quinta-feira, 9 de março de 2017

TRANSFOBIA (AINDA) NÃO É CRIME

Não tive coragem de encarar o vídeo da Dandara. Não me mandem links, não quero ver. Mas isto não quer dizer que eu não ligue para a violência contra travestis e transexuais. Mesmo com tanto avanço dos direitos LGBT, o Brasil continua sendo um inferno para quem não se sente alinhado com seu gênero original. Ainda temos aquele medo adolescente de paquerar uma mulher e, na hora do vamovê, tcharam! - ela põe um pau pra fora! Nunca soube de nenhum caso desses na vida real, e geralmente quem paquera travesti está mesmo a fim de pau. Mas o mito continua, e rende até anúncio para o Dia da Mulher. Como este outdoor aí em cima, veiculado na Grande São Paulo, para uma marca de cosméticos chamada Pedaços de Amor (que, pelo visto, de amor não tem xongas). Os babacas até acham que fizeram sucesso, pois postaram um outro anúncio comemorando mais de um milhão de visualizações no Facebook. São brincadeiras como essa que pavimentam o caminho para as pauladas e os tiros que vêm depois. Crime foi o que aconteceu com a Dandara e com centenas de outras, mortas todos os dias Brasil afora. E um dia há de ser crime veicular uma propaganda como esta. Que, além de tudo, tem uma direção de arte horrorosa...

(Obrigado pela dica, Estêvão Delgado Martins)

5 comentários:

  1. O mio babbino caro
    De onde vem tanta incompreensão?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Véio, já estudou história da humanidade? Porque não parece.....Como se crueldade fosse algo novo.

      Excluir
    2. Ui!
      Tá precisando dar uma trepada não tá não.
      Sou poeta travadinha.

      Excluir
  2. Ta foda. Ta faltando empatia nesse país.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É o coice da égua.
      love love love ou All you need is love

      Excluir