terça-feira, 27 de dezembro de 2016

UMA VERDADEIRA PRINCESA

Agora virou palhaçada. 2016 está tirando sarro da nossa cara. Quanto mais a gente reclama, mais gente bacana ele leva antes da hora. Estava revendo a lista dos mortos célebres do ano, e adivinha? Não tem um único vilão. Nenhum ditador, nenhum político corrupto, nem mesmo aquelas velhas insuportáveis da propaganda do Itaú. Todos por aí esbanjando saúde. Já a Carrie Fisher, coitadinha, se foi justo na época em que a ressurreição da franquia "Star Wars" estava dando um gás em sua carreira. Ela ficou marcada para sempre como a Princesa Leia, mas seu maior talento era como escritora e roteirista. Li um de seus primeiros livros, "Surrender the Pink" ("entregue o rosa" - adivinha o quê), e era de rolar de rir. Carrie era intelectual desde criancinha, capaz de devorar um livro numa só sentada. Também era bipolar e chegada num aditivo, fosse ele bebível ou cheirável. Não deu muita sorte no amor: seu longo relacionamento com Paul Simon rendeu algumas músicas boas, e o pai de sua filha, o agente Bryan Lourd, casou-se com outro homem há alguns meses. Fico ainda mais triste quando lembro que sua mãe ainda está viva, a lendária Debbie Reynolds. Carrie era uma espécie de Grilo Falante de Hollywood, uma consciência crítica dotada de humor ferino cujo maior alvo era ela mesma. Coragem, faltam só quatro dias.

25 comentários:

  1. Já a Carrie Fisher, coitadinha+1 coragem faltam só 4 dias+1

    ResponderExcluir
  2. Não levou ditador? E Fidel?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fidel era uma boa bisca, mas já estava aposentado há quase dez anos. Queria ver um ditador no auge do poder sendo levado para o além.

      Excluir
    2. Quando li seu comentário pela primeira vez pensei que você deu uma de Jean Wyllys e defendeu Fidel, um dos maiores homofóbicos de toda história da humanidade, que escravizou, dentre outras monstruosidades, homossexuais em seu país. Mas quando li de novo entendi o que você quis dizer. Rio, porque é bem engraçado mesmo de tão patético, quando Jean Wyllys começa a defender regimes e figuras homofóbicas da esquerda revolucionária. Difícil o Jean, muito difícil. E para acrescentar mais na lista, o Wyllys (e outros gays como ele) defende Che Guevara, outro homofóbico-mor da história humana. Aí depois esses mesmos gays que defendem esses homofóbicos vem posar de "gente esclarecida". Ah, tenham dó.

      Excluir
    3. Anônimo, o correto seria "havia defendido".

      Excluir
  3. E o pai trocou a família pela Elizabeth Taylor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E a filha da Carrie Fisher namora o neto da Elizabeth Taylor.

      Incesto!!

      Excluir
    2. Hahahahahahahahahahha tony ela supostamente namora o lobisomem insosso Taylor Launter

      Excluir
    3. Se ele já sabe tudo das celebridades internacionais imagina daqui do Brasil onde ele é amigo pessoal de várias delas. Eu falo que se um dia ele quiser abrir a boca a Fabiola Reipert perde o emprego pra ele na hora. Não tem pra ninguém o dia que o Tony falar o que sabe de Keila Jimenez a Mônica Bergamo vão parecer desinformadas com tudo que ele sabe.

      Excluir
    4. Besssha,coloca vírgula no texto, tive que ler 03 vezes pra entender.

      Excluir
  4. Nossa que espírito vingativo desejando a morte das pessoas. *Risos*

    ResponderExcluir
  5. 2016 o ano que não terminazzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
    Culpar 2016 está pior que piada de tiozão, graça nenhuma.

    ResponderExcluir
  6. Só porque o Fidel morreu velhinho ficou bonzinho? Vai falar isso para as famílias de quem teve seus entes queridos fuzilados no paradão ou afogados na travessia!

    ResponderExcluir
  7. Engraçado que a maioria das pessoas não a conhecia. Geralmente gay não é fã de Stars Wars.
    Como virou moda lamentar a morte de famosos pela internet, a celeuma é enorme.
    Pura onda e pura moda. No fundo uns 90% não assistiram filme algum da franquia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Engano seu querido.
      Entre os nerds há muito mais gays que em qualquer outro gueto.
      Com certeza esse cara nunca foi ulnuka feira ou encontro nerds cheio de biba fazendo cosplay da princesa Leia (isso sem falar dos gays aficcionados por séries e animes e as que gostam de vídeo game).

      Excluir
  8. O mio babbino caro
    Como será que é organizada essa fila para andar de cima?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade o David Bowie está montando um universo paralelo muito legal. Área VIP do céu.

      Excluir
  9. Agora a mãe teve um AVC.
    Parece o caso do filho adotivo da Zsa Zsa que também morreu no domingo.

    ResponderExcluir
  10. e lá se foi a mãe tb, foda!

    ResponderExcluir
  11. Bobbi Adler também foi...

    ResponderExcluir