quarta-feira, 5 de outubro de 2016

LUZ, CÂMERA, FORA TEMER

Alguém aí viu a cerimônia de entrega do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, transmitida ontem à noite pela canal Brasil? Não, né? Pois fique sabendo que perdeu um programa divertidíssimo. Este ano a festa ganhou direção artística de Rafael Dragaud, roteirista e diretor da Globo, e emulou as premiações similares do showbiz americano. Só que continua sendo feita para os amigos da plateia, e não para o telespectador - e é justamente aí que está a graça. Para começar, não houve breaks comerciais. Mas a maior diversão foi o comportamento dos apresentadores e premiados, que não estavam nem aí para o fato do evento estar sendo televisionado. Quando Daniel Filho foi homenageado pelo conjunto da obra, por exemplo, Gregorio Duvivier leu alguns tuítes malvados (provavelmente falsos) sobre o diretor, projetados no fundo do palco. Entre outras coisas, saiu que Daniel é um "motherfucker" ("e é mesmo, ele é casado com minha mãe", disse Gregorio) e que tem pau pequeno. Além disso, todo mundo - mas todo mundo mesmo - aproveitou o microfone para gritar um "primeiramente...", apoiar Marcelo Freixo ou reclamar do resultado da eleição paulistana, essa marvada. Até os comentaristas do canal Brasil (que pertence à Globosat - não confundir com a TV Brasil, estatal) se engajaram: um deles disse que os protestos eram por causa "do momento que atravessa o país, quando podem se perder conquistas sociais". De resto, os resultados foram os esperados, com a maioria dos troféus se dividindo entre "Que Horas Ela Volta?" e "Chatô, o Rei do Brasil" (inclusive para a direção de arte, de cuja equipe participou minha cunhada - go, Celina, go!). E mesmo com tanta produção, o GP do Cinema Brasileiro ainda não se profissionalizou. Para começar, por que premiar em OUTUBRO os melhores do ano passado? Se quisesse influir nas bilheterias, a premiação teria que ser no começo do ano. O amadorismo é tamanho que a lista dos vencedores pode ser conferida nas notícias da imprensa, mas não no próprio site da Academia Brasileira de Cinema. Alguém poderia atualizar, por favor?

30 comentários:

  1. Eu já ia perguntar como é que "Que horas ela volta" ainda está concorrendo em pleno final de 2016 quando a Muylaert já até lançou outro filme (muito pior), mas você explicou no final.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este espaço decidiu ir contra o bom senso e apoiar abertamente a esquerda. Provavelmente perdeu o pudor depois que o blog foi sinalizado pelo Google.

      Fala de Dória, mas finge não saber que a vice de Freixo (PSOL) foi advogada de Uê (Comando Vermelho e ADA), um dos maiores traficantes do Brasil.

      O blogueiro, além de voltar as costas para o Brasil que paga a conta (inclusive a do cinema), defende o partido parceiro do narcotráfico e não entende o povo colombiano ser contra as FARC (em outro post).

      Assim o menino Tony vai longe! Só não vale reclamar quando se perder na floresta.

      Excluir
    2. Não sei de maior tráfico que 1/2 tonelada no avião do mineiro ou na fazenda do paulista. Li no uol.

      Excluir
    3. 23:15 Mexeu com o Tony mexeu comigo. Ele somente não é estupido como tu.

      Excluir
  2. Foi muito divertido. Era pra ter deixado em segredo Tony. Agora a Globo vai comprar os direitos de transmissão, vai colocar o Marcio Garcia e a Angélica como apresentadores e vai criar um roteiro assimilável pela classe média que vota no Dória.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 15:25 ,alguém me contou que o Doria está é feliz da vida , não porque ganhou a eleição , mas porque não tem que comer mais aquele pastel frito e cheio de óleo fedorento que a direita pobre que votou nele come

      Excluir
    2. 17:18 O Doria, pastel das elites, criará a "faixa land-rover" pra todo mundo que tem carro importado não pegar mais trânsito e tb vai distribuir aquele suéter rosa para os pobres colocarem nas costas e dar pinta de coxinha

      Excluir
    3. O nome do prêmio vai ser trocado para "Cinema Esperança" e será entregue pelo Ministro da Cultura, o separatista, Marcelo Calero. Uma honra...

      Excluir
    4. 17:18 Deve tá feliz pq vai voltar andar de helicóptero, assegurando uma distância bem grande com a cidade e essa gente que come pastel arromba intestino

      E para não decepcionar a classe media que quer ser coxinha das elites, vai aumentar a passagem de ônibus para esvaziar o transporte público ....

      Excluir
    5. 18:11 o bolsa família já virou "Criança esperança" disfarçado de "criança feliz" pela primeira dama . Se fosse experiência em fazer idoso feliz eu até acreditava nela

      Excluir
    6. 18:11 Rindo alto!

      Excluir
  3. Será q essa gente vai gritar Fora Temer até 31/12/2018?

    ResponderExcluir
  4. Fiquei procurando onde passava...sempre esqueço que o Canal Brasil existe...

    ResponderExcluir
  5. Acho interessante a MAV que a cada cinco minutos acessa o blog e usa a expressão "direita pobre". Ou seja, ela parece não ter problemas propriamente com o fato de alguém ser de direita, mas com o fato de ser pobre de direita.

    Mas enfim, deixando isso de lado, seria interessante ao menos reconhecer que a "direita pobre" é os tais 30 milhões que o Lula diz ter tirado da pobreza. Viu no que dá distribuir esmola sem educação de qualidade? Viraram todos devotos do Bolsonazi & cia, e o PT sifu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O pobre de direita é o trabalhador de carteira assinada das classes ABC que sempre acharam que faziam parte da elite e agora descobriram que são mão-de-obra operária assalariada e viraram puxa-saco de elite. Não tem relação com a nova classe C.

      Excluir
    2. A nova classe C é profundamente conservadora e vota Bolsonaro, fia! O outro anônimo estava certo: incluíram esse povo antes de doutriná-lo. Vocês sifu! E o Brasil agradece.

      Excluir
    3. "A nova classe C é profundamente conservadora e vota Bolsonaro, fia! O outro anônimo estava certo: incluíram esse povo antes de doutriná-lo. Vocês sifu! E o Brasil agradece."
      Tenho que concordar! Lá em casa tínhamos uma pessoa que ajudava na limpeza da casa e que se torno a nova classe c, seus filhos trabalham de carteira assinada, hoje ela tem uma vida ,melhor de q quando trabalhava lá em casa e ela vota em Aécio! E esse comentário desbanca tese da direita que somos doutrinados! Ou seja, independente de ser esquerda ou direita, na política ninguem presta, se vota menos pior e não se briga como se fossem torcidas diferentes! Também os que reclamam de quem quer FORA TEMER, como eu, estarmos "atrapalhando" o Brasil de superar a crise não querem que descubram q a crise esta longe de acabar!
      Nick

      Excluir
    4. Oh, Nickelodeon... Sem palavras pra você. Pray for time.

      Excluir
  6. Cuidado gente com as criticas que tem ministro com dor de cotovelo que persegue atriz e escritor de livro que mostra conversa entre ele e william Bonner.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. lei da mordaça, tenho até medo de postar minha opinião aqui

      Excluir
    2. São Paulo com Doria e Alckmin, a paulada vai rolar sem nenhum pudor em qualquer manifestação

      Excluir
    3. Mantenha boas relações com juízes certos e eles derrubarão o governo para você, dedicados à convicção de que é preciso controlar as atitudes e opiniões, porque de outra forma o povo será muito perigoso.

      Excluir
  7. Torcendo pra chegar logo janeiro, pros últimos esquerdinhas prederem as boquinhas e não terem mais computador e internet da repartição pra passarem o dia vomitando pelos teclados e enchendo o saco dos outros. Vamos ver quantos militantes a prefeitura de Rio Branco vai conseguir sustentar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 04 DE OUTUBRO DE 2016

      MINHA BOQUINHA, MINHA VIDA

      Impedido por Lula de disputar a prefeitura do Recife contra Geraldo Júlio (PSB) em 2012, João Paulo virou “tábua da salvação” do PT, que alega a necessidade de “absorver” a militância que perdeu boquinhas.

      Excluir
  8. Eu sou um alguém que viu e concorda: Amadorismo. Puro e de passar vergonha. É triste ver aquele som falhando, aqueles momentos em que nada acontece, não tem música, não tem nada ocupando o espaço. E o prêmio no máximo devia ser em abril, maio e olhe lá. Mas veja só que a imprensa especializada pouco fala... até você, só falou depois que aconteceu. Rubens Ewald não dá a menor bola. Fiz uma busca e os maiores portais (Uol e Globo) deram destaque médio e logo sumiu. Precisa melhorar muito pra ser um show médiano... algo que possa ser "assistível". Me diverti muito pouco, uma pena. Torço muito pra ser um sucesso.

    ResponderExcluir
  9. rs amo seu blog por trazer pra gente notícias como essa. e olha que eu trabalho com TV.

    ResponderExcluir
  10. Só para lembrar esses esquerdistas caviar, na eleição para o Governo do Rio em 2014, no segundo turno, o PT apoiou o Marcelo Crivella. Pessoas ditas progressistas apoiaram um candidato descaradamente religioso, um integrante da chamada direita religiosa. Só para lembrar, porque agora é esse exercício que mais venho exercendo nos últimos meses, lembrar muita coisa aos petistas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. JP,

      Isso eles esquecem. Todos eles têm memória de Dori nessas horas.

      Excluir