segunda-feira, 7 de novembro de 2016

NADA ME É ESTRANHO


Meu marido conseguiu que eu quebrasse meu juramento de nunca mais ver um filme de super-herói. Ele conseguiu me arrastar para "Doutor Estranho", que, afinal de contas, tem alguns atenuantes em relação às demais atrocidades da Marvel. Como Benedict Cumberbatch e Tilda Swinton, dois dos meus atores prediletos. Ou a temática pseudo-espiritual, que acaba se revelando uma bobajada mais rasa que um calendário da Seicho-No-Ie. O melhor mesmo são os efeitos especiais, apesar de lembrarem os de "A Origem", de seis anos atrás. Também é curioso o fato de não haver uma única arma de fogo no filme todo. Aqui, bandidos e mocinhos lutam à moda antiga: com armas brancas e magia. Mas nada disso eleva "Doutor Estranho" muito acima dos outros títulos da Marvel. Não vi nada tão diferente assim do Homem de Ferro, ou do Homem-Aranha, ou do homem-sei -lá-o-quê.

15 comentários:

  1. Fiquei feliz em saber que o "Oscar" gosta do gênero. Eu adoro. Principalmente quando posso escapar num dia de semana depois do almoço: compro pipoca, um monte de doce, um baldão de refrigerante e curto a sala de projeção com os outros 5 ou 6 expectadores.

    ResponderExcluir
  2. O mio babbino caro
    Oh! Que blasfemia contra a Seicho-No-Ie. Dr. Masaharu Taniguchi não te perdoará.

    ResponderExcluir
  3. Achei ótimo, me diverti muito! Adoro filmes de super-heróis, e este está entre os melhores, com certeza.
    Os efeitos especiais estilo caleidoscópio, aquela idéia do Inception de dobrar a cidade multiplicada por 1.000, a Tilda fantástica como The Ancient, e toda a parte de projeção astral.
    Só achei chatinha a quantidade exagerada de piadinhas, não precisava. Muitas vezes quebrou o clima, quando se necessitava de uma imersão maior no momento em que ele estava se formando como um mago.
    Espero de todo coração que a Fox um dia devolva os direitos dos X-Men para a Marvel, esta sim sabe como fazer filmes bons.

    ResponderExcluir
  4. Viu dublado para honrar a profissão?

    ResponderExcluir
  5. Cinema significa ter que desligar o cérebro de vez em quando.

    ResponderExcluir
  6. Vi e gostei. Tenho me divertido cada vez mais com os filmes da Marvel. Puro entretenimento, desta vez com um visual fantástico. Tem que assistir em 3D!

    ResponderExcluir
  7. "mais raso que calendário da seicho no ie" kkkkk, que maldade!

    ResponderExcluir
  8. Tony me desculpe. Gosto é gosto mas, o Eduardo Noriega é muito mais bonito que o Benedict. Sei que falou do ator.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Onde foi que eu disse que o Cumberbatch era lindo? Não é de se jogar fora, mas o Noriega (um dos meus maridos secretos) é muito mais bonito.

      Excluir
    2. Rsrsrsrs... Sei que não falou que ele era bonito. Acho que vi em um de seus posts que você foi assistir uma peça ou filme com o Benedict. Agora o Noriega é dezzzzzzzzzzzz

      Excluir
    3. Ah, e quais os outros maridos secretos? Deixa ver se também acho lindos.

      Excluir
    4. Vi "Hamlet" com o Cumberbatch em Londres no ano passado e armei.

      Meus maridos secretos:
      1) Benjamin Biolay
      2) Eduardo Noriega
      3) Lambert Wilson

      Nenhum deles sabe que é meu marido, mas todos são.

      Excluir
    5. Kkkkkkkkkkk, armei foi ótimo! Os outros não achei interessantes. O Lambert até passa mas, o número 1 é o Noriega. Você assistiu Plata Quemada com ele?

      Excluir
    6. Mas é claro! Foi ali que noivamos. Tenho até em DVD.

      Excluir
  9. Me manda uma cópia. Não canso de assistir.

    ResponderExcluir