segunda-feira, 13 de março de 2017

AGORA VALE

Um dos maiores sucessos do Tim Maia foi "Vale Tudo", que ele gravou em dueto com Sandra Sá. A música se tornou tão representativa da carreira dele que deu nome a sua biografia, escrita por Nélson Motta. Mas ela tem um refrão que sempre me incomodou: "só não vale dançar homem com homem, nem mulher com mulher". Este pedaço da letra não só contradiz a suposta intenção libertária da canção como ainda soa hipócrita na voz de Sandra de Sá, que já há trinta anos tinha fama de sapata. Mas nada como um dia depois do outro: hoje Sandra está nas manchetes, assumindo seu amor por outra mulher. Seria o caso de atualizar "Vale Tudo", ou eu estou sendo um chato de galochas?

13 comentários:

  1. Sempre que começo a cantar esse trecho da música, me dá um bug no cérebro, já que pra min, a tal Sandra sempre foi gay. Qual a surpresa? Já que até mesmo hoje em dia, as pessoas costumam ser super liberais e "modernas", mas quando o assunto chega na homossexualidade, se veem no direito de abrir exceções.

    ResponderExcluir
  2. Sempre que canto essa musica eu mudo essa parte e canto "TAMBEM vale dançar homem com homem E mulher com mulher" rysos

    ResponderExcluir
  3. Atualizando a letra: "Até vale Dançar homem com homem, e mulher com mulher"

    ResponderExcluir
  4. O Tim Maia, quando começava um show com "Vale tudo", encerrava com a mesma música, alterando a letra e dizendo que agora tinha liberado tudo, até dançar HH e MM.

    ResponderExcluir
  5. O mio babbino caro
    Fazendo a compreensiva. O Tim era aquela porra louca aquilo era zuação tanto que no final, na original mesmo, ele libera geral rs
    Sandra. A loka fez campanha até pró monarquia. Afinal o que quer uma mulher?

    ResponderExcluir
  6. Como assim assumindo hoje? Ela sempre foi out and about.

    ResponderExcluir
  7. ou eu estou sendo um chato de galochas? não, esta parte tb me incomodava. #vamobaterbife

    ResponderExcluir
  8. Reza a lenda que esse trecho se refere a não valer hetero com hetero, pois o senso comum na época, e até hoje, achava que homem significa hetero.

    ResponderExcluir
  9. Não está sendo chato de galochas. Essa parte da música que você se refere também sempre me incomodou. E que acabou sendo uma pá de cal no propósito libertário da canção. Se até hoje tem gente LGBTQ atacando direta ou indiretamente suas próprias comunidades, o que dirá em outros tempos. De todo modo, nota zero para a Sandra por ter apoiado essa parte esdrúxula da música. Não importa se foi há 30, 20 ou sei lá quanto tempo. Sandra, você ainda merece nota zero por isso. Ah, quando a Gabi ainda tinha o "De frente com Gabi" no SBT, Sandra deu uma entrevista por lá e assumiu ser lésbica. Já sabia que Sandra era sapa.

    ResponderExcluir
  10. As sapatonas em geral não gostam muito de mim.
    Por que será que tão difícil para um gay ter amiga sapatão?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Porque elas gostam de mulheres e nós de homens, como na real tudo gira em torno de sexo, estamos em situação diametralmente opostas...

      Excluir
  11. Essa versão já foi atualizada!!! E claro que por Ivete... Dá uma olhadinha nesse link: https://www.youtube.com/watch?v=BvEeMe0STac

    ResponderExcluir