quinta-feira, 6 de abril de 2017

QUE ANO É MESMO?

Ontem eu soube de duas notícias que me fizeram duvidar de estarmos no ano da graça de 2017. Parece que elas vêm de um passado remoto, quando ser gay ainda era defeito. A primeira é até engraçada: Barry Manilow finalmente saiu do armário, aos 73 anos de idade. Para quem não conhece: a biba foi um dos maiores hitmakers dos anos 70 e 80, quase do nível de Elton John. Para quem conhece: alguém não sabia que ele é gay?? Ara, ninguém canta "Copacabana" e depois sai pegando mulher. Manilow, que vive há 39 anos com seu empresário, disse que não se assumiu antes por medo de decepcionar as fãs. Bom, a essa altura já devem estar todas mortas.

A outra notícia não tem graça. O Sindicato dos Bancários de SP denunciou que o Itaú demitiu um gerente que postou no Facebook uma foto onde beija o namorado, apesar do cara ter batido todas as metas. Internautas influentes como o Celso Dossi estão interpelando o banco, que já prometeu tomar providências. É inconcebível que uma empresa que se diz tão avançada ainda permita que isso aconteça. De que adianta ser digital, se a mentalidade continua em 1917?

41 comentários:

  1. Essa notícia do Itaú foi pesada.

    ResponderExcluir
  2. Só olhar os comentários das bichas desse blog que fica bem claro que ainda estamos em 1917, apesar da tecnologia do séc. XXI.

    ResponderExcluir
  3. Nossa!!! Agora que eu vi o retratinho da tia Celsa HAHAHAHA Dossi. Ate que ela é fazível ! Mocinha bunitinha do interior !!!!

    ResponderExcluir
  4. Como é que eu vou contar pra minha tia que Barry Manilow é gay?

    ResponderExcluir
  5. A doce influente hahahahahahahahahahahahahahahaha
    If only.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele faz propaganda do Cabify e você não faz.

      Excluir
  6. Uai sô... Itaú, coloque um banco para as bonitas namorarem. Seja 2017 nas atitudes também.

    ResponderExcluir
  7. Tony, lembrei do Cauby quando saiu do armário, cantou até na Le Boy.

    ResponderExcluir
  8. "todas devem estar mortas". reconceito com idade pode, né?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eita falta de humor! É exatamente esse tipo de patrulhamento que cria clima para a eleição de Trumps e Bolsonaros.

      Excluir
  9. Do Barry, gentem, e precisava dizer algo? Kkk, tava tão na cara. Bom ver que o movimento por direitos dos gays vai fazendo gente de todas as idades se assumir.

    ResponderExcluir
  10. Essa do Itaú é pra lembrar que o cerceamento a homossexualidade ainda é vivíssimo nos ambientes de trabalho. Apesar de conquista de direitos e liberdade, ser gay num ambiente corporativo não é nada fácil. Devemos cobrar o Itaú para que medidas cabíveis sejam tomadas. Bom foi que tomamos conhecimento da política discriminatória contra gays promovida pelo banco.

    ResponderExcluir
  11. Quem possui amizade com alguém que pensa que criminalizar crimes contra LGBTs é elevá-los a classe especial-em sentido pejorativo-, como pensam LGBTfóbicos, não tem direito de veicular matéria sobre homofobia. Porque se sentisse alguma indignação contra crimes praticados contra gays não seria amigo de homofóbico.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse texto rocambolesco e pouco claro é por que eu sou amigo do Pavinatto? O Pavi é uma flor de pessoa, e já me amparou num momento de extrema necessidade. Não concordamos com tudo politicamente, mas continuamos amigos porque somos civilizados. E ele está longe de ser esse homofóbico que você pinta.

      Excluir
    2. Infelizmente, a italianada tende a ser conservadora. Geralmente as famílias são muito católicas e há uma dificuldade em se desprender isso.

      Excluir
    3. Não ser de esquerda agora no meio gay é ser tudo, de bruxa a bolsominion, as pessoas de esquerda estão perdendo o mínimo da capacidade de pensar que achava-se que tinham.

      Excluir
    4. A lista vai aumentando: putas se apaixonam, traficantes se viciam, judeus que aplaudem nazista, pobre de direita e gays que apoiam homofóbico e lutam pelo direito de serem homofóbicos

      Excluir
    5. Por que vc teve que ser amparado tony?

      Excluir
    6. Eu tive um probleminha legal enquanto estava fora do Brasil. Pavinatto cuidou de tudo para mim, à distancia, e tudo que ele ganhou em troca foi uma caixa de chocolates. Além da minha eterna gratidão, é claro.

      Excluir
    7. Bicha invejosa...
      O Pavinato é lindoooo!!
      Se ele fosse um gay ativo macho alpha eu dava pra ele.
      Uma pena ser passiva!

      Excluir
  12. Hola Tony ,parabéns gosto muito do seu blog. Tem um pouco de tudo , entretenimento , assuntos gays, política e por falar em política , eu sou de direita , mas não entendo muito de política . Você conhece algum deputado , senador de direita ou extrema direita que defenda as causas gays , para que eu possa segui-los?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O único político de direita gay assumido que eu conheço no Brasil é o vereador paulistano Fernando Holiday - que já anunciou que não vai defender os gays (aliás, ele vem fazendo uma cagada atrás da outra).

      Tem muito gay no Congresso, em todos os partidos, inclusive na direita. Nenhum assumido (não vou dar os nomes que eu sei). O único que põe a cara para bater é o bravo Jean Willys, que no entanto é de extrema esquerda. Mas a defesa que ele faz dos LGBT é coerente, e conta com o meu apoio.

      Excluir
    2. Muito obrigado por sua resposta

      Excluir
    3. Eu votaria no Bolsonaro como presidente se ele estivesse no segundo turno com o Alckmin (bate na madeira 3x)

      Excluir
    4. 18:19 migo, se der esses dois no segundo turno, eu fujo de país mas não voto

      Excluir
    5. 18:19 Que coisa horrível, como vc conseguiu pensar num cenário desses kk

      Excluir
    6. Anônimo 18:19 entre os dois eu escolheria um tiro no meio da minha cabeça

      Excluir
    7. 18:19 eu votaria no bolsonaro se ele fosse um militar extremista comunista ou um necromante pra ressuscitar stalin

      Excluir
    8. 18:19 esquece a madeira, bate em quem for responsável por isso!

      Excluir
    9. 18:28 eu vou pra venezuela

      Excluir
    10. 18:19 Nesse cenário Eu juntava uma galera e começava uma guerrilha pelo golpe comunista

      Excluir
    11. 18:19 Eu faço igual a RAINHA MADONA eu voto no molotov

      Excluir
    12. 18:29 fumando bagulho estragado

      Excluir
    13. Jean de extrema esquerda está para Tony de extrema direita.

      Excluir
  13. Enquanto isso na Holanda, http://attitude.co.uk/men-all-over-the-netherlands-are-holding-hands-in-solidarity-with-a-gay-couple-who-were-brutally-attacked/

    ResponderExcluir
  14. "...disse que não se assumiu antes por medo de decepcionar as fãs. Bom, a essa altura já devem estar todas mortas."

    É por essa e outras que visito esse blog todos os dias!

    ResponderExcluir
  15. http://www.hrc.org/blog/hrc-condemns-senate-leaders-for-going-nuclear-to-guarantee-appointment-of-a
    Às vezes me pergunto até que ponto devemos ceder para ter apoio de conservadores. Mas tem momentos que simplesmente não dá para ceder e o jeito mesmo é ir para o front de batalha. Nesse caso aí da matéria, chamaria definitivamente os gays americanos a irem para a luta contra os republicanos. Porque os próprios conservadores fazem de tudo para que no final das contas gays sejam sempre massacrados.

    ResponderExcluir
  16. Não sabia desta demissão do bancário. ITAÚ que vergonha! Agora que eu não conto com serviços deles pra nada! Tô fora! Quero outro banco!

    ResponderExcluir
  17. Achei que já tinha lido aqui mesmo no blog sobre o Barry finalmente se assumir. Tô ficando senil ou prevendo o futuro?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Clica na parte colorida do texto do Barry Manilow que você cai num post de 2015 sobre o casamento dele.

      Excluir