domingo, 15 de janeiro de 2017

I'VE GOT ALL MY LIFE TO LIVE


Toda temporada de prêmios é assim: algumas revistas e jornais americanos reúnem os possíveis indicados ao Oscar para simpáticas mesas redondas e sessões de fotos, como se essas estrelas não quisessem cortar as gargantas umas das outras. Mas este ano a revista W encontrou uma causa comum a todos: a aversão a Donald Trump. E foi nesse espírito que surgiu o vídeo acima, com o hino gay "I Will Survive" adquirindo um novo significado. Quem se saiu melhor? Amy Adams, a mais disco de todas! Confira aqui a galeria com as diferentes capas da W desta edição que se pretende histórica.

5 comentários:

  1. meu deus, como esse alden ehrenreich é lindo

    ResponderExcluir
  2. Sim estamos fodidos porque Doneld Truump é a pessoa mais poderosa do mundo e com a capacidade de termonuclear qualquer cidade ou país desse planetinha de merda, mas puuuuuta que pariu que assunto chato. To torcendo para algum outro ditador surgir numa republiqueta das bananas pra gente mudar de assunto.

    Ah o Duterte! Vamos falar do Duterte? Sabe, mudar o assunto. O Duti desafiou a Suprema Corte essa semana. Falou que ninguém, nem juiz togado do tribunal pode impedir ele de decretar lei marcial nas Gilipinas. Olha só que dramão!

    ResponderExcluir
  3. Não entendi! Quem saiu na capa da W é contra o Trump??? Ví gente aí que não é.

    ResponderExcluir
  4. A ideia é bacaninha, mas ficou uma b*****osta!

    ResponderExcluir
  5. O mio babbino caro
    Mas as malditas continuam a reverenciar Trump por tudo o que ele significa. E ficam macho se lhe esfregamos isso na cara. Se descuidar voltam à Paulista para o apoiar, lembra-se.++++++++++

    ResponderExcluir