. Foi veiculado no começo dos anos 80, para um produto que ainda não estava em voga naqueles tempos pré-AIDS: as camisinhas Jontex. Quebrou um tabu ao falar em doença venérea, tanto que a Igreja Católica pediu que fosse proibido. É uma pena que as imagens que eu encontrei na internet não permitam ler o texto, que é um primor (pois é: houve um tempo em que propaganda tinha textão, e as pessoas liam). O autor desta obra-prima morreu hoje, aos 75 anos de idade: Neil Ferreira, cuja fama nunca ultrapassou os limites do mundo publicitário. Neil nunca quiser ser um popstar ou um megaempresário, como alguns de seus colegas de geração. Só queria escrever, e como escrevia bem. Também criou campanhas históricas, como o leão do Imposto de Renda, o baixinho da cerveja Kaiser ou o comercial da Telesp em que "morria" um orelhão. Neil, a quem eu não tive a sorte de conhecer pessoalmente, largou o métier há 15 anos e desde então só assinava crônicas. Com ele se vai um tempo em que a publicidade era mais livre e divertida do que hoje, e - ouso dizer - mais pertinente.

5 comentários:

  1. Porque uma notícia dessas tem que ser compartilhada.
    http://www.independent.co.uk/news/world/americas/us-politics/danica-roem-first-transgender-win-result-latest-robert-marshall-anti-lgbt-a8043056.html

    ResponderExcluir
  2. Embora sem acesso ao texto, seria esse o tom para abordagem do tema?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ô se seria. O título tem "stopping power": quem estiver folheando a revista fatalmente vai parar e ler. É ousado, irreverente e instigante. Inclusive porque admitia algo que até hoje é complicado: a maioria das pessoas transam por prazer, não para ter filhos. Justamente por isto, precisam tomar cuidado.

      Excluir
  3. Tony, aliás, indica livros sobre redação publicitária. Te amo!

    ResponderExcluir
  4. ai Tony a campanha foi inicio dos anos 70 essa coisa ai na foto sou eu que na epoca faziaa parte da equipe de foto da DPZ no meu caso loboratorio fotografico meu chefe e que fez a foto Moacyr Lugato grande fotografo grande chefe me ensinava tudo que podia e grande amigo.
    o teatrologo Caca Rosset classificou este anuncio e esta campanha como a mais honesta da publicidade brasileira abraçao Emilio

    ResponderExcluir