segunda-feira, 17 de julho de 2017

SNOW IN RIO


"Soundtrack" é o primeiro filme que se passa quase todo na Antártica (nunca mais vou escrever "Antártida", que não faz o menor sentido). A bem da verdade, o lugar não é especificado. Mas dá para desconfiar que está ao sul do planeta porque a) o Brasil está presente na Antártica, mas não no Ártico e b) um personagem recomenda ao outro que nunca caminhe rumo ao sul, para não se perder para sempre. O mais incrível é que ninguém saiu do Rio de Janeiro: o longa foi inteirinho rodado em estúdio, numa demonstração convincente do que a nossa produção já é capaz de fazer. Pena que "Soundtrack" seja apenas bonito de se ver (e ouvir, pois a trilha é mesmo ótima). Emocionalmente, a história é oca, sem a porrada que seus autores imaginam estar dando no final. Isto porque o personagem de Selton Mello é mal construído. Sua motivação é rala - uma exposição de selfies (?) - e seus conflitos internos, jamais explicitados. Sobra a neve que, mesmo artificial, surpreende.

2 comentários:

  1. Já dava para sentir isso pelo trailer, igualmente oco.

    Fora que tem o Seu Jorge como "ator", isso é...

    ResponderExcluir
  2. c) No ártico não há rocha... no trailer, assim como na Antártica, há. ;)

    ResponderExcluir