terça-feira, 10 de janeiro de 2017

O CÓDIGO LEONARDO

Volta e meia me cobram aqui no blog para eu "denunciar" os gays famosos que não postam suas intimidades nas redes sociais. Digo e repito: os únicos que merecem ser arrancados do armário são os homofóbicos. Todos os demais têm suas razões para se expor ou não, ainda mais os que seguem a carreira artística. É por isto que aplaudo a atitude do Leonardo Vieira, que rendeu minha coluna de hoje no F5. O cara, de fato, nunca se escondeu muito: taí uma revista "Sui Generis" do final dos anos 90 onde ele aparece de espartilho na capa e de tutu de bailarina no interior. Mas também jamais levantou bandeiras, e tem um ponto quando diz em sua carta-desabafo que um ator deve ser uma página em branco. Algumas bibas estão se incomodando com o trecho onde Leonardo diz que, se pudesse, teria escolhido ser hétero. Bom, vão sofrer ataques na internet para ver se vocês aguentam, meus amores - não precisa nem ser uma paulada na vida real, a cores e em 3D. Vamos torcer para que a coragem do rapaz não prejudique sua carreira, confirmando assim os medos de quem vive na sombra.

34 comentários:

  1. Fugindo um pouco do tema, mas que peitoral ele tinha hein? Fantástico. Carinha linda tb.

    E se me dessem a chance, acho que não escolheria ser HT não. Escolheria ser bi pra poder comer todo mundo. Mas, como bem apontado por Mr. Goys, eu não sou alvo de hate na innnernet.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se fosse possível, eu também gostaria de ser Hetero. Ser gay é muito complicado. Hoje tenho 34 anos e levou bastante tempo para eu conseguir espantar os fantasmas. O mundo foi criado para os Heteros e os gays estão tentando adaptar para um estilo de vida que não segue o padrão. Isso não é Fácil.

      Excluir
  2. O mio babbino caro
    Sei não, o Brasil é tão canhestro que sei lá. Houve um tempo que era uma festa. O lampião, as Bixórdias. Mascarenhas até Gabeira. A Sui Generis era uma puta revista. Real. Tudo se transformou, até quem assumiu na época, volta a assumir, com ares de escândalo...O baguio tá loko. Vamos lá começar tudo de novo no eterno retorno.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Explica pras under 30 isso tudo que vc colocou ai?

      Excluir
    2. Beesha under 30, dá um Google, lampião foi um jornal gay da decada de 70, produzido pelo Aguinaldo Silva (sim ele mesmo!!), Trevisan.
      Sui Generis foi uma revista gay muito bacana, teve tb Dzi Croquetes, tb na década de 70(Tony, faz uma coluna para resgatar isso, como foi feito na homens),se hoje tá menos pior, agradeça a todos estes que vieram antes e deram a cara a tapa por nós, até 20, 30 anos atrás não era cool ser gay como hoje, não que vivamos no paraíso, mas era muito pior.Ah, miobabbino, adoro os seus comentários,escreva tb sobre isso, vc tem muita coisa para dividir conosco tb.

      Excluir
    3. Poxa hj em dia não tem mais essas revistas que vc listou pq ninguém compra mais revista. Simples.

      Quer mudar isso, crie seus blogs, páginas de feesbooq, twitter (se vc suportar os trolls alt-right) e instagrama.

      Excluir
    4. Anônimo 10:19 Agradeço a solidariedade, pois como você sabe a coisa aqui é meia "braba" se bem que tenho dúvidas se esses "under 30" não são aqueles "bombadinhos" com mais de 40 que ficam rodando na pista brizados e ainda moram com a mamãe. Enfim. Não tenho dúvidas que há aqueles que se identificam com meus comentários e percebo como reverbera, isso é tranquilo. O que falta hoje em dia como síntese, é a elegância de um Darcy Penteado, capaz de estar sem deixar de ser. Cultivo a paciência com os estúpidos.
      (13:16 Não passe constrangimento oque foi "listado" foram pessoas, shows e jornal, não há revista alguma a ser comprada não. A única revista aí é a citada no post... se informe, aqui é um espaço para troca de idéias por mais que alguns não percebam).
      Admirável Tony somos grato por nos proporcionar esse espaço, que a sensatez nos cubra.

      Excluir
  3. Estou perturbado com o coronelzinho de Renascer até hoje. Jequitibá enorme!

    ResponderExcluir
  4. Cada um sabe onde o calo aperta. É preciso se colocar no lugar do outro e eu entendo o lado dele. Os ataques Tony estão por todo o lado, e não precisa ser físico ou em forma de post na internet para machucar, pode ser na forma de "opinião sobre o tema" vindos de pessoas que você ama. E quando isso acontece dói, dói muito.
    A foto foi tirada no dia do aniversário dele, 48 anos. Ele disse que os pais sempre souberam, mas que não via necessidade de sair contando para todo mundo. Eu tenho 33 anos e não consigo encontrar brechas para poder falar com a minha família. Até hoje me sinto um intruso, um enxerto. No último domingo, no almoço na casa da minha mãe estavam presente irmãos e uma amiga da família. Num determinado momento o grande tema entrou em pauta: fulana de tal é sapatão e tem uma mulher. Pronto, foi mais de meia hora ouvindo absurdos na mesa, de idéias equivocadas a preconceito puro. Bicha, bichinha e veado foram palavras bastante pronunciadas. E eu ali gelado sem conseguir se quer expor meu ponto de vista, soterrado por tanta ignorância. Depois do almoço eu me afastei enquanto meus irmãos e a amiga fuçavam o Facebook de um cara que largou a mulher pra ficar com outro. "Que absurdo! Como é que pode uma coisa dessa?"
    E isso tem sido corriqueiro em reuniões de família, roda de amigos e no trabalho. As pessoas quando acham que não tem gay por perto revelam todo o seu preconceito. Ali naquela hora eu só consegui sentir uma puta vontade de chorar. Meu pai já morreu e as vezes me pego pensando se um dia minha mãe também vai embora sem conhecer o filho como de fato ele é. Eu sempre acho uma vitória quando alguém consegue sair do armário muito jovem, porque quando se é mais maduro, dependendo do meio em que se vive e de como a sua vida pessoal e profissional se desenvolveu é muita coisa em jogo é muita coisa pra perder.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cabe a vc mudar essa situação e não ficar esperando que o divino espírito santo os transforme em tolerantes do nada e aí sim vc se assumir. Seja vc, por mais doloroso e constrangedor, o agente transformador da história de sua familia, seja generoso com eles compreendendo o pensamento limitado deles e os ajude a mudar, caso seja seu desejo. Senão, viva com seu segredo mas sem culpá-los, pois, ainda que eles sejam os intolerantes, são tão humanos quanto vc.

      Excluir
    2. Pois é anônimo, não é fácil, cada um sabe onde o calo aperta.A sociedade é uma falsidade só, sofri muito por estas questões e hj mais ou menos, é aquilo mãe sempre sabe, a minha sabia, mas eu não tive tempo p me abrir e também eu não tinha a pessoa que tenho hj, teria tido coragem, ela faleceu não deu tempo, mas sei que ela onde estiver abençoa meu relacionamento. Lhe desejo sorte, e tudo a seu tempo.Abs.

      Excluir
    3. relaxa, homem. eu passei por tudo isso e quando vi, todo mundo ja sabia. e nem doeu. alias é como depilar a bunda. vc n sai nem mais nem menos hm depois q faz. so melhor consigo mesmo.

      Excluir
  5. Parabenizo e confesso que preciso ter a mesma atitude ... amo seu trabalho ...

    ResponderExcluir
  6. para o 22:09 - fica aqui minha solidariedade, não resolve sua situação, mas é melhor que nada

    ResponderExcluir
  7. Anônimo 22:09 vc está precisando de ajuda, parabéns por expor aqui a sua dor, que é a mesma de muitos que passam por aqui.
    Mãe sempre sabe? É um livro fantástico que tem ajudado muitas famílias no processo de aceitação dos filhos gays, a autora, Edith Modesto tem um grupo, GPH, pesquise na internet, se prepare e busque uma brecha para falar pelo menos com a sua mãe, às vezes o ataques é uma forma de provocação para ver se vc sai da toca, a sua família deve saber de vc e por não saber como lidar, vai pelo caminho mais fácil,que é o ataque. Boa sorte e conte para nós depois.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, esqueci de dizer, sou gay tb, passei por isso que vc passa agora,a Edith nos ajudou muito, se puder leia tb Devassos no Paraíso, de João Silvério Trevisan,um abraço e viva nós.

      Excluir
  8. Leonardo Vieira todo mundo já sabia (ou desconfiava) mas existem vários outros que ninguém nem sonha (mas O Tony sabe e não conta pra ninguém).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Tony sabe, e de muita coisa, mas se ele fala aqui corre sério risco de ser processado. Ou por acaso você acha que os atores gays enrustidos não irão meter o processo nas costas do Tony? O Tony nem sempre pode falar o que quer. Ele e todos nós. Porque simplesmente a vida não é essa mar de rosa que muitos teimam em ilustrar.

      Excluir
    2. Eu não "quero" falar sobre os atores enrustidos, nem deixo de fazer fofoca por medo de processo. Acho que cada um tem suas razões para sair ou não do armário, e os únicos que merecem ser expostos são os gays homofóbicos.

      Excluir
    3. Então fala dos gays homofóbicos enrustidos, são muitos. Aproveita e fala daquele autor da Globo que nas últimas novelas fez um processo de 'heterossexualização' com cada personagem gay das tramas que escreveu. Isso é homofobia, só para constar. Se quer ajudar na exposição desses por acaso, fala deles vem em quando.

      Excluir
    4. O Tony é um roteirista famoso e sabe guardar segredo para os enrustidos. Imagina o tanto de boy que deve bater na porta dele.
      Ele tem que realmente estar muito apaixonado para se manter casado com tanta tentação.

      Excluir
  9. Como disse o fofoqueiro Leo Dias o ego tirar galã da recordo do armário é fácil porque o ego não publica as fotos de galãs da globo?

    ResponderExcluir
  10. Olha eu sou soh posso dizer que sou contra toda forma de preconceito. Eu inclusive tenho amigos heterossexuais. Essa parte no manifesto foi a legal. A melhor de todos foi: "assumir o que?"... quando me perguntam se eu sou assumido, eu jah pergunto logo o que eu tenho que assumir.... hetero nao se assume, pq devo eu? Fogo viu Tony Goes, mas eh a polêmica que faz a coisa evoluir...

    ResponderExcluir
  11. cuidar cada um da propiá vida....um bem jamais visto na vidinha medíocre de cada um. bom dia

    ResponderExcluir
  12. Ele tem quase a mesma idade de que você e não fica igual a você fica se sentindo velhinho ou falando como se fosse coroa.
    Acho muito chato quando vc fica se sentindo velho, vc tá super jovem e tem que se sentir mais novo rapaz!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, mas eu fico "me sentindo velhinho"? Vou prestar atenção.

      Excluir
    2. Nossa, Tony, pois o tempo todo vc vem se desculpar nos posts sobre sua idade. Como se pra vc, idade fosse algo para pedir perdão.

      Nos outros porém, vc vê idade como uma permissão para falar merda. Quanto mais velho, mais idiotice vc permite.

      Super coerente tbh.

      Excluir
    3. Credo, que agressivo. O que foi que eu te fiz? Magoei.

      Excluir
    4. Concordo com o primeiro anônimo.
      Você é jovem, bonito e fofinho e fica se sentindo velho, larga mão rapaz, 50 de hoje são os 30 de antigamente.

      Excluir
  13. Nossa so vc msm pra resgatar essas revistas, devia ainda estar na banca, so pela capa ja gostei!!!

    ResponderExcluir
  14. Exato, Leonardo nunca fez muita questão de esconder sua orientação sexual. Quem deveria ter sido pego no flagra é um esses que se faz de machão e de tão gay enrustido acaba sendo homofóbico. Leonardo foi presa fácil para os fotógrafos. Devemos torcer para que tipinhos incrustados é que sejam mesmo pegos. Ah, e desculpa, mas se ele disse que se tivesse que escolher preferia ser hétero é porque ainda tem problemas com a própria orientação sexual. Não são todos os gays que apesar do preconceito aceitam a própria orientação sexual, e Leonardo é um desses. Agora torcer para que o moço não sofra as consequências de revelar a orientação sexual.

    ResponderExcluir
  15. Tony,Babbino,continuem, amo o que vcs escrevem, não gosto quando o chamam de babona, tem muito quarentão por aqui se achando under 30, cresçam, a vida é muito mais que saber se fulano é ou não é, o que acrescenta na vida saber que fulano é gay? Na minha nada,nem na sua.

    ResponderExcluir