terça-feira, 20 de dezembro de 2016

PRECISO FALAR DA CLARICE

Desculpe o transtorno, mas eu nunca tinha visto um pau. Não fazia ideia de como é uma buceta. Só tomo banho de camisolão, nem imagino o que eu tenho por baixo dele. Por isto estou absolutamente chocado com esse novo clipe da Clarice Falcão, que em pouco mais de duas horas no YouTube já tem mais de 200 mil visualizações. É, parece que muita gente também nunca viu pau e nem buceta.

ATUALIZAÇÃO: Mesmo com o aviso de que era apenas para maiores de 18 anos e verificação de idade, o clipe não durou muito tempo no YouTube. Não há de ser nada: já o encontrei no Vimeo, que não é dirigido pela Opus Dei. Por outro lado, há de ser alguma coisa: é terrível sermos submetidos aos parâmetros obscurantistas de oligopólios como o Facebook ou o Google, que se curvam a ditaduras e espalham notícias falsas, mas também nunca viram pau e buceta.

25 comentários:

  1. Respostas
    1. Vários, fiquei até atordoado, não sabia que ainda existiam.

      Excluir
  2. MWHUAHUAHUAUH >.< tonyah tonyah

    ResponderExcluir
  3. Coitado do cara que passou por uma circuncisão radical (tem dois tipos, gente). Mas, tudo bem, ficou bem democrático. Vários tipos de paus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Joana darling! Por onde tu andas??? Achei que estivesse presa ou morta!
      De qq forma muito bom ver que ainda esta rolando no circuito.
      So uma curiosidade me persegue: Vc so comenta aqui quando o assunto eh pau circunsidado, I wonder why?

      Excluir
    2. joanete, os preços estão bons nas galaxias que visitastes. Pena não ter perdido o rumo de casa. Você não fez falta esse tempo todo. Brincadeirinha, é sempre bom uma opinião a mais, principalmente quando discorda da nossa com fundamentação. Não suma fofa vc é do clube. A anOnima intergalática joão.

      Excluir
  4. Em breve comentários criticando esquerdopatas de fazer vídeos sobre ideologia do sexo livre e da genitália desnuda...

    ResponderExcluir
  5. Nem online está mais. Que pena :( Nem tive tempo de ver

    ResponderExcluir
  6. Essa Clarice é tão uó odiada que preferiu botar monte de pau e buceta feios do que a cara remelenta dela.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ela pode ser tudo isso, mas ela tem talento darling e vc tem algum?

      Excluir
  7. Ok, Tony. Mas todo mundo sabe que Facebook, Google, Apple, Microsoft etc etc etc proíbem terminantemente material pornográfico, seja arte ou não. Existe a discussão se deveria ser permitido quando fora do contexto pornográfico (como em obras de arte ou informação de utilidade pública para a saúde).

    Quanto as notícias, Facebook e Google trabalham para criar filtros que barrem notícias falsas. Tomaram vergonha na cara.

    Não adianta colocar anúncio para maiores. Todo mundo quando aceita termos de uso (aqueles que nunca lê) sabe que não pode este tipo de material. E também não pode difamar, caluniar etc. Mas ninguém liga. Aliás acho que só eu li esses termos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem vários videos de auto-exame de câncer de testículos no Youtube. Esses eles deixam.

      Excluir
  8. O pior é que Clarice realmente disse que seu vídeo era “chocante”.

    Por favor…

    Será que ninguém assistiu a filmes como “Calígula”, “A Serbian Film”, “Emanuelle in America” (este é com Laura Gemser, e não com Sylvia Kristel), “O Anticristo”, “Os Demônios” (de Ken Russel) e coisas do tipo? Isso sem falar em filmes pornôs…

    Não há nada de puritanismo em demonstrar desgosto diante do clipe patético (e até infantil) de Clarice. Uma dica que poderíamos dar ao diretor dessa porcaria é assistir aos filmes de Tinto Brass (que, aliás, dirigiu “Calígula”). Alguns títulos são: “Monella, a Travessa”, “Capriccio” (pequena obra-prima), “Cosi Fan Tutte” (outra gema), “A Chave” e daí por diante. Talvez ali ele aprenda como se dirige cenas eróticas que transitem entre o erótico e o pornô (ficando no meio do caminho para não ser classificado como hardcore, e este foi o segredo de Brass). Obviamente, Brass nunca dependeu de coisas como Lei Rouanet.

    O vídeo deve ter gerado alguma polêmica, mas apenas pela ruindade. Perto de polêmicas reais já vistas no mundo artístico de verdade, não significa nada. Significa apenas que a elite artística de extrema-esquerda é isso: incompetente tanto para produzir arte como para chocar. Para piorar, até o “choque” produzido por eles parece ser coisa de virgens.

    A pergunta é: será que o casal Gregório e Clarice transava?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A diferença é que todos estes filmes você só via pagando (seja cinema ou locadora) e, em tese, havia classificação etária. Youtube é liberado pra todo mundo.
      Se o vídeo ficasse no ar, logo logo apareceria um juiz da infância mandando tirar o YT do ar no Brasil inteiro.

      Excluir
  9. Tem uns cacetinhos bem legais.

    ResponderExcluir
  10. Enjoa ver a maioria dos gays, senão todos aqui e fora daqui, aplaudindo qualquer coisa que lhes digam que é moderno, que é pauta, é luta. Bom seria que as vozes dissonantes, discordantes trocassem, batessem bola, mas o meio gay principalmente na internet virou um gueto desesperado por validação e inclusão, criando uma massa pálida sem rosto, sem nuances, sem arte. Tenho certeza que Tony gosta quando aqui lê opiniões diferentes e não somente confete, como criador que é. Esse video dessa artista modorrenta e os gays indo todos atrás é apenas o sintoma dessa falta de individualidade, senso crítico, personalidade, justo do grupo que se diz mais autêntico que todos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A :D- oida voltando com tudo! como anonimo, com diferentes monikers, enfim a coitada tenta que tenta converter as ja convertidas!
      A sra eh sem duvidas um belo caso de loucura!!!!

      Excluir
    2. Resumindo: vc vai votar no bolsonaro.

      Excluir
    3. Sabemos que é a senhora, monotematica.

      Excluir
  11. Vai me chamar de tarado mas eu tenho curiosidade de como deve ser seu pau.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu já vi. é grande e reto.

      Excluir
    2. SEI,,,, KKKKKKKKK

      Excluir
  12. rolas a parte. e a musica? broxante. alias como essa branquinha azeda e seu ex marido.

    ResponderExcluir