domingo, 13 de novembro de 2016

A CAPITAL DA VELEIDADE

Esta pitoresca cidadezinha na foto acima é Veles, no interior da Macedônia. Tem apenas 45 mil habitantes e, no entanto, pode ter tido um papel determinante nas eleições americanas. Pois é lá que estão sediados uma centena de sites de notícias falsas, a maioria tendendo à extrema direita. Foi a maneira que os adolescentes locais encontraram de fazer dinheiro rápido: há quem esteja ganhando até três mil dólares por dia, graças aos cliques nos posts compartilhados no Facebook e anunciantes que prometem curar fungos nas unhas com antigas receitas chinesas. E não, essa molecada não está nem aí para Donald Trump ou a Ku Klux Klan. Só querem faturar: testaram vários formatos, dos esportes à extrema esquerda, e descobriram que a maior audiência está mesmo com os reaças. Uma visitinha aos sites que eles fazem é de cair o queixo: as manchetes são do tipo "Hillary será presa amanhã, descobriram que ela é líder de uma esquema de escravidão infantil". Fora os erros de inglês... Mais triste ainda é ver os comentários e compartilhamentos que essas potocas recebem nas redes sociais. Como diz Asha Donrfest em artigo publicado no Medium, "isto é o que acontece quando a gente para de pagar por jornalismo de qualidade".

32 comentários:

  1. nojo, e o q o diretor do FBI fez

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para não morrer, a esquerda resolveu focar nas elites e nos progressistas. Basta ver, por exemplo, onde Freixo foi mais votado. Acho isso bem arriscado, pois, diferente de algumas décadas atrás, trata-se de um grupo minoritário que abriu mão da alta cultura e possui sérias limitações em sua formação, causadas pela ideologização chinfrim dos cursos universitários.

      Preparem-se, camaradas, para a inevitável perda de privilégios.

      Excluir
    2. Explique « a esquerda resolveu focar nas elites e nos progressistas »????
      Que eu saiba a esquerda sempre foi progressista e elite.

      Excluir
    3. "Que eu saiba a esquerda sempre foi progressista e elite."

      Meu Zeus!!!!!!!

      Vou me meter nessa conversa: esse aí sabe TUDO sobre a ideologia que segue. Colega, a origem histórica das esquerdas é apoiar os plebeus contra os nobres, os proletários contra os "burgueses", construindo uma narrativa para justificar a revolução social. O progressismo capitalista sempre foi visto como ouro de tolo: uma vez ocorrida a revolução, o imobilismo das relações sociais e da própria cultura era a marca dos países alinhados a correntes socialistas (estude, por exemplo, como gays eram tratados em Cuba, URSS e China). O combate às elites também era outra marca importante. A única elite admitida era aquela formada pelos líderes do Partidão. E não confunda o verdadeiro progressismo com os instrumentos de ocupação e manipulação fomentados pela Escola de Frankfurt para solapar a cultura ocidental, ok? Maaaaas.... como quem trabalha e produz não cai mais na esparrela desses pilantras, decidiram arregimentar os "idiotas úteis" da vez entre os filhos dos ricos e remediados que "estudam" (cof-cof), fumam maconha o dia inteiro (o uso de drogas era razão para a expulsão do partido, até algumas décadas atrás) e acham que sabem o que o que é melhor para o mundo, apesar de não pagarem as próprias contas. A esquerda virou o clube dos mimadinhos para adiar o seu desaparecimento. Com esse tipo de gente em suas fileiras, desaparece o discurso da "legitimidade" da apropriação do fruto do trabalho por quem produz e surge a imagem do moleque birrento, mal-criado e cheio de vontades que grita em suas "manifestações": "sou melhor que vocês, sou um (bosta de um) positivista que sabe o que serve, ou não, para o planeta e todos irão obedecer minhas vontades, por bem ou por mal (Ou me mudo para o Canadá!)." Esse tipinho acredita que, se espernear como fazia em frente a lojas de brinquedos quando era (?) criança, conseguirá o que quer. Foi o que sobrou para a esquerda e, acredite, tem tudo para dar errado.

      Excluir
  2. Bom... Macedônia já é trukeira logo no nome.

    ResponderExcluir
  3. Foi muito interessante as reações sobre as últimas eleições no mundo inteiro:
    1) As pessoas tem uma dificuldade enorme em ligar os pontos entre as recentes mudanças políticas no planeta. Dória, Trump, Brexit, Crivella, etc...são respostas de um mesmo movimento internacional contra o mainstream e o establishment. É engraçado ver as pessoas que apoiam o Dória, Crivella, MBL, Vem Pra Rua, etc...ficarem consternadas com a vitória do Trump. Ou seja, o establishment que eles tanto lutam contra ainda tem uma influência enorme nessa turma. Me parece, como sempre, um mundo de cinismo e contradições.
    2) Surgiu uma leva gigante de novos intelectuais de internet com discursos de direita tomando o espaço que sempre foi do elitismo e intelectualismo da esquerda tão criticado pelos eleitores de Doria, Trump e Crivella. Se o problema sempre foram os frios intelectuais de esquerda, pq criar novos oportunistas de direita?
    3) A grande mídia sempre voltada para o discurso do politicamente correto parece estar acuada. Sabem que os reaças tem discurso extremista e estupido e que não se discuti com a estupidez pq ela foi feita pra ganhar.
    4) Estamos mais comunistas do que nunca. A eleição desses políticos de perfil de direita é uma tentativa clara de dar voz aos excluídos da globalização e de distribuir a renda para a classe média.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Será muito bom ver o típico jornalista que defendeu o Temer no Brasil mas foi contra Trump nos EUA ir de cara no chão.
      Tipo o Manhattan Connection, jornalismo de "bom gosto".

      Excluir
    2. Ler o comentário das 17:08 deixa evidente a incapacidade da esquerda construir um raciocínio legítimo que não esteja baseado em espantalhos.

      Continue assim! A Nova Direita agradece.

      Excluir
    3. " A Nova Direita agradece.". Prepotência de direitista que acha que sua direita velha e arcaica tem algo de nova!
      Nick

      Excluir
  4. É justamente por isso q não subestimo o Bolsonaro pra 2018
    Acontece o mesmo aqui, os minions q o seguem propagam suas mentiras por todas as redes sociais
    No fim das contas a verdade deixa de ser importante, o q importa é defender os interesses do grupo com o qual vc se identifica

    ResponderExcluir
  5. Logo logo a macacada americana junto com as patoiolas brazucas vao cair na real!!! As baked beans inglesas ja estao comecando a se ligar de que cairam no maior conto do vigario kkkkk estao se fudendo a cada dia que passa kkkkkkkkkkkkkkkk vao morrer pelo proprio veneno KKKKKKKKKKKKKKKK e o pior que foram bem avisadas!
    Eh aquele velho ditado: quando a cabeca nao ajuda, o corpo eh que padece KKKKK

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 22:45 Falou a esquerda que critica o Brexit - que permitiu o Reino Unido se livrar dos regulamentos e do alto custo produzidos pelos burocratas de Bruxelas, mas, há pouco, criou o "Calexit".

      O duplipensar desse povo é a principal causa da queda deles. São como afogados que não param de se debater e morrem vítimas das próprias ações.

      #trumpnator

      Excluir
  6. O mio babbino caro
    "a maior audiência está mesmo com os reaças" Cá entre nós, pelo amor de Deus, em algum momento é possível conversar como homens aqui. Quem foi para a Paulista eram PROGRESSISTAS? Está na hora de assumir a cagada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Babbino, as manifestações da av. Paulista foram reações da Direita. Isso não é novidade, não faça tempestade em copo d'água por isso. Quanto aos progressistas que apoiaram: apenas estavam contra os evidentes crimes cometidos pelos petistas.

      Excluir
    2. E lá se foi a criança com a água do banho!

      Excluir

  7. Tony resolveu reproduzir a narrativa da vez. Sim, aBiguinho, foram os sites de fofoca com erros de inglês que elegeram Trump.



    Pessoas que não sabem perder e têm aversão à democracia: espancam mulheres e idosos republicanos, saqueiam lojas durante "manifestações", depredam patrimônio público e privado escondendo os rostos (já vi isso em algum lugar...) e propagam versões estapafúrdias para narrar aquilo que seus modelos mentais são incapazes de explicar.



    Se bem que o choro é livre. Quero ver o que vão dizer sobre a virada nas próximas eleições da Europa. Tenho certeza que não economizarão na expressão "extrema direita", típica de quem não entendeu nada.



    "Os cães ladram, a caravana passa."

    ResponderExcluir
  8. Bom: Hillary ganhou em Massachusetts, onde nenhum condado votou em Trump: https://bosguy.com/2016/11/13/massachusetts-trump-voting/; já em estados como Alabama e Carolina do Norte penderam para Trump:https://en.wikipedia.org/wiki/United_States_presidential_election_in_North_Carolina,_2016;https://en.wikipedia.org/wiki/United_States_presidential_election_in_Alabama,_2016
    Não sei em que estado os direitistas daqui gostariam de morar, mas dentre estes eu moraria em Massachusets
    Além disso:https://bosguy.com/2016/11/13/seven-reasons-to-move-to-mass-instead-of-canada/
    Ah e esses blogs de gays americanos que sigo, a maioria votou em Hillary, e "choraram", já que o "choro é livre" e não, não "espancam mulheres e idosos republicanos, saqueiam lojas durante "manifestações", depredam patrimônio público e privado escondendo os rostos", somente disseram que se sobreviveram aos anos Bush, vão sobreviver aos anos Trump:
    1-https://bosguy.com/2016/11/10/grit-and-determination-the-next-four-years/
    2-http://closetprofessor.blogspot.com.br/2016/11/a-scary-time.html
    E pode ter certeza que não vamos economizar na expressão ""extrema direita", porque é isso que vocês são, assim como vocês não economizam em:"choro é livre","resolveu reproduzir a narrativa da vez","propagam versões estapafúrdias para narrar aquilo que seus modelos mentais são incapazes de explicar"- como se o de vocês conseguisse algo, vide as mesmas frases de sempre,"incapacidade da esquerda construir um raciocínio legítimo que não esteja baseado em espantalhos"-como se esse comentários que ele próprio fez não é um espantalho (feio, sem explicação nenhum e somente para espantar quem ousa contra argumentar).
    Além do mais fico aliviado pois agora sei de onde sai todo esse pessoal de direita que comenta aqui no blog do Tony! kkkk
    Nick

    ResponderExcluir
  9. Também é engraçado como esses mesmo comentaristas de direita no blog do Tony é uma resposta da maioria dos pobres brancos americanos pouco escolarizados (vulgo: white trashs) que perderam com as políticas socialistas de Obama. Mas reclamam dos nordestinos, pois estes não tem educação escolar suficiente e por isso votaram no PT, trazendo um problema para o Brasil. E não como uma resposta a algo. Se eles dizem que a narrativa da esquerda é contraditória, a deles seria o que?
    Att,
    Nick, a/o ... do cerrado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nick, a alma boa e progressista que chama brancos pobres de "white trash"...

      Há tantos erros lógicos e raciocínios circulares nos comentários desse "Nick" que vou copiar e colar em um fórum direitista que participo para 'estudarmos o caso' (A.K.A. rirmos a valer).

      Excluir
    2. Esse Nick tadinho é tão equivocado em sua lamuriosa verborragia de esquerda privilegiada que defende pobre que dá peninha, e dá vontade de dar colinho pro bebezão revoltado sentar e sentir a dureza da vida cruel que ele finge combater do sofá velho da casa da vó.

      Excluir
    3. 1-Querido direitista, sei que é um termo é vulgar, por isso coloquei um "vulgo" antes de colocar o termo!
      Vulgo:como é VULGARMENTE conhecido, popularmente.
      Vulgarmente:Em que há vulgaridade; com grosseria: vestia-se vulgarmente
      2-"raciocínios circulares": sim, pode ser, porque vocês que participam de "fórum direitista", se esquecem de que a vida é um ciclo! Vocês podem "ganhar"hoje, mas será que amanhã "ganham"? Um dia perguntei a um professor - esses sim socialista fanático - porque de sempre na Europa se alternar governos de direita e esquerda, não lembro a resposta que ele me deu, mas conclui que sempre o povo vai estar insatisfeito com algo, e agora agradeço por vocês terem tirado Dilma do poder e posto Temer, pois a caída de vocês será mais rápida aqui do que nos EUA!
      Nick

      Excluir
    4. "verborragia de esquerda privilegiada que defende pobre que dá peninha". Vejam o que eu disse: direitistas defendem os pobres brancos de lá e reclamam de eu "defender" os pobres daqui - chamando essa "defesa" de "verborragia de esquerda", e o que seria a "defesa" deles em relação aos brancos pobres dos USA? Seria uma "verborragia de direita"! Sei que vão me chamar de infantil e não estar conectado com a realidade por pegar um seriado americano para dar um exemplo, vão dizer que a tv americana é um antro esquerdista, mas mesmo assim lá vai: o seriado Shameless USA mostra a vida dessa população branca e pobre urbana, o patriarca dessa família tem um discurso como os direitistas daqui e de lá - pois o daqui foi importado do de lá. O seriado mostra que essa parte da população que fala besteira contra o governo Obama é também a mesma que faz mais falcatruas para pegar o "bolsa-família" de lá. Ou seja: aqui vocês direitistas reclamariam que esse pessoal é vagabundo pegando o dinheiro de gente trabalhadora que produz riqueza, mas lá são eles quem tem razão?
      Nick

      Excluir
    5. Não vou te chamar de infantil, Nick, não discuto com crianças.

      Excluir
  10. Trabalhar tendo os reaças como foco é lucro imediato e dos grandes. Urnas ainda estão sendo apuradas e, a cada apuração cresce mais um pouco a estreita diferença de Hillary para Donald Trump no voto popular. A democrata caminha para ultrapassar a diferença em mais de 700 mil votos.

    ResponderExcluir
  11. Tony, também sou jornalista e é decepcionante ver como nossa profissão tem sido ocupada por "produtores de conteúdo" sem compromisso nenhum com a mínima veracidade. Qualquer um pode ser jornalista e escrever, já tive que ouvir em várias empresas onde trabalhei.
    Você diz sobre os erros em inglês dos textos... o que dizer, também, dos erros gramaticais e de ortografia grotescos em portais de notícias como G1, Folha, Estadão, R7, BBC Brasil e muitos outros? É como se de repente não existisse mais qualquer edição. E talvez não haja mesmo. Tristes tempos do jornalismo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O tony é um produtor de conteúdo.

      Excluir
  12. "jornalismo de qualidade". Eu reclamo da globo mas o jornalismo dela é de qualidade, somente é tendencioso. Ex: no governo PT falavam do zica vírus do primeiro ao último telejornal, hoje o número de infectados aumentou, os telejornais ainda falam, mas não como anteriormente! E falando em telejornalismo, CNN ou Fox News Tony? Qual canal você acha que faz jornalismo de qualidade?
    Nick

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A CNN é MUITO melhor do que a Fox News, que é pouco mais que um fanfic de direita. Mesmo assim, a CNN também deu muita trela ao Trump no começo da campanha, sem criticá-lo, porque ele dava audiência.

      Excluir
    2. A CNN era uma das principais e mais ferrenhas opositoras de Trump, Tony! Se não o criticavam beeeem no início, faziam-no porque não eram ainda capazes de ler a realidade: achavam que o republicano nunca passaria das prévias.

      Excluir
  13. Além de roteirista e colunista você também é jornalista?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda não. Mas estou fazendo o curso de Treinamento Senior da Folha de São Paulo.

      Excluir
  14. Nada no Brasil tem qualidade. Nem os políticos, nem os jornalismo, nem o judiciário, nem a medicina... Nem o povo. Somos um país de baixo capital humano. Por isso a facilidade do golpe. Os que se arrogam jornalistas de qualidade protagonizaram a tosca entrevista com Temer no Roda Vida.. RIP Jornalismo.

    ResponderExcluir