segunda-feira, 28 de agosto de 2017

SWIFT, SWIFT, BITCH

Deus sabe que eu tentei. Mais uma vez, escutei Taylor Swift com o propósito explícito de gostar dela. Afinal, a mina vende bem no mundo inteiro, já ganhou dois Grammys de melhor álbum do ano (enquanto que Beyoncé não passa da indicação) e está sempre nas manchetes dos sites de fofoca. Mas alguma coisa em sua persona não me cai bem, e eu finalmente entendi por quê. Taylor Swift só fala de si mesma: até aí, zuzo bem, ninguém é mais egocêntrica do que Madonna, que no entanto manda em mim há mais de 30 anos. Acontece que a Swift é uma bitch no sentido mais negativo do termo: rancorosa, encrenqueira, cheia de não-me-toques. Suas brigas públicas com Kanye West e Katy Perry já deram no saco, mas ela insiste. A própria Katy já pediu água, mas nem por isto Taylor deu as caras ontem nos VMAs, apresentado por sua rival. Só mandou o clipe de "Look What You Made Me Do", uma extravagância de autoadoração de que nem a própria Madonna foi capaz. Sem falar que a música em si, que põe a culpa de tudo o que Taylor diz ou faz nos "outros",  é fraquinha a mais não poder.

27 comentários:

  1. Conforme-se, Tony! Madonna tá gaga, velha, passado... A nova dona do pop é a putinha da Taylor... O lyric vídeo dela tem mais viws que o clip oficial de Swish Swish da Kátia Flop. Mas, pra teu conforto, o clip novo da TS tem várias referências aos clipes de Madonna, Gaga, Bey e todas as tiazinhas do pop. Enfim, o mundo é da Taylor, a bola da vez, que salvou o pop em 2017, que tava chato e cheio de álbuns conceituais que ninguém escuta. As bee querem LACRAÇÃO, besha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mais essa nova geração... Galerinha pisa lacradora nas gerações anteriores, pra essa geração de agora, tudo, absolutamente tudo, começou quando os 'novinhos' nasceram. Esquecem-se que se hoje tem Taylor e derivantes, é porque Madonna lá atrás conquistou um espaço, que teve consequenciais não só pra ela, porque Madonna acabou abrindo as portas das que viriam depois, as Taylor e ridículas de hoje. Vocês da nova geração se acham, mas não passam de ignorantes mentais e históricos. Consigam articular ideias, e tenham noção de senso histórico.

      Excluir
    2. O Mioo Babbino Caro
      Me nego a crer que ser gay é ser fútil...

      Excluir
    3. "Agora acho que ela sempre foi uma bosta" ops....

      Excluir
    4. Não sou do tipo que acha que o tempo não passou, ou que antigamente era melhor. Acho a Madonna da atualidade horrorosa, por exemplo. Mas claro que as novinhas precisam ter suas divas também. Faz parte.

      Mas só quem vê coisas como Madonna fazendo "Vogue" no MTV Awards (aquela perfomance dos leques) realmente entende a distância que existe entre ela e todas as outras que vieram antes e depois.

      Procurem no youtube e informem-se. Muito antes do lacre, a porra toda já tinha sido lacrada para todo sempre.

      Excluir
    5. Admirável a boa vontade do Tony com determinados artistas.

      Excluir
  2. Vc ultimamente tá muito amargo, Tony! Só naquela linha "no meu tempo", "as divas do meu tempo", "tudo no meu tempo, 50 anos atrás, era melhor". O tempo é hoje, gato, e hoje só dá Taylor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rsrsrsrsrsrs. Então os tempos de hoje estão péssimos, porque se os tempos de hoje veneram Taylor, Meu Deus, que merda de tempos viu, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.

      Excluir
  3. Tb acho essa branquela sem sal, canta mais ou menos e repertório é fraquinho. Mas esse clip dela é babadeiro. Curto putinhas vingativas e egocêntricas, elas movimentam o mundo pop. O exemplo disso é Madonna, mãe de todas elas. Sem falar que ela é bem melhor que a Kátia, que precisa da mãe do Tammy Miranda pra não flopar de vez e não canta nada, só no playback.

    ResponderExcluir
  4. a nova putinha do pop! Taylor quebra-mansão, hahaha

    ResponderExcluir
  5. Voltando para a NOSSA realidade:

    Viu que Inês Brasil posou para uma foto com Bolsonaro?

    Até aì, a moça e Livre, empoderada e faz o que quiser, certo? ERRADO! O povo da patrulha passou os últimos dias com seus martelos e foices em riste, acusando a diva local de traidora do movimento.

    Tolerância? Só com quem pensa e age conforme o script, claro.

    ResponderExcluir
  6. Uma vez que a Inês Brasil é um memes que teve sobrevida graças a uma parcela gay,nada justo condenar esse close errado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "CONDENAR o close errado" A.K.A. PATRULHA da esquerda totalitária.

      O amiguinho pensa diferente? Vamos persegui-lo nas redes sociais até calar a voz dissonante, certo?

      Que tal lacrar com um "viva Maduro e a revolução", colega?

      Excluir
    2. Inês Brasil pode posar com quem ela quiser. Mas que ela posou com um proto-fascista que incita violência e desrespeito contra homossexuais, isso é verdade.

      Prova: https://www.youtube.com/watch?v=QJNy08VoLZs

      Excluir
  7. Taylor completou mais uma etapa da programação Iluminatti.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para piorar ela também é a musa pop dos supremacistas brancos...

      Excluir
    2. 18:14 Ridícula, musa de quem, com essa corte de bees e esse repezinho da terceira.

      Excluir
  8. A tal sororidade (palavrinha horrível) passa longe do mundo das divas pop, de valeska popozuda a anitta, de madonna a mariah, das velhas as novinhas, todas só sabem falar sobre lacrar na cara das inimigas.
    Que falta de assunto.
    Ainda mais que todas sem exceção se dizem feministas.
    Feminismo que dura até o dinheiro começar a cair na conta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 13:25 Sonoridade só serve para aquela feminazi lésbica e pobre - de pochete e camisa xadrez - convencer as manas a se afastarem dos machos com piroca.

      Excluir
    2. Bichas que usam o termo "lacrar": cansaço.

      Excluir
  9. Nossa! Não sou fã da Katty... Nunca ouvi uma música da Taylor, se ouvi nem soube que era dela... A Madona só conheço dos filmes que via na sessão da tarde nos anos 90...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 13:37 Quer casar comigo?

      Excluir
    2. Nossa! Felizmente, já sou casado...

      Excluir
  10. Taylor lacrou e isso é inegável. Agora, vcs viram o que os hakers fizeram com o youtube da Pabblo Vittar (é assim mesmo que se fala o nome da trava?), botaram até foto da Bolsonaro. Será que foi a Inês Brasil?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 16:07 Há quem diga que foi false flag, inspirada na igreja dos negros americanos que foi queimada e pichada com "vote trump". As investigações seguem a toda. Logo saberemos.

      Se os responsáveis forem ligados a Pablo, será o fim da bicha.

      Excluir
  11. Eu nunca gostei de nada dela, mas gostei dessa nova.

    ResponderExcluir
  12. Bom, ainda estou com a Camille Paglia, essa sim enxergou quem é essa aí!

    ResponderExcluir