terça-feira, 13 de setembro de 2016

ANTES TARDE DO QUE CUNHA

Se Eduardo Cunha não tivesse sido cassado, não era só o Congresso que teria acabado. Era o governo Temer, as instituições, eu, você, o país inteiro. Bye byte Brasil! Mas nada como uma votação dessa acontecer em época de eleições. O plenário estava quase cheio, e o placar surpreendeu: 450 a 10, com nove abstenções. Cunha não só perdeu o mandato como ficará inelegível por um bom tempo, ao contrário da inconstitucionalidade que beneficiou Dilma Rousseff. Agora só falta ser preso. E contar o que sabe, é claro. Bye bye.

18 comentários:

  1. Antes tarde do que nunca nada.

    O dano que esse delinquente fez à democracia brasileira vai se alastrar por anos, décadas. Não estou falando do impeachment. Estou falando do fato de que ele provou que é possível manipular o Regimento Interno da Câmara da forma que se bem intende, refazendo votações até conseguir o resultado desejado, colocando aliados na diretoria da TV Câmara.

    O câncer Eduardo Cunha pode ter sido extraído, mas as metástases nós só veremos daqui alguns meses. E podem igualmente ruins.

    E matéria prima é o que não falta. Não preciso nem lembrar que o Congresso é cheio de homens gananciosos e mau-caráter como o Cunha, e que as igrejas evangélicas são cheias de pastores e religiosos que aspiram a um cargo no legislativo federal.

    ResponderExcluir
  2. Houveram boatosssshhhh que agora sem foro privilegiado, Moro prende ele em duas semanas.

    ResponderExcluir
  3. Coitados dos meus amigos petistas. Estavam tão contentes com o papel de vítima que exercem com perfeição, e de repente uma coisa dessas. Ou será que foi golpe também?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você se alimenta de quê?

      Excluir
    2. Do fruto do meu trabalho, conseguido por méritos próprios, e não de cargos-cabide comissionados para os quais fui indicado apenas por fazer parte de uma organização criminosa travestida de partido.

      Excluir
    3. Da sua queda, do seu desemprego que sua Dilmãe deixou.

      Excluir
    4. Só faltou falar que o trem quando passa na estação Manoel Feio, já passa lotado e leva cUmida quando chega atrasado. Viver do mérito de seu trabalho é o dever mínimo que qualquer ser humano. No mais: bicha é gente (Vd. Chá 1977).

      Excluir
  4. Justiça tadia não é justiça.

    E pra lembrar: quem começou o processo de cassação do Cunha foi o PSOL. Se dependesse do PT ou do PSDB, o Cunha ainda seria deputado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O PSOL começou o processo de cassação , mas quem mexeu os pauzinhos para que fosse colocado em pauta pelo presidente da Câmara foi o PT segundo o próprio Cunha.

      Excluir
    2. "Segundo o próprio Cunha."

      Vc tem ar na cabeça? Aventar sentimento antipetista é uma estratégia política eficientíssima. Hoje em dia na política vc pode ser horrível, desde que não seja petista e cague em cima do PT. Fazendo isso, vc pode tudo, desde desvia o dinheiro da merenda escolar a mandar a PM espancar professor em praça pública.

      O Cunha apenas usou essa fala para sair bem entre seus eleitores durante sua cassação.

      Excluir
  5. Demorô! Mas, vendo e ouvendo aquela pataquada de discursos ( amaioria para ser usado em campanha), acho que mais da metade deveria sair junto com ele. Ah!....aproveitando. A Cármen Lúcia é a mãe do "Bento Carneiro"?!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maldita maldosa!

      Excluir
    2. Kkkkkk achei que era o próprio Bento Carneiro tomando posse no STF! !!! Kkkkkkk

      Excluir
  6. E dentre os 10, únicos dez, que tiveram a cara de pau de ainda votar a favor do dito cujo, estava quem? Quem?

    Porque estuprador vota em ladrão, e glória a Jesus!!!

    ResponderExcluir
  7. O mio babbino caro
    Perdeu ladrão. Quem com ferro fere com ferro será ferido.

    ResponderExcluir
  8. Quem foi contra e quem não votou pela cassação
    http://congressoemfoco.uol.com.br/noticias/feliciano-paulinho-veja-quem-votou-contra-ou-se-absteve-na-cassacao-de-cunha/

    ResponderExcluir
  9. E caiu definitivamente mais um "homem de Deus", os evangélicos precisam urgentemente refletir porque tantos "homens de fé" dos seus quadros estão caindo. Ah, esqueci, desculpa, evangélicos não refletem, não possuem capacidade mental para tanto. Cunha tinha mais poder dentro da Câmara do que Dilma, mas teve votação favorável pelo seu afastamento muito maior do que a petista quando comparamos a grotesca sessão de votação do impeachment nessa casa legislativa em abril e com a votação dessa segunda. Somente 10, reitero, uma dezena, de deputados ficaram do lado de Cunha, entre eles o babaca do Marco Feliciano, esperar o quê desse imbecil, nada mais do que tal comportamento. O pastor que costuma falar sempre no que tange as questões ligadas aos LGBTs ficou caladinho na sessão de segunda. Eduardo Cunha colocou culpa pela sua queda na Globo, olha só, mas não nos surpreendemos, tanto a extrema-direita quanto a extrema-esquerda colocam sempre culpa na emissora, só acessar as páginas militantes de blogs e sites dessa gente. Cunha pensou convicto que podia tudo, acabou no fim sabendo que não tinha forças para mandar na pocilga que é a Câmara dos Deputados. A queda desse larápio é a demonstração de que quando a população acompanha o trabalho de seus representantes as coisas podem funcionar, digo podem porque falo de Brasil. Lembremos do caso de Jaqueline Roriz em 2011, naquele ano a população não acompanhava de perto o Congresso Nacional, e a deputada foi absorvida de cassação. A Cunha desejo vida longa na prisão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bixa com uns comments kilométricos desse pq vc não cria seu blogue?

      Excluir