quarta-feira, 10 de maio de 2017

EU ESTOU COM ELAS

Há quase um ano, publiquei uma coluna no F5 criticando a visita de Alexandre Frota ao então recém-empossado ministro da Educação, Mendonça Filho. Frota não gostou e, no dia seguinte, postou um vídeo no YouTube me esculachando. Não contente com isto, resolveu me processar. Fui defendido pelos advogados da Folha de S. Paulo, e o resultado foi feliz para mim: o cara perdeu. Isto deixa ainda mais surpreendente o resultado do processo que ele moveu contra Eleonora Menicucci. Ainda mais porque o veredito foi dado por uma juíza (no meu caso também, mas não pela mesma). A ex-ministra da Secretaria de Políticas para Mulheres do governo Dilma foi condenada a pagar 10 mil reais a Frota, uma decisão que está provocando celeuma nas redes sociais. Hoje Menicucci assina, junto com a vereadora paulistana Sâmia Bonfim (PSOL), um artigo no blog #AgoraÉQueSãoElas (o mesmo onde a figurinista Su Tonnani denunciou o assédio que sofreu de José Mayer). Eu estava decidido a nunca mais tocar no nome desse sujeito, para não dar mídia a ele. Mas não posso deixar de registrar o meu repúdio a essa condenação espúria, e a minha total solidariedade às duas líderes feministas. Vocês não estão sozinhas. #contraaculturadoestupro

13 comentários:

  1. Olhe aí os resultados da demonização irracional da esquerda. Aonde chegamos, hein?!? Dois pesos e duas medidas, parabéns aos golpistas de todas as esferas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Depois que essa gente aprendeu a palavra golpista, falam mais isso do que trabalham ou doam seu tempo a algo útil.
      Bicha, melhore, no repertório e nos atos da vida, pois apoiar Lula bandido só vai te deixar pra trás no bonde da civilização.

      Excluir
    2. Não, bandido era Dona Marisa Leticia, o Lula é um puro...

      Excluir
  2. O fato de você vencer e ela não o processo é um bom sinal. Mas o que você não foi o motivo do processo dele contra ela. Foi no mesmo teor? Ou algo mais? Vi um comentário seu no Facebook falando que ela é gente boa por ser "feminista, pró-aborto, pró-gays e contra cultura do estupro". A luta dela é um cheque em branco para fazer qualquer coisa? Ou a luta dela garante que ela seja correta? Não entendi.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Qualquer pessoa que levante as bandeiras do feminismo, dos direitos LGBT e da liberação do aborto já conta pontos comigo, independentemente de qualquer outra coisa.

      E quem não entendeu fui eu: porque eu vencer o processo e ela não é um bom sinal? Bom seria se tivéssemos vencido os dois.

      Excluir
    2. Com essas ideias o movimento lgbt não precisa de inimigos, não é mesmo? É fogo amigo, gay contra gay. Deixa isso prós frotas da vida, vamos nos defender.

      Excluir
  3. O mio babbino caro
    É oque vem permeado nesse post. Não se trata de defender Lula ou ser de esquerda, como pessoas desonestas colocam aqui, mas sim em saber que estamos a distância dessa corja que tomou o país. Fico feliz em saber que o frota tomou no cu, é não foi da Bianca.

    ResponderExcluir
  4. O contesto foi diferente n? Nesse caso pesou a questao da acusação d estupro.

    ResponderExcluir
  5. Não dá para emitir opinião sobre o resultado de um processo sem conhecer as alegações e a defesa. Gente ruim também ganha processo e gente boa também perde - o juiz só leva em consideração a ação, e não o caráter dos envolvidos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Luciano eu sou advogado e te digo tem muito juiz babaca...

      Excluir
  6. Stop making stupid people famous

    pls

    ResponderExcluir
  7. Chato é pensar que a Justiça de São Paulo, excessivamente morosa, demorará anos para julgar um recurso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. João, aposenta esse disco-voador e bota aquele menino bonito de anorak do PT.

      Excluir