terça-feira, 19 de setembro de 2017

TIC-TAC EM BÚLGARO


Surpresa: o filme escolhido pela Bulgária para representá-la no próximo Oscar já está em cartaz no Brasil. "Glory" vem acumulando prêmios desde meados do ano passado, e segue aquele estilo austero e sem música tão em voga no momento. Ou seja, eu não me deixei seduzir, apesar de achar a história interessante. Um funcionário ferroviário encontra uma bolada em dinheiro espalhada pelos trilhos; ele devolve a grana, e como prêmio ganha um relógio do Ministério dos Transportes. Só que, para receber o mimo, ele precisa tirar do pulso o relógio que ganhou do pai (da marca Glory, que dá nome ao filme), e não é que o troço desaparece? Para completar, o sujeito é gago, o que torna qualquer cena com ele uma agonia. Mas a crítica à burocracia é pertinente a muitas culturas, o que talvez explique o sucesso internacional dessa fábula búlgara. Queria ter gostado mais.

2 comentários:

  1. OFF:

    http://exame.abril.com.br/mundo/ira-anuncia-pai-de-todas-as-bombas-e-provoca-eua/#

    A parte chocante é o Irã afirmar ter documentos provando que o EI foi criado e bancado pelos EUA. O que os jornalistas da Exame não perceberam é que, isso sendo verdade, vai feder para o lado dos democratas.

    ResponderExcluir
  2. Vc não achou Master of None meio um Woody Allen indiano-americano?

    ResponderExcluir