quarta-feira, 9 de novembro de 2016

O 9 DE NOVEMBRO

Fui dormir preocupado, pouco depois da meia-noite. A cobertura da TV estava me fazendo mal: Trump surpreendia no sul, Hillary não conseguia virar. Acordei às 2:40 com azia, e cometi um erro fatal: chequei o celular. Não consegui mais pegar no sono. Levantei às sete, num mundo diferente do de ontem.

Tanto reclamei que a mídia estava criando um clima artificial de disputa, e agora me dou conta de que eu, o Nate Silver, o "New York Times", todo mundo errou. As pesquisas falharam quase todas, talvez por causa do voto envergonhado. Quem ia votar em Trump tinha vergonha de admiti-lo - ah, e sabe o que mais? Acho que esses deploráveis deviam continuar tendo. Eu também sinto vergonha por eles. Sinto vergonha do ser humano. Sinto vergonha de ser humano.

O Trumpocalipse é perfeitamente coerente com este ano de merda que estamos vivendo. Depois do Brexit, da Colômbia, do Crivella, era mesmo só o que faltava. Ninguém sabe votar, em lugar nenhum do planeta. Abaixo a democracia, vivam o despotismo esclarecido e a epistocracia. Eu bem que avisei, tralalala.

O que vem agora? Será que Trump vai dar uma de João Doria e cair na real, renegando algumas das propostas de sua campanha? Meu palpite é que ele não passará de um figura de proa. Deixará o governo nas mãos de seu vice e posará para muitos selfies. Não levantará o muro na fronteira do México (que já existe em grande parte), não deportará muçulmanos em massa, não tirará mais sarro de deficientes físicos nem das mulheres feias.

Mas o resto sua agenda é perigosíssima. Duvido que ele vá se meter em guerras, pelo contrário. Trump prega o isolacionismo, e isso vai deixar o caminho aberto para Putin pintar e bordar nos satélites da Rússia. Também periga romper os tratados de livre-comércio, rasgar o acordo com o Irã, melar com a Otan. E cortar os impostos para os mais ricos. O que, como todo mundo sabe, deu suuuper certo no governo de George W. Bush e não levou a nenhuma recessão.

E Hillary Clinton? Talvez ela queria voltar ao Senado, mas acho que irá mesmo se aposentar. Rodar mais uns anos no circuito de conferências, escrever alguns livros e curtir os netos. Chega a ser trágico que a mulher que se preparou a vida inteira para ser a primeira presidente americana, que acumulou décadas de experiência nos mais diversos cargos públicos, perca tudo numa única noite para um arrivista boquirroto que nem bom empresário é.

Não creio em guinada à direita, muito menos a nível mundial. Mas é óbvio que, em todos os países que foram às urnas recentemente, o eleitor preferiu quem ele viu como "fora da política". Trump é um corpo estranho até mesmo no partido Republicano, e parece que é disso que o povo gosta.

O dia de hoje já entrou para a história como uma nova versão do 11 de setembro - é 11/9 refletido no black mirror. Os Estados Unidos cometeram um atentado contra si mesmos. Praticaram o trumpicídio. É até capaz de Hillary ganhar no voto popular (ainda não terminaram as apurações), mas, novamente muito vou me admirar de ninguém pensar em se livrar desse arcaico colégio eleitoral. Já é a segunda vez neste século que o sistema dá chabu, mas quem vai convencer os americanos de que a sagrada Constituição deles tem problemas?

Estou triste, exausto, preocupado com o legado de Obama e com os rumos do planeta nos próximos quatro anos. Também estou curioso: numa hora como essa, é até um alívio pode observar a bagunça à distância. Será o começo do fim da mais poderosa nação que a Terra já teve? Depois vem a desintegração total, a ascensão de Panem, os jogos vorazes. Aliás, parece que esses já começaram.

63 comentários:

  1. Será que algum "republicano brasileiro" vai vir aqui te chamar de burro, que a esquerda e a mídia estão te manipulando, etc... por voce defender a Hillary? Acho que quando é pra me rebater ou outros eles falam com palavreados de baixo calão, mas com o dono do blog, são um pouco mais educados!
    Nick

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nikc quase fiquei com peninha de vc e quase chorei, mas aí lembrei que vc é só um zero à esquerda mimado chato pra caraleo, então as lágrimas nem cairam por vc, minha flor.

      Excluir
    2. RARAR. Sabia que viriam me implicar, mas implicar o Tony que é bom eles não tem coragem kkk
      Nick

      Excluir
    3. Nick, você ainda nos mata de orgulho! S.Q.N.

      P.S.: não sou o anônimo anterior, caro desmilinguido do cerrado.

      Excluir
    4. Nick "Eles não falam com palavreados de baixo calão, são CHULOS mesmo.

      Excluir
    5. "baixo calão"

      Como não amar (cof-cof) gente assim?

      Excluir
  2. "Não creio em guinada à direita, muito menos a nível mundial." Alemães também não acreditavam que a Alemanha ia ser nazista mesmo tudo indicando que sim!
    Nick

    ResponderExcluir
  3. Agora vamos refletor porque alguém que, junto com o marido, fez 200 milhões de dólares dando palestra e recebendo contribuição pra um Instituto que não ajuda ninguém, deveria ou merecia ser presidente mais do que o loucão laranja.

    ResponderExcluir
  4. O que, como todo mundo sabe, deu suuuper certo no governo de George W. Bush e não levou a nenhuma recessão. ADOREI o suuuper - ahazo fiatu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas aqui no Brasil, a moradora do apartamentinho no Leblon com o condomínio atrasado, vai fazer coro e se sentir lesada.

      Excluir
    2. O Leblon americano também tomou na tarraqueta.
      .
      .
      .
      Oh, glória!

      Excluir
  5. Respostas
    1. Michelle e Elizabeth Warren

      Excluir
    2. Até lá é TRUMP, mizifio! ;)

      Excluir
  6. Trump é a personificação da decadência americana talvez um dos quatro cavaleiros do apocalipse

    ResponderExcluir
  7. Eu gostaria de fazer um agradecimento a todos os clientes e funcionários do camarote vip pelos excelentes serviços prestados para mudar a humanidade. Sua inteligência e habilidade para reescrever a história nos deu os maiores líderes já vistos neste planeta como Temer, Trump, Dória e, em breve, o mito Bolsonaro. Sinalizo tb a importância das primeiras damas mais significativas q já tivemos como exemplo para as nossas crianças como Melania Trump, Bia Doria e Marcela Temer. Novamente parabéns ao set phynissimo de personalidades únicas selecionadas para fazer do mundo uma festa sem hora pra acabar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa foi a Marisa Letícia que manda enfiar coisas no cu de quem não aprova a roubalheira do marido e dela.

      Excluir
    2. Não, mais uma vez não terá V.I.P. para você, 15:15. Lo siento.

      Excluir
    3. HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA por isto que eu amo seu site, tonyah! 15:15 obrigado pelas gargalhadas

      Excluir
  8. Existe explicação para essa loucura.

    http://www.vox.com/world/2016/11/9/13572174/president-elect-donald-trump-2016-victory-racism-xenophobia

    ResponderExcluir
  9. Cada um com seu cada um, mas o governo temer cá me causa muito mais angústia, tristeza e medo do que o governo Trump lá!

    ResponderExcluir
  10. KKKKKKKKK e os cariocas que não sabem votar!!!! Kkkkkkkkkk Rindo muito!!! São TODOS, eu disse, TODOS, a b s o l u t a m e n t e IGUAIS!!!!!!!!! Muita atenção nos posts futuros!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E o Crivella, se bem que superar a agonia que o Rio vem vivendo nas últimas decádas...

      Excluir
  11. Esse isolacionismo no fim da história vai ser bom é pra gente e pra Europa. Investidores querem mercados abertos e conectados e livres de barreiras. Tudo o que o Trump prometeu ser contra. Se o Brasil souber navegar, poderá atrair esses investimentos que os EUA vão perder nos próximos anos. Reino Unido já se tocou que vai pelo mesmo caminho se levar o Brexit adiante.

    ResponderExcluir
    Respostas

    1. Esse 17:40 manja TUDO de política e economia mundial. Afinal, investir na produção em países que perderão espaço no maior mercado do mundo funciona, sim, aBiguinho!

      Deixa só a bolha chinesa de produtos sem demanda estourar que você vai ver o quanto sua tese "funciona". Se bem que certas mentes não são capazes de enxergar a realidade ainda que ela lhe caia sobre a cabeça.

      Segue o féretro.

      Excluir
    2. Gente, ninguém fala de dar uma trepadinha, viraram todas analistas política e econômica. E as garantias sociais para o nosso amor ainda não consolidadas, dinheiro não é tudo meninas, cuidado com a moral e os bons costumes que o camburão pode voltar a qualquer momento, nem as bolhas estão isentas da maldição que acreditam por sermos viados.

      Excluir
    3. "garantias sociais para o nosso amor ainda não consolidadas"

      A única coisa que eu preciso para garantir o meu "amor" é um parceiro bem roludo que não encha o saco ligando no dia seguinte, fofa!

      Acorda pra vida real, querida!

      Excluir
    4. 20:33 Toda capacidade de análises sociológicas se esvai, o parceiro roludo no armário... Tenho quem ligue no dia seguinte marcando um cinema. Quanto a senhora...

      Excluir

  12. Ai, Tony, sua sintomatologia escancara as razões psicológicas que levaram gente bem formada e supostamente esclarecida a defender teses como "golpe", durante o impeachment de Dilma, e que ainda acreditam que Lula é um tipo de "herói do povo brasileiro". É a ignorância dos ilustrados. De uma iluminação produzida por uma espécie de luz negra, aquela que ilumina mais algumas cores que outras.

    Você insiste que não foi manipulado por pesquisas falsas e pela mídia equivocada, adotando a tese estapafúrdia do "eleitor envergonhado" para tentar justificar o erro grosseiro dos institutos de pesquisa. Sorry, ninguém vai engolir isso. Recusa-se a verificar as contas da Fundação Clinton, idealizando a candidata mais corrupta que já concorreu à Casa Branca e embarcando na narrativa construídas pelos George Soros da vida.

    Também critica a agenda de Trump, baseado no espantalho construído pelas esquerdas e descambando para uma rejeição de caráter unicamente estético. Usa argumentos irracionais para descrever aqueles que ousaram discordar da sabedoria suprema que seu grupo social supõe possuir. Fala sobre uma gestão Obama idílica, semelhante "a do ómi-mais-honesto que elevou milhões à classe C", mas que só existe na narrativa do próprio Obama.

    Enfim, você é vítima de uma distorção dos fatos que convenceu muita gente a não votar em Trump, mas que não foi suficiente para enganar um número necessário de idiotas úteis. Nem com quase toda Hollywood e cantorxs pops fazendo propaganda pró-Democratas. Trump e seus poucos apoiadores usaram razão, projeções matemáticas sérias, teorias eficientes sobre o sujeito e a sociedade reais, vencendo tudo e todos. Mostraram ao mundo que o INDIVÍDUO segue (como sempre) muito maior e mais potente que todos os "coletivos" doutrinadores que possam tentar controlar a liberdade de pensamento e de opinião, através de uma agenda que demoniza o contraditório.

    Trump é o máximo? Claro que não! Mas foi exatamente por isso que venceu: ele não é a expressão de um fingimento politicamente correto, mas um homem real cheio de erros, mas que nem de longe eram tão horrorosos e nefastos quanto os de sua adversária.

    A propósito, não vai ter "muro" (pois ele já existe, baby!). O que vai ter é o controle rígido de fronteiras para que os mais de 150 mil latinos que vivem nos EUA unicamente para cometer crimes não encontrem mais ambiente para as suas práticas. O que vai ter é o fim da transferência dos impostos de americanos pobres para estrangeiros que preferem viver à sombra do Estado a "fazer a América". O que vai ter é um combate duro contra o mal do século: o islamismo totalitário e sua expressa tentativa de se tornar uma lei universal para toda a humanidade.

    E, sim, o mundo guinou à direita e negar isso é digno de um "analista" míope da GloboNews. Bem vindo ao mundo novo, pois, por incrível que pareça, ele nada mais é que o desdobramento reativo e lógico da ideologia que o seu grupo criou.

    Venha para a luz, Tony Goes! Ainda há tempo. Sempre há tempo.

    Obrigado. De nada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 17:48 Vichi! a bicha endoidou. Quero ver quando lacrarem seu cu.

      Excluir
    2. E ai Tony, você vai pra essa luz a direita do espectro político? É a pergunta que não quer calar.
      Nick

      Excluir
    3. Mas o pessoal da direita brasileira é engraçada! Vou contar um segredinho pra vocês: Trump também é queridinho de esquerdistas americanos, e esses sim com simpatia pelo comunismo, como o ator porno Colby e o cineasta Oliver Stone! Além do que ele é amigo de Putin, aquele presidente que tem simpatia pelos vehos tempos da URSS!Apesar de eu achar que ele (Trump) é de direita! E isso de INDIVIDUO, COLETIVISAÇÃO, que uma coisa é melhor que a outra, leia o livro "Eu primata", baseado na biologia e não em ideologia (que vocês "Fox Nesws brasileiros" adoram falar que é coisa de esquerdista, que o ser humano não é uma coisa nem outra! E que o que vocês chamam de coletivização (ex:obamacare ou sus), na verdade são pautados no princípio da solidariedade e da mutualidade e não tem nada com INDIVUO X COLETIVO.
      Nick
      Nick

      Excluir
    4. QUERO VER SE NAO DEIXAREM OS LATINOS ENTRAREM NA AMERICA QUEM VAI LIMPAR A LATRINA DOS AMERICANOS????

      Excluir
    5. Nick, o Tony até tem essa escolha. Já você, com essa clara limitação cognitiva, jamais sairá da esquerda.

      Excluir
    6. Bixa 17:48 a sra eh loka ou esta se fazendo de doida?
      Logo logo as doidas americans vao acordar pra realidade e se darem conta igualzinho as brexetis: afundaram a nacao e nao teem mais grana pra nada!
      Querida! A China eh dona dos USA! Nao te contaram que 68 cents de dollar pertencem a eles?
      Vai tocar uma banheirao bixa velha, o seu lugar eh la! Trocando o pinho sol ...

      Excluir
    7. 23:28, aprenda uma coisa:

      Quando a dívida é de alguns milhões, quem tem um problema é o devedor; mas quando a dívida é de vários trilhões, quem quebra com a insolvência é o credor.

      Excluir
    8. Que passa a ser o dono ne?

      Excluir
    9. "Nick, o Tony até tem essa escolha. Já você, com essa clara limitação cognitiva, jamais sairá da esquerda." Perguntei pro burro e não para seus carrapatos - Chaves, não o Hugo o da tv msm!

      Excluir
    10. 2:02 - Dono do quê, cara pálida? De títulos podres???

      Definitivamente você e sua turma falam sobre temas que desconhecem por completo.

      Excluir
  13. O mio babbino caro
    Trump é o Canto do Cisne do WASP. É só ter mais um pouquinho de Coragem pra Suportar.

    ResponderExcluir
  14. O povo não está nem aí para direita nem esquerda. O povo nem sabe o que é isso. O povo simplesmente se deixa seduzir pela linguagem forte, agressiva. Isso é confundido com caráter, determinação, vontade de realizar. Qualquer bufão que comece a falar disparates e a cometer exageros logo se torna o centro das atenções, vira manchete. E as pessoas votam em quem lembram, sem de fato entender que nada está sendo proposto, ou que a proposta era um horror.

    O mito para 2018 é agora uma possível realidade, e quanto menos falarmos nele, e quanto menos pronunciarmos ou escrevermos o nome dele, melhor.

    ResponderExcluir
    Respostas

    1. 18:23,

      Quanto menos falarmos de "você-sabe-quem" mais ele irá crescer. Ainda que não leve em 2018, pois a nossa mídia é infinitamente mais aparelhada e manipuladora que a dos americanos, será uma guinada definitiva, para o bem e para o mal, em nossa trajetória.

      As História está sendo escrita pelos homens e mulheres que trabalham e pagam a conta dos encostados e dos privilegiados, prezados senhores!

      Excluir
    2. 18.23 vc descreveu o Lula e todo o petismo vulgar, grosseiro, populista e ladrão.

      Excluir
    3. 19:10, não, ele tentou atingir certo político brasileiro sem ficha criminal. Tipos como esse anônimo endeusam ladrões e desqualificam a virtude. 2018 dará uma lição a ele.

      Já comprei a pipoca e o Toddynho. Vai ser épico!

      Excluir
  15. Temer e a corja do PMDB são bem piores que Trump. Aliás, quantos Trumps temos no congresso nacional?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é todos vivendo no luxo as nossas custas, hj vi aqui em Brasília um deputado saindo de um carro de luxo cor preta, chapa oficial da câmara, ou seja nós que pagamos tudo isto! Lastimável viver num paiseco onde o povo vota mal e os políticos vivem em um mundo de luxo e conforto! REVOLTANTE!

      Excluir
  16. Neste momento, os humoristas do Jornal Nacional estão desqualificando Trump numa narrativa mais fantasiosa que um conto de Stephen King. Só faltou usar os termos deste post (trumpocaplise, trumpcídio... Meh!).

    Nossa grande mídia esquerdista mostra sua face e deixa claro porque quase nos tornamos uma republiqueta bolivariana. Foram esses jornalistas sem caráter que viabilizaram o terror petista. Felizmente não enganam mais ninguém.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agora a Globo é "mídia esquerdista"?

      Excluir
    2. Sempre foi. Se havia dúvida, o JN de ontem e de hoje deixou claríssimo.

      Só que nós, os direitos, não vamos fazer manifestação na porta da emissora. Basta questionar a seriedade da Toda-Poderosa, enquanto apontamos toda a manipulação via redes sociais.

      Ainda teremos uma Fox entre nós. Que assim seja!

      Excluir
    3. Tony, há ferramentas matemáticas para evitar o efeito do eleitor silencioso em pesquisas. O que houve foi uma tentativa evidente de manipulação da opinião pública americana, mas deu ruim.

      Excluir
    4. Eu disse que ia surgir um defendendo a Fox News!
      Nick

      Excluir
  17. Numerologia é coisa de "teoria" de conspiração, não é bicha burra censuradora hipócrita "integra"?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mono se achando a única censurada do blogue. Kkkkkkkkk

      Excluir
    2. Mono, te perguntei no bananaismy, mas vc nao respondeu. Se vc diz que a maçonaria é do mal e o socialismo do bem, me explique o caso Mujica do Uruguai, que é maçônico e socialista?
      Nick

      Excluir
    3. Ahhhhh
      Morri com a monotemática agora
      Hahahahahahahaha
      11 11 11

      Excluir
  18. Rachei:

    “Esses americanos são muito burros, escolheram votar num cara que transformou 1 milhão em 10 bilhões, xingou uma mulher obesa de gorda, falou que muçulmanos são perigosos e vai oficializar um muro pra afastar imigrantes ilegais do que votar numa mulher empoderada que enriqueceu vendendo armas pra países que matam homossexuais e cristãos, tem problemas psiquiátricos e tá envolvida em escândalos de pedofilia e acobertamento de crimes.
    Malditos americanos, ainda bem que em 2018 Lula vai ser eleito como presidente do mundo e matar todos esses conservadores”

    ResponderExcluir
  19. EUA também dividido ao meio, né non?
    Brasil sempre lançando tendências e gringos imitando.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os EUA estão rachados pelo menos desde a eleição do Bush em 2000, muito antes da moda chegar ao Brasil.

      Excluir
    2. Toda bicha que escreve né nom é meio burralda.

      Excluir
  20. Eu sempre achei que o Trump brasileiro seria o Eike Batista. Agora preciso ver se o Eike Batista dos americanos será o Ronald Trump. E também achei engraçado o lance do Dória se contradizer depois de eleito, assim como o Trump o fez no seu discurso. Só faltava agora perguntar pro Dória o que ele achou da escolha dos americanos, logo ele que falou que se americano fosse, não votaria no Trump. Bando de mentirosos, e burros lá, cá e no RJ que acreditam. O mundo está em desespero literalmente.

    ResponderExcluir
  21. Pelo conjunto, melhor Hillary ter perdido mesmo. Se por acaso vencesse comandaria com seu partido sendo minoria no Congresso. O que fica para os democratas? Muito que se pensar, mudar e enfim parar de sonhar e arrumar a base. Farão isso? Tenho sérias dúvidas. E para os republicanos? Fica a vitória momentânea e um futuro incerto. Os EUA ainda são um país mergulhado em um tipo de conservadorismo que se parece mais com o da Arábia Saudita. Parece não. É. O que sobrará para as minorias? O de sempre. Ir às ruas. À luta. Direitos civis para os transgêneros? Realidade cada vez mais difícil. O tema irá chegar na Suprema Corte, mas dificilmente passará numa composição futura de juízes conservadores. Enfim, quem sabe o Mike Pence encaminhe para o Congresso um projeto de lei que aprove a cura gay em todo território nacional, ideia que ele gosta e que estava na plataforma do Partido Republicano. Ao menos pesquisas boca de urna mostram que caiu o número de LGBTQs que votaram neste ano no Partido Republicano. Muita coisa para falar e especular. Vamos aguardar o que virá.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não diga coisas aqui, que as tais não gostam, nem querem ouvir.
      Por Favor!

      Excluir