terça-feira, 18 de outubro de 2016

DE OLHO EM MOSSUL

Este ano está especialmente pródigo em notícias horríveis, mas há uma coisa boa acontecendo neste exato momento: o Estado Islâmico está morrendo, ou, pelo menos, sendo ferido de morte. O retrocesso dos terroristas já contabiliza a perda de Palmira, na Síria. Naquele mesmo país, estão a ponto de cair Raqqa, a capital informal do ISIS, e Dabiq - tão simbólica para esses fanáticos que dá o nome a uma de suas revistas online. Mas o maior troféu será Mossul, a segunda maior cidade do Iraque, no limite com a região do Curdistão. O cerco pode ser longo, ou não: já estão levantando acampamentos nos arredores para receber os refugiados. Graças à internet, podemos acompanhar a batalha à distância. E nenhum canal é mais intenso do que o Mosul Eye, que tem página no Facebook. Eu o ago há meses, e fiquei preocupado quando as notícias secaram de repente - imaginei que seus responsáveis tivessem sido pegos. Mas agora ele está à toda, publicando vídeos e boletins o dia inteiro. Em árabe... E a tradução automática gera pérolas como "Isis encontrados dentro de mosul, mas eles não aparecem tanto, alguns bairros desapareceram dela Isis totalmente, especialmente vivo ubaida, vivo a solidão, vivo o açúcar, mas a sua proliferação maior no cook mim e dignidade, no entanto, transportando-os postos. Lá."

2 comentários:

  1. Estou curioso para saber como vai ser o substituto do EI. Sabemos que a situação do O.M. nunca se resolve e as invasões combinadas com bombardeios executados por drones apenas instigam o pessoal dessa área a se radicalizar ainda mais.

    No mais, apenas mais uma história para a mídia. O EI pode cair, mas dada a nossa incapacidade de resolver os problemas subjacentes do O.M., vamos apenas continuar lidando com os sintomas, que inclusive retornarão para dar mais story-telling e mais ratings para a CNN/MSNBC/FoxNews.

    ResponderExcluir
  2. O mio babbino caro
    Se a imprensa Nacional fosse minimamente séria, ela daria destaque a essas noticias, e outras de fôlego internacional, porém gasta toda sua tinta em convicções Dallagnolniticas e congeneres.

    ResponderExcluir