quarta-feira, 27 de setembro de 2017

PALÉCCIO

Dois personagens dominam o noticiário político desta quarta-feira.  Antonio Palocci dinamitou o pau da barraca e desenterrou o cachorro morto para esquartejá-lo, com sua carta de adeus ao PT. Acredito piamente em tudo que está nela, mas não deixo de me admirar com a cara-de-pau do ex-ministro. Palófi se faz de escandalizado com a desfaçatez com que Lula pedia propina, mas não podemos nos esquecer de que ele foi defenestrado DUAS vezes do governo por envolvimento com a corrupção, muito antes de ser preso no ano passado. Sua trajetória me entristece: o cara era um quadro e tanto, com potencial para ser um bom presidente. Mas a ganância imediata falou mais alto, e deu no que deu.

Aécio Neves é outro que se desperdiçou. Carismático, herdeiro de um sobrenome famoso, quase chegou ao Planalto em 2014 e poderia ter se tornado o grande líder do centro-direita. Mas também achava normal pedir uns milhõezinhos para empresários, e foi pego com a boca na botija. O Senado provavelmente reverterá a decisão do STF de manter Aecim em "recolhimento noturno", devolvendo-lhe todos os perks de um mandato político. Deixa estar: a imagem do tucano está tão desgastada que e periga nem se reeleger no ano que vem. É bem feito para ele, mas uma tristeza para nós. Aécio Neves e Antonio Palocci tiveram a faca e o queijo na mão, e prefiram se cortar e se engasgar com eles. O Brasil não merecia.

33 comentários:

  1. Palocci é paulista antes de ser petista. E paulistas apoiam tacitamente seu presidente conterrâneo Temer, haja vista nenhuma manifestação até agora na avenida da vila da província. Non ducor duco. Desde Vargas os bandeirantes tentam conduzir o Brasil sem sucesso, conseguiram com o golpe de Temer. O preco que os bárbaros bandeirantes sempre exigiram em todos os territórios que ocuparam: terra arrasada !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O petismo nasceu e cresceu em São Paulo, mas o xenófobo das 14:38 finge ignorar esse fato para justificar seu "ódio do bem". As usual.

      Excluir
    2. Sim, enquanto que no resto do país - super politizado - as manifestações contra o Temer estão a todo vapor, né?

      O que existe, em SP e no país inteiro, é uma náusea, um cansaço generalizado. Então deixe de lado essa sua mágoa de não ter nascido em SP. Estamos todos juntos neste buraco chamado Brasil.

      Excluir
    3. Pois é né?! E o resto do país está abarrotado de protestos, hein?!.... impressionante!!!!

      Excluir
    4. 15:21 os paulistas odeiam nortistas e nordestinos e cariocas e se acham superiores ao resto do Brasil

      Excluir
    5. E vc das 15h52 aparentemente se sente inferior a todos estes grupos.

      Excluir
    6. 18:28 tenho a estima no lugar. Nao me sinto inferior , nem superior

      Excluir
  2. Color voltou Aecim tambem voltara

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lula não voltando, tá tranquilo, tá favorável.

      Excluir
    2. 15:27 e 14;47. Uma mula respondendo a outra. Discutem os problemas do sistema político como se fosse uma brincadeira de cabo de guerra. Se Lula ou Aecio vierem estamos muito fodidos. Não faz diferença.

      Excluir
  3. Quem faz a festa são os seguidores do Bolsovômito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. quem avisa amigo é27 de setembro de 2017 15:20

      com Bolsovomito presidente o negro volta pra senzala o gay para o armario e as feministas pra cozinha

      Excluir
    2. Com essa oposição histérica e delirante das 15:20, Bolsonaro leva no primeiro turno.

      Transformaram o pensamento de esquerda numa gritaria de lacradores, perdendo a capacidade de lidar com o debate público.

      Ainda há tempo, mas seguem a tática(?) da cusparada e do choro nas redes sociais.

      Excluir
  4. Alguém está escutando a direita gritar tomada por furor religioso: "Aécio, herói do povo brasileiro"?... Nem eu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Engraçado que hoje em dia não acho UM que assuma que votou nele HUSAHUSHAUSHAUSAHUSHH a direita é a nossa piada

      Excluir
    2. Eu votei no Aécio no segundo turno. Se fosse hoje, votaria em branco.

      Excluir
    3. Sim, a direita votou no Aécio, mas não vota mais.
      Ela não tem bandido de estimação.

      Excluir
    4. 19:13 Ninguem votou no aecio era tudo zueira. Resta saber como computaram mais de 50 milhões de votos pro Aécio!!

      Excluir
  5. Pelo andar da carruagem, só vai sobrar Bolsonaro2018. Parte da esquerda "pensante" já considera até os ganhos colaterais com uma intervenção militar: esconderia a verdade das urnas e produziria um inimigo real para reativar a militância.

    ResponderExcluir
  6. Sugiro que os prezados colegas acompanhem o portal do Governo Federal e comparem a expectativa de arrecadação para 2017 e a realidade até este Setembro.

    A atual sensação de retomada não passa de uma propaganda escorada numa super-safra que não se repetirá, um 'bull trap' antes da derrocada final. A conta dos "direitos" chegou, levaremos uns dez anos para saldá-la.

    Mas há quem queira dobrar a aposta.

    ResponderExcluir
  7. Quer dizer, Tony, que Aécio, do PSDB!!!, virou "centro-direita"? Se isso não for uma clara tentativa de mover a janela de Overton, não me chamo "Anônimo".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O PSDB dos bons tempos era centro-esquerda. Mas, além do partido ter mesmo marchado firme rumo à direita, o PT também contaminou o debate ao chamar de "extrema-direita" tudo que não estivesse à sua esquerda.

      Excluir
    2. 16:40 Lembra quando vocês falavam que ele (aecio)devia ser presidente? Foi mto loco isso

      Excluir
    3. 18:12 Foi mesmo. O Aécio enganou muita gente. Não engana mais. Agora, loucura total é quem ainda acha que Lula deve ser eleito presidente em 2017. Acredite, tem maluco que defende isso, colega!

      Excluir
  8. "o PT também contaminou o debate ao chamar de "extrema-direita" tudo que não estivesse à sua esquerda."

    Obrigado, Tony!

    ResponderExcluir
  9. O mio Babbino caro
    O Brasil Merecia.

    ResponderExcluir
  10. Enquanto o povo lacra, a direita apura o senso de realidade e ganha o Brasil:

    (Texto da página Editora Humanas)

    Não se deixem iludir pelos números das últimas eleições presidenciais, a esquerda não venceu, quem venceu foi o comodismo. O brasileiro médio, o pai de família tá cagando e andando pra Marx ou Mises, o tiozão só quer uma caixa de Skol e o tanque do chevettão cheio pra descer pra Praia Grande com a patroa e as crianças.

    Fernando Henrique lhe proporcionou isso, foi reeleito, Lula proporcionou isso, se reelegeu, Dilma não proporcionou isso, fizeram o diabo pra reelegê-la mas não adiantou, o tiozão colocou a camisa da seleção de 98 com metade da barriga pra fora e foi protestar. Dilma foi chutada da presidência.

    “Ah mas e o Temer”? Claro que ele é bandido da mesma espécie de Dilma e Lula, mas a economia voltou a crescer, mais pela Dilma ter saído e as empresas terem voltado a investir do que por mérito do Temer, então o tiozão acordou mais tarde no domingo e resolveu deixar pra ver quem vai ser o novo presidente em 2018.

    “Mas como você pode afirmar que o brasileiro é conservador”? Primeiro, pare e pense na sua rua, no seu prédio, quantas famílias tradicionais tem e quantas “famílias alternativas” tem? Sua família, é conservadora ou você já viu seu avô falar de ideologia de gênero no almoço do domingo?

    Fernando Henrique, Lula e Dilma se elegeram sem nunca tocar em assuntos como aborto e drogas, só prometeram o que o tiozão quer: o tanque do chevettão cheio e 50 conto pra tomar uma cerveja.

    Muito se fala de banheiro misto nas escolas, em 876 gêneros, em legalização de drogas e aborto… Mas todas essas pautas sempre são escondidas nas eleições, e tentam colocar na prática muito por baixo dos panos, e não vão conseguir se o tiozão souber, a prova disso foi a exposição do Santander. Tava lá quieta, recebendo dinheiro do contribuinte e vazia, porque ninguém gosta dessas merdas,mas aí alguém fotografou e o tiozão viu, ai fodeu, em um dia o banco virou as costas pra galerinha progressista e fez a vontade de quem realmente sustenta não só o banco, mas o país.

    Então, não tenha vergonha de ser conservador, no fundo, 90% do Brasil é, inclusive o Lula, ele é bandido, mas duvido que algum neto dele brinque de boneca, o seu ele deixa brincar, o dele não. Se você não mora no Leblon ou em Pinheiros, certamente conhece um tiozão desse, e provavelmente deve ser filho dele.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 20:11 Adorei o texto, mas aquela pagina editora humanas é meio bizarra kkkkk.
      Mas esse texto do chevetão lacrou, explicou o Brasil real, não a bolha dos mamadores da teta da viúva.

      Excluir
    2. Desde quando o tiozão que só quer uma caixa de Skol e o tanque do chevettão cheio sustenta o país?????

      Excluir
  11. Lógico que vai dar bolsanazi! Perfeito! Vai fuder horrores com as bixas porem ... 4 anos vao se passar e a esquerda voltara com tudo, mas sera uma esquerda diferente tipo a esquerda que esta em formacao no Reino Unido tendo como cabeca Corbyn!
    Quem viver, vera!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bem isso mesmo, 20h43. Já estou 50% conformado também. O Brasil precisa eleger o Bolsovômito, pois de outra forma não vai aprender nunca. Vamos todos nos foder por 4 anos para que os minions, MBLs e afins vejam que foram enganados. Depois, talvez, teremos chance de fazer algo de bom. Quatro anos passam rápido, vamos sobreviver. Eu acho.

      Excluir
    2. Depois de 6 com Dilma, qualquer merda nunca sera tão ruim quanto aquela anta bostada.

      Excluir