terça-feira, 11 de abril de 2017

DUETO COM SI MESMO

Hoje eu estou que nem o "Jornal Nacional": ainda não estou podendo comentar a lista do Fachin. É muita coisa para digerir; até o Haddad foi citado! Preciso me segurar para não sair gritando "fora todos" e pavimentar a estrada para o Bolsonazi. Então vamos falar de coisa boa? Olha que lindeza esse dueto acima: ambos são o cantor trans Charlie Peck, com nove meses de tratamento hormonal de diferença. Como diz a letra, a gente está em casa quando está com si mesmo.

16 comentários:

  1. E tu votou no haddad ne tony, kkk? Calma, to aqui so pra dizer que entre ele e o doria fiquei com o haddad e não me arrependo. Mas vamos esperar o que vem por aí. Espero continuar não me arrependendo do meu voto em 2016 para a prefeitura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, votei no Haddad no ano passado. E votei no Aécio no 2o. turno de 2014, para evitar o que me pareceu um mal maior.

      Excluir
    2. Surprise surprise. No Brasil é assim mesmo, como já alertamos: PT, PSDB, PMDB e não somente o partido vermelho como pareceu! Blindaram os outros até tirarem o PT do poder, e agora todos podem ver que não há um que se salva, aliás, Luciana Genro, em quem votei primeiro turno, não apareceu, nem Eduardo Jorge que o Tony votou no primeiro turno. Mas não me surpreenderia que aparecessem no futuro. Assim como não ponho mão no fogo para o "ilibado" Bolsonazi, como alguns colocam!
      Nick

      Excluir
  2. Haddad nunca saiu do lado de Lula mesmo com todas as evidências do sapo ser bandido, então qual surpresa ele estar envolvido também?

    ResponderExcluir
  3. Na minha universidade existe um núcleo de estudos gays. Ótimo não? Seria se todos que quisessem participar do núcleo não fossem impedidos, porque só pode participar se for comunista, se não for vaza. Recentemente o núcleo de estudos fez um chamamento para eventos que ocorrerão em homenagem aos 100 anos da revolução russa. Isso mesmo, gay comemorando revolução comunista. A que ponto nossas irmãs comunas chegaram. Daí compartilho esse link para passar na cara dos comunas mais um, de muitos episódios, o que sofreu e ainda sofre gays nas mãos de comunistas. http://metro.co.uk/2017/04/10/reports-of-concentration-camps-and-torture-for-gay-men-in-russia-6565025/
    E quer saber, nem faz diferença participar do núcleo, porque ele é péssimo. Horrendo em todos os sentidos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alan Turing, Oscar Wilde, todos moraram em países capitalistas "evoluídos" quanto ao direitos LGBT! Você pode ver em mapas do mundo, que a homossexualidade é ilegal ou punida em países que foram colonias do UK! No USA negros eram segregados faz bem pouco tempo! Então a culpa não é do regime econômico, mas da época em que viviam! Você que falou "irmãs comunas" deve ser de direita e ter apoiado Trump, que apoia(va) a Rússia! Talvez vez você perde o ponto por não entender que eles estão comemorando a "Revolução Russa" não por apoiarem a tortura de homens gays naquela época de União Soviética e hoje na Rússia moderna, mas por terem se desenvolvido e terem sido uma das potencias mundiais, apesar de serem contra o USA e não deixarem que ele interfira na sua soberania! Veja bem, não estou defendendo USA ou a URSS ou a Rússia, mas veja, aqui é o Brasil, devemos buscar nossos próprios caminhos, eles comemorarem a Revolução Russa não os torna torturadores de gays! Eles podem comemorar pelo contesto histórico que sua filiação política ideológica tem com o fato, mas os partidos mais pró LGBT no Brasil voce gostando ou não são os de esquerda, "comunas" como vc diz!
      Nick

      Excluir
    2. Nick, os regimes comunistas não fizeram nada pelos gays, muito ao contrário. Persegyiram-nos como aberrações do capitalismo.

      TODOS os avanços da causa LGBT aconteceram no Ocidente, nas democracias liberais. Principalmente nos EUA. Sim, os primeiros países a adotar o casamento gay foram os do norte da Europa, onde impera um socialismo light quanto aos direitos sociais (não na economia). A pauta pró-igualdade sexual é bastante recente na esquerda. OK, ela é inexistente na direita; mas a própria esquerda só levantou essa bandeira a partir dos anos 80 e olhe lá. Portanto, não doure a pílula: Lênin, Che Guevara, Fidel Castro, são todos nossos inimigos SIM, e não merecem homenagens de gay nenhum.

      Excluir
    3. Os países nórdicos têm impostos altíssimos, Tony, para investimento em educação, seguridade social e pensões. Isso, na definição da direita brasileira, é MUITO socialismo na economia. Favor se atualizar.

      Excluir
    4. Favor você também saber melhor do que está falando.

      Os países nórdicos são CAPITALISTAS. As grandes empresas são privadas. A interferência do estado no funcionamento da economia é mínima. Mas é verdade, os impostos são altíssimos e os serviços públicos da mais alta qualidade - o que, nos EUA, por exemplo, é considerado socialismo. Mas não é beeeeem socialismo.

      A grosso modo, existem 4 grandes sistemas no mundo:

      Pouca intervenção na economia, poucos direitos sociais - EUA
      Muita intervenção na economia, poucos direitos sociais - China
      Pouca intervenção na economia, muitos direitos sociais - Escandinávia
      Mita intervenção na economia, muitos direitos sociais (pelo menos na teoria) - Brasil

      Acho que o modelo ideal é mesmo o do norte da Europa, aí incluindo Holanda, Bélgica, Alemanha e Grã-Bretanha. Esta última, aliás, creio ser o país que melhor equacionou uma questão crucial: qual é o tamanho que o estado deve ter? Lá acho que eles chegaram no mais próximo do ideal (que é impossível). E olha que são uma monarquia.

      Excluir
    5. Sim Tony, os nórdicos são capitalistas, não disse que não, mas para a direita brasileira e para os USA são comunistas. E sim, lá impera as leis de mercado, porém não a livre lei de mercado, o Estado interfere quando necessário e se quase 30 por cento da população é empregada pelo estado lá, isso seria considerado socialismo e "cabide de emprego" aqui! E cuidado:"os regimes comunistas não fizeram nada pelos gays", não disse que fizeram, disse que naquela época da revolução russa, guerra fria, todos tinham mais ou menos o mesmo pensamento, sejam capitalistas, socialistas ou ocidentais, hoje em dia Cuba abriu um pouco para diversidade, diz seu governo (não eu), mas Rússia vai na contra mão. Eu disse que os gays brasileiuros de hoje de esquerda - alvos do outro comentarista - comemoram datas chaves do socialismo como a "Revolução Russa" e "Revolução Cubana" não pelos males que fez par os gays, mas outros motivos como "brecar o imperialismo ianque, etc. "sermos soberanos sem aval dos USA". O que quero dizer é: os de esquerda comemorarem essas datas chaves para eles não invalida que eles (os atuais esquerdistas) são a favor dos LGBT e não contra, mesmo que seus antigos lideres eram. Ao contrário da direita, que comemora seus antigos líderes mas não se atualiza para o mundo atual! Pois Reagan também não era "amigo dos gays" e vejam como lidou com a crise da AIDS e é comemorado pela direita!
      Nick

      Excluir
    6. Deixa eu abordar por outro lado: os direitos LGBT só avançaram em sociedades abertas, onde existe liberdade de expressão e o estado não controla os meios de comunicação. A URSS era um estado totalitário. Cuba ainda é, assim como a China. Não vou nem mencionar os países árabes... E a liberdade de expressão sempre andou junta com o capitalismo. Na verdade, acho que é um contrapeso e um sistema de alarme: é a liberdade de expressão que impede que o capitalismo se torne completamente selvagem.

      Excluir
    7. Liberdade de expressão eu apoio! Mas no Brasil teve uma época que alguns querem que volte, onde a liberdade de expressão não andou junta com o capitalismo!
      Nick

      Excluir
    8. Existe direita e esquerda no Brasil? Eu acho que existe na verdade são duas quadrilhas diferentes que nada tem a ver com política.
      Ainda não entendo as pessoas usarem os termos direita e esquerda.

      Excluir
    9. "Existe direita e esquerda no Brasil? Eu acho que existe na verdade são duas quadrilhas diferentes que nada tem a ver com política.
      Ainda não entendo as pessoas usarem os termos direita e esquerda." Também concordo meu caro, porém quando vejo pessoas querendo desqualificar a "esquerda" brasileira fico puto. Até concordo com algumas opiniões/argumentos da direita, mas se apontam que a esquerda é autoritária (dando exemplo de tempos passados), se esquecem que hoje os autoritários são eles que querem ganhar no golpe e no grito!
      Nick

      Excluir
  4. acho a sua tática muito correta, Tony! pesquisar muito e votar com a consciência no primeiro turno, e votar no mal menor no segundo turno... infelizmente é o que nos resta!
    Democracia não existe sem muita educação ao povo. Como no Brasil não há educação, é ilusório falar em democracia,
    O STF não tem a menor capacidade de julgar todos esses casos: vão se arrastar por anos, e a maior parte vai prescrever...
    Só nos resta torcer pela fritura deles na mídia!
    é a única punição que a maioria deles vai ter.

    ResponderExcluir
  5. Ninguem se sensibilizou com essa gravação deliciosa de ver e ouvir?

    ResponderExcluir