domingo, 6 de novembro de 2016

ACENDE O FAROL


Sabe aqueles filmes onde tudo é de um bom gosto atroz? A direção de arte, os figurinos, as interpretações, o livro onde o roteiro foi baseado... "A Luz Entre Oceanos" tem tudo isso, e mesmo assim é uma chateação. Podia ser um melodrama dos bons: casal que toma conta de um farol numa ilha isolada não pode ter filhos. Um belo dia, surge um bote com o cadáver de um homem e um bebê ainda vivo. Eles resolvem enterrar o sujeito e ficar com a criança, que dirão ao mundo serem deles. Só que, um di,a a mãe verdadeira aparece. Um novelão, contado em planos belíssimos porém leeentos. Ah, o mar se encrespando, o capim ondulando ao vento, a lágrima escorrendo pelo rosto de Alicia Vikander. Foi durante as filmagens que ela e o guapetón Michael Fassbender começaram a namorar: aposto que o romance entre os dois é mais interessante do que esse longa longuíssimo, lindo de se ver mas difícil de aturar.

4 comentários:

  1. Meu crítico favorito totalmente atrasado. rsrs O que é The Crown? O que são os ingleses? O que é a cena da Rainha-mãe coberta de preto se ajoelhando para Rainha?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seu crítico favorito (obrigado) conseguiu ver exatamente um episódio de "The Crown" até agora. Peguei um frila para fazer no fim de semana.

      Excluir
  2. Tem o Fassbender, a gente vê. Aliás, pelo trailer esse diretor deve ser fã do Mallick, né não?

    ResponderExcluir