terça-feira, 8 de novembro de 2016

HILLARY JACTA EST

E assim chegamos ao último dia da mais doida campanha presidencial da história recente dos Estados Unidos. Parte da imprensa está jogando a culpa pela avacalhação nos dois candidatos principais, como se eles fossem equivalentes. Não são: nem no universo paralelo Donald Trump chega aos pés das qualificações de Hillary Clinton para o cargo mais poderoso do planeta. A mídia também insiste no clima de indecisão, quando todos os sites de estatísticas apontam como certa a vitória da democrata. O FiveThirtyEight, por exemplo, diz que a sra. Clinton tem 71% de chances de vencer. Foi este site que acertou os resultados de todos os 50 estados americanos na eleição de 2012, e os de 49 na de 2008. Mesmo assim, é compreensível a hesitação dos jornalistas: as pesquisas também diziam que o Brexit iria perder, e que o tratado de paz na Colômbia iria ganhar. A bruxa anda livre, leve e solta este ano, e uma vitória de Trump seria a pá de cal não só nas instituições americanas, mas na própria fé na humanidade. Só o fato dele ter sido escolhido pelo GOP já é um escândalo de proporções, e um sintoma de que metade dos EUA está podre. Tomara que sua provável derrota obrigue o partido a se reinventar e a se purgar dos extremos - além do mais porque Hillary se revelou uma candidata surpreendentemente frágil, e qualquer outro rival melhor preparado teria levado a presidência. Agora é torcer, rezar, fazer promessa e pensamento positivo. Para talvez comemorar amanhã.

39 comentários:

  1. se a imprensa dá a vitória de hillary como certa, as pessoas não vão as urnas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tinha pensado nisso. Raciocínio interessante.

      Excluir
  2. e um sintoma de que metade dos EUA está podre.+1 VERDADE

    ResponderExcluir
  3. Tony, minha orientação política é progressista. Não acredito nem na esquerda e nem na direita. Mas percebo que uma vitória de Trump não seria de todo ruim. Essa pode ser uma oportunidade para refazer o pacto social americano.
    Pense que numa sociedade existem acordos e conveniências principalmente no mainstream e establishment.
    Claro que não podemos negar que haveria conflitos raciais e religiosos no governo Trump e que a supremacia branca se instalaria.
    Mas, seria interessante ver a elite intelectual de esquerda americana e mundial ter que lidar com os pobres e excluidos da sociedade mais rica do planeta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem que ser muito ingênuo para achar que uma presidência do Trump "refaria o pacto social americano".

      E ainda diz "Claro que não podemos negar que haveria conflitos raciais e religiosos no governo Trump e que a supremacia branca se instalaria" com uma leveza incrível. Quase como se esses conflitos e a supremacia branca não fossem coisas ruins.

      Acorda, querida.

      Excluir
    2. "Tony, minha orientação política é progressista. Não acredito nem na esquerda e nem na direita." Sobre o que já li sobre direita, esquerda e progressismo acho que tenho mais afinidade com progressismo, mas o progressismo tem mais afinidade com a esquerda do que com a direita! Mas que ele diz com um leveza que tais coisas vão ser boas, não tem nada de progressista! Apesar de eu pensar que ele deveria ganhar pros americanos se fuderem, assim como que foi pra paulista se fudeu por aqui, pois o país continua o mesmo e a corrupção ainda está lá. E se fosse um governo que arrumaria a bagunça do PT, os meses governados por eles (que já são consideráveis)deveria ter arrumado uma parte, mas parece que a bagunça é maior.
      Nick

      Excluir
    3. 13 anos de suruba orçamentária e Nickelodeon tá cobrando solução em alguns meses. #prayfortime

      Excluir
    4. Caro anônimo das 20:19 acesse o site do banco mundia e FMI e veja indicadores econômicos e sociais da "era PT", esses dados com certeza não deixarão margens de supostas manipulação que vocês tanto gostam de falar que o PT faz nos dados daqui! O que aconteceu no Brasil foi um reflexo das crises econômicas e política que ocorrem no mundo todo, e sim o Lula pode ter dito que foi uma "marolinha" certa vez - o que se mostrou não ser -mas essa onda veio com força agora! E o PT deveria ter arcado com seus supostos 13 anos de erros e perder na eleições e não como aconteceu!
      Nick

      Excluir
    5. E O Temer e o governo dele continuam a fazer essa suruba orçamentária, e não vejo vc reclamando das surubas que ele faz! Será que é porque vc faz parte da boquinha do governo agora, pis faz parte do MBL, esse movimento "apolítico" que ajuda o governo Temer e lançaram candidatos no PMDB e PSDB?
      Nick

      Excluir
  4. Um "liberal" ganhar lá vc fica feliz. Aqui vc apoia os conservadores, né? hahahahah Ai, Brasil, a eterna colônia!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não confunda política americana com brasileira. Os "liberais" aqui perderam porque eram ladrões, não porque eram liberais.

      Excluir
    2. A palavra "liberal" quer dizer coisas diferentes no Brasil e nos EUA. Lá, é alguém mais à esquerda, que vota nos democratas. Aqui, é sinônimo de capitalista - ou seja, alguém mais à direita.

      Excluir
    3. Tony, liberal e conservador se confundem no Brasil assim como esquerda e direita. A esquerda no Brasil é tão liberal quanto a direita.

      Excluir
    4. De toda forma a Hillary representa uma política bem menos conservadora. Aqui nós voltamos a abraçar essa conduta política, lá, tomara, eles vão afugentar.

      Excluir
    5. O anônimo das 14:25 quis dizer que vc fica feliz se um "esquerdista" (que lá é "liberal") ganha no EUA, mas aqui vc demonizou o PT. E o PT e os democratas são parecidos: uma mulher candidata(Hillary),e que pode estar envolvida em corrupção - mas mesmo assim melhor que Trump. E no Brasil uma candidata mulher, que o nome dela não está envolvida em corrupção (mas ainda sim em escândalos como Pasadena). Mas ambas atacadas por uma direita feroz e maldosa e caluniadora. Porém aqui você deu ouvidos a essa direita e lá parece que você foi blindado. A direita daqui é importada do movimento de lá, somente lendo os comentários do pessoal de direita aqui é o mesmo que ver a Fox News dos EUA e ler comentários dos apoiadores de Trump.
      Nick

      Excluir
    6. Além de que o NYT prega a tese de que algo de errado aconteceu no Brasil no processo de impedimento da Dilma, como todos veículos internacionais! Mas aqui ele so deu ouvidos a impressa estrangeira em relação as eleições dos EUA, e em relação dos assuntos nacionais parece que nunca ouviu falar no NYT.
      Nick

      Excluir
    7. Pobre Nick a semear no deserto e falar à ouvidos de mercadores.

      Excluir
  5. Respostas
    1. anônimo 13:16 Somente nos dias atuais estou conseguindo entender o que é Bicha Loka.

      Excluir
  6. Tchau querida Hilary hahahahahahahhahahahahahahaha

    ResponderExcluir
  7. Trump ganhou e o Mundo se FU! Preparem - se p um Mundo pior! Com eminência de mais guerras e conflitos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E certas pessoas que acham que vivemos em uma bolha e que crises de lá não nos afetam e que fatos ocorridos aqui não afetam lá, como o Tony, que pode achar que a participação dele no impedimento da uma governante mulher aqui não ajudou o Trump ganhar lá, estão enganados. Como meu pai disse, os americanos viram Brasil e Argentina tirando suas governantes mulheres e pensarem "melhor não deixar uma mulher governar, olha o que aconteceu nesses países"! E tem mais se a população americana achar que o governo dele for bom, prepare-se para Bolsonaro 2018! Agora se ele for um péssimo presidente que parece que vai ser, temos uma salvação contra o Bolsonaro!
      Nick

      Excluir

  8. Fico muito preocupado com essa sua narrativa pró-Hillary, Tony, pois ela representa o que há de mais corrupto e nefasto na política americana. Os Clinton são O PT dos EUA, que o povo teve a sabedoria de expurgar antes que fosse tarde. O plano da pilantra era distribuir cidadania para milhões de miseráveis e perpetuar seu grupo no poder, algo semelhante a Lula e seu bolsa-miséria.

    Recomendo que mude suas fontes de informação o quanto antes, Tony, ou você ainda escreverá muitos textos desconectados do real como este que acabei de ler. Nada muito diferente, diga-se, do que se lia nos site sujos, em defesa de Dilma e do PT.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Tony não é muito diferente da revista veja não! Agora a revistinha que ajudou a tirar o PT do poder reclama de Trump na presidência americana! Claro, o mercado já reagiu caindo a essa vitória! Agora o melhor são os comentários a favor de Trump na veja, até agora só 2, mas podem aumentar, de que Trump acabará com o ISIS e que foi uma derrota da esquerda mundial! Esses da direita não sabem o que querem, pois se foi derrota da esqueda mundial, e com a queda das bolsas, também é uma queda pra direita pró-mercado!
      Nick

      Excluir
    2. "pois ela representa o que há de mais corrupto e nefasto na política americana". Como se Trump, Temer e a oposição aqui e lá fosse diferente!
      Nick

      Excluir
    3. Precisa de balde para as suas lágrimas, Nick?

      Excluir
    4. "Precisa de balde para as suas lágrimas, Nick?". Não, não precisa. Minha vida não mudou com a saída de Dilma e nem vai mudar com Trump no poder, mas muitos manipulados por vocês se FUDERAM! E vamos ver como vai estar o Brasil e o USA com esses dois capirotos no poder! Se se saírem tão bem como essa direita acha que vão sair, vai ser Bolsonaro 2018, se não preparem os traseiros, porque ai o ataque comunista de verdade e a vermilhidão vao tomar conta do mundo, com Bener Sanders e Luciana Genro no comando!
      Nick

      Excluir
  9. “Olhe para além da retórica e verá que os Estados Unidos são um país governado pelos ricos, para os ricos” -Timothy Stanley.

    ResponderExcluir
  10. Ao mesmo tempo que penso que se deve ter uma reforma política aqui e lá pra melhor representar os votos, pois os votos da Hillary e dos cadidatos independentes juntos dão um número maior de eleitores que não querem Trump!
    Nick

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nick, vá comer capim! #VergonhaDeVocê

      Excluir
  11. Agora que Trump venceu, as esquerdas irão insistir em teses catastrofistas e no mimimi de sempre. Nada que já não tenha sido previsto. Brexit e Trump apenas PROVAM efetivamente que:

    1) As "pesquisas de opinião" foram forjadas. Trump sempre esteve na frente.

    2) Que a grande mídia não tem qualquer compromisso com a realidade. Seu único objetivo é manipular a opinião pública.

    3) Que a "ciência política" praticada no ocidente, particularmente nas universidades brasileiras, é uma farsa exercida por ideólogos incapazes de produzir uma análise objetiva dos fenômenos.

    O choro é livre.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Que a grande mídia não tem qualquer compromisso com a realidade. Seu único objetivo é manipular a opinião pública." Isso concordo, Dilma venceu e mesmo assim a mídia manipulou a opinião pública contra ela e aconteceu o que aconteceu!
      Nick

      Excluir
    2. "O choro é livre." Agora o Tony tá do lado dos que choram! É bom Tony estar desse lado daqui?
      Nick

      Excluir
    3. Nick, a mídia brasileira foi simplesmente OBRIGADA a aceitar que milhões de pessoas foram às ruas na maior manifestação popular da história das democracias ocidentais. A mesma mídia terá de engolir os prováveis 300 delegados de Trump.

      Excluir
    4. "Nick, a mídia brasileira foi simplesmente OBRIGADA a aceitar que milhões de pessoas foram às ruas na maior manifestação popular da história das democracias ocidentais". Nossa aqui a mídia é obrigada a aceitar e lá não, que engraçado! Conveniente mudar de discurso quando água respinga no traseiro!
      Nick

      Excluir
  12. Paraguai sem o bispo bolivariano
    Argentina com Macri
    Chile nas Eleições municipais
    Peru com PPK
    Brasil sem PT
    Colômbia sem Farc
    Brexit
    Trump

    Na fila:
    Venezuela
    Áustria
    Itália
    França
    Espanha
    Portugal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Brexit", aquela que quem votou a favor agora entre com discurso que tem que ser discutida no parlamento antes? (Como o pedido do brasileiro que votou a favor?). Retrato da direita mundial que foi importada da americana, ou seja, burra!
      Nick

      Excluir
    2. Uma 'loka' diz que votou no Brexit e entra com uma ação alinhada com os globalistas... E????

      O parlamento deles JAMAIS votará contra o povo, e Nick opina sobre um país que desconhece profundamente. #vergonha

      Excluir

  13. A propósito, como confiar em projeções (sobre Trump) de "especialistas" da mídia brasileira que garantiam a vitória de Hillary até ontem?

    ResponderExcluir