quarta-feira, 21 de junho de 2017

LIFE IN PLASTIC, IT'S FANTASTIC

Fui uma criança perversa - aliás, como quase todas. Gostava de tirar as roupas dos bonecos e promover surubas entre eles. Também os torturava: certa vez derreti o braço de um monstrinho de borracha, para ver como escorria. Esse meu instinto básico estava adormecido, mas foi despertado pela nova linha de Kens. O namorado da Barbie passou por um extreme makeover, o que já não era sem tempo, e ganhou novas cores, tipos de corpo e estilos de cabelo. Até aí, nada contra: viva a diversidade, etc. etc. Mas o Ken de coque samurai me dá vontade de matar. Acho que vou comprar um só para submetê-lo às mais cruéis sevícias, mwahahaha.

13 comentários:

  1. todos son bien mariconas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pero no lo son todos los hombres?

      Excluir
    2. kkkkkkkkkkk es verdad

      Excluir
  2. Outro dia fui cercado por barbies humanas e achei que eram Kens, de tão petrificadas que elas estavam em razão do G.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Joana continua nos delirios hahahahahahaha

      Excluir
    2. nossa, você vive falando nisso. Vai prá rehab, bee.

      Excluir
    3. Apenas frequento os mesmos ambientes

      Excluir
  3. O mio babbino caro
    Taxidermia, você na sequência empalhava seus bichinhos de estimação também? É rehab rghuns dangers

    ResponderExcluir
  4. Sombracelha pintada tipo pilot é fajuto em mulher, em homem então. Só é adequado nos finos ambientes que o João frequenta.

    ResponderExcluir
  5. Promove uma suruba agora, vai! <3

    ResponderExcluir
  6. Se tivesse um fantasiado de lenhador eu tacava fogo! odeio esse visual, é ridículo,

    ResponderExcluir