quarta-feira, 6 de setembro de 2017

BYE BYE FREE BOY

Primeiro o sujeito grava a si mesmo sem perceber. Depois entrega a gravação para a Polícia Federal, no último minuto do último dia do prazo - um feito que já entrou para o rol das Grandes Cagadas da Nossa História. Pois é, já se sabia que Joesley Batista era ignorante ("nós vai"), mas quem imaginava que ele também fosse tão burro? Já pensou nas broncas que o Safadão está levando de seus advogados? E da Tici, hahaha? Pelo menos agora a PGR pode corrigir a estupidez de ter dado imunidade a esse gângster confesso. Mas o maior problema continua: esse bafafá todo não ter adiantado para derrubar os gângsters que continuam no poder em Brasília.

14 comentários:

  1. Como sempre Tony Goes vc disse tudo.

    ResponderExcluir
  2. Adoro suas pílulas, mas falar errado não é sinal de ignorância.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É ignorância da norma culta.

      Excluir
    2. @flaviomorgen

      "O mais bizarro nos áudios vazados não é a putaria: é como as pessoas mais poderosas do país não falam uma frase com começo, meio e fim."

      Excluir
  3. Esse caso evidenciou a podridão daquilo que Raymundo Faoro chamou de estamento burocrático brasileiro (sim, esquerdistas já foram brilhantes - foram -, mas hoje sāo isso aí que estamos vendo).

    Serviu para que retirem os privilégios do açougueiro, mas também expôs o STF aparelhado e a mídia manipuladora (A.K.A. fake news).

    Bastidores: isso tudo só veio à tona graças ao trabalho de setores da PF. Os direitistas de lá ARRAZARAM.

    E os 51 milhões encontrados no apê do ex-ministro DE LULA? kkkkk Será que o herdeiro degenerado da família M.S. fará uma nova capa com o demônio travestido de cordeiro, em sua revista???

    Muita podridão ainda está sob o tapete, a crise econômica irá piorar, e o inverno está chegando. Será que os gays continuarão hipnotizados pela novilíngua dos moderninhXs vermelhos? A conferir.

    ResponderExcluir
  4. É o rapaz nordestino que foi ESPANCADO pelos seguranças do LULA? A Fake Press vai abafar???

    ResponderExcluir
  5. Do Alexandre Borges:

    Como a imprensa vai noticiar a delação do Palocci:
    – O Globo: “Palocci omite Temer em delação e se complica”
    – Folha: “Lula ainda lidera corrida presidencial com 280% das intenções de voto segundo Datafolha”
    – GloboNews: “Preconceito contra nordestinos estaria por trás de delação de Palocci, diz especialista”
    – Veja: “Delação de Palocci abre caminho para um Macron brasileiro em 2018”
    – Época: “Joesley não confirma delação de Palocci”
    – CartaCapital: “Origem italiana de Palocci pode explicar guinada fascista”
    – O Antagonista: “Lula preso amanhã”
    – Superinteressante: “Crimes da igreja católica na Idade Média explicam delação de Palocci”
    – CBN: “Palocci joga água em mendigos na Praça da Sé”
    – Zero Hora: “Palocci não menciona gaúchos em delação”

    Acrescento:

    – Quebrando o Tabu: "Como a legalização das drogas para gays pode ajudar a inibir delações homofóbicas"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. DeFu fumou muito ontem pelo jeito.

      Excluir
    2. The Fool está em êxtase, colega! O 'power point' do Dallagnol estava certo. O PalóFi abriu o bico. Game Over.

      Excluir
  6. Eu quase engasguei com o café quando um "jornalista" do G1 tentou me convencer que nome feminino para furacão é... MACHISMO! Ah, claro, um "especialista" foi evocado para dar um ar de credibilidade à cretinice, como sempre. Perderam a noção do ridículo.

    O Hélio Gurovitz, em "A armadilha que paralisa a esquerda", um texto brilhante postado pelo site da revista Época, foi preciso no diagnóstico. Pena que ninguém ainda deu a devida importância.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa discussão é antiga e já foi superada. Os furacões só tinham nomes de mulher (dados pelo serviço meteorológico dos EUA) até os anos 80. Houve reclamação, e desde então se alternam nomes masculinos e femininos, em ordem alfabética. Por exemplo, agora temos Harvey (nome de homem), seguido por Irma (nome de mulher).

      Excluir
    2. Certíssimo, Tony, mas a ideologia cegou o povo:

      http://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2014/06/machismo-torna-furacoes-com-nome-de-mulher-mais-letais-aponta-estudo.html

      Excluir
    3. A gente tinha que chamar os furacões de Chevron ou Exxon mesmo

      https://newrepublic.com/minutes/144735/we-naming-hurricanes-exxon-chevron-not-harvey-irma

      Excluir
  7. E você aí achando que o Joesley se gravou mesmo sem saber... hahahaha

    ResponderExcluir