quinta-feira, 13 de julho de 2017

AIA RODADA

Já assino Now, Netflix, Amazon, Globo Play e Fox Premium. E assinaria Hulu se tivesse no Brasil, só para ver "The Handmaid's Tale". Venho acompanhando o buzz sobre a série há algum tempo, e hoje ela recebeu uma pá de indicações ao Emmy - inclusive melhor drama e melhor atriz para Elisabeth Moss (a Peggy de "Mad Men"). Tudo isso, mais o trailer aí em cima, mais o pedigree literário - é uma adaptação do livro "O Conto da Aia", de Margaret Atwood - me deixou seco para ver. Um futuro distópico, onde as mulheres não têm direito nenhum! Não podem trabalhar, não podem ter conta em banco, e algumas não podem nem ter nome. Viram propriedade pessoal de políticos ricos casados com esposas inférteis, e devem gerar filhos para eles. Ou seja, uma representação do mundo que o Bolsonazi gostaria de implantar. Ou seja (2), é o programa mais interessante de todos os tempos desta semana. O curioso é que "The Handmaid's Tale" é uma série com temporadas, e não uma minissérie. Será que o livro - um único volume - chega para tanto, ou vão começar a inventar tramas? Não sei. Só sei que PRECISO ver ASAP, mesmo que eu tenha que quebrar a lei. Sugestões?

(Eu comento as indicações ao Emmy na minha coluna de hoje no F5)

14 comentários:

  1. Respostas
    1. Vem para o Brasil

      Excluir
    2. Estamos ameaçados por duas calamidades: a ordem e a desordem.O nosso espírito é feito de desordem, acrescido de um desejo de ordenar as coisas.

      Excluir
    3. Pô, é verdade mesmo? Eu quero.

      Excluir
  2. "Ou seja, uma representação do mundo que o Bolsonazi gostaria de implantar."

    Sério mesmo? Se uma mentira tão descarada e idiota for o melhor argumento contra Bolsonaro, acho que ele já levou.

    Agora entendo o crescimento do cara: o outro lado sofre de severa inépcia mental.

    ResponderExcluir
  3. É bom relembrar os regimes fascistas de Franco e Salazar em que mulheres precisavam de autorização dos maridos para muita coisa, há poucas décadas atrás. O analfabetismo era altíssimo. Regimes cujo fim implicaram consumo absurdo de drogas e álcool. As pessoas viveram o ápice da liberdade até reencontrarem o equilíbrio e um desenvolvimento mais saudável da sociedade com socialismo democrático.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu Deus do céu, Gustavo! Que salada russa de conceitos políticos equivocados, hein? Socialismo e democracia na mesma expressão??? Eis aí, amiguinhos, mais uma vítima da desinformação das esquerdas.

      Excluir
  4. Tipo 13 reasons why que vai ter 2ª temporada com sessão espírita e 13 remixes das fitas da 1ª temporada.

    ResponderExcluir
  5. Acabei de ver ontem, vale à pena, às vezes é dura de assistir, mas é incrível (e triste). Não é "difícil achar por aí!", se é que vc me entende hehehe.

    ResponderExcluir
  6. Assiste pelo programa/app Stremio!

    https://www.strem.io

    ResponderExcluir
  7. O mundo do bolso e certamente de bilhões de humanos. Da maioria talvez viu.

    ResponderExcluir